Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO!

JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO!

JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO! – 23.11.2014

“O Senhor é o Pastor que me conduz!”

1.Acolhida.
A Liturgia encerra o “Ano Litúrgico” com a “Festa de Cristo Rei do Universo”. Esta festividade recorda nossa missão de discípulos missionários, comprometidos com a missão de fazer discípulos de Jesus todos os povos! Mais que festividade de Jesus, é recordação De nosso dever missionário: “fazer discípulos meus todos os povos!”.

Jesus continua sendo o Bom Pastor, cheio de misericórdia; mas, no tempo devido, será o Juiz do universo pronto para estabelecer a separação definitiva entre justos e injustos! Sejamos discípulos missionários de Jesus para estarmos, naquele dia, ao lado direito do Juiz.

2.Palavra de Deus.
Ez 34,11-12.15-17 – O profeta Ezequiel acompanhou o Povo de Israel no sofrimento do Exílio e procura reanimá-lo dando-lhe certeza que Deus está em seu meio e o levará de volta para sua terra! Deus é como o bom pastor que não abandona a ovelha machucada, mas vigia a prepotência dos carneiros e dos bodes! Deus cuida dos bons como o pastor cuida das ovelhas.

1Co 15,2026.28 – A História dá muitas voltas, mas Deus não deixa de conduzir o universo todo para o “Final Feliz”, onde Deus será, definitivamente, glorificado, onde a misericórdia e a justiça haverão de brilhar!

Mt 25,31-46 – Jesus não abandonou o mundo! Continua sendo o Bom Pastor, mas retornará glorioso como Juiz do Universo, quando cada um de nós receberá sua sentença, de acordo com as boas ou más obras que tiver praticado,

3.Reflexão.
A Liturgia encerra, hoje, o “Ano Litúrgico” e conduz nossa reflexão na direção da responsabilidade cristã pela conquista do mundo todo para Jesus Cristo. O mundo não está solto ao acaso, sem direção ou fim estabelecido pela sabedoria divina. Jesus Cristo é o “Rei do Universo” e toda a História terá um fim de acordo com o Plano divino da Salvação: Jesus será glorificado não somente pelo Evangelho que anunciou, mas também pela justiça de seu Julgamento Final. Deus não perdeu o controle do Universo!

Vivemos exilados e no sofrimento, como o Povo de Israel, e isso por causa de nossos pecados, mas Deus não nos abandona assim como o pastor não abandona a ovelha perdida e machucada. Ele mesmo cuida de nós! Estamos vivendo o tempo da misericórdia divina. Jesus é o Bom Pastor que procura a ovelha perdida, machucada e doente: “Vou apascentá-las conforme o direito!”.

O tempo da misericórdia conhecerá, no tempo devido, o tempo da justiça (…) eu farei justiça entre uma ovelha e outra, entre carneiros e bodes! Todos os povos estarão em sua presença e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos!  A uns ele dirá: “Vinde benditos de meu Pai”, mas a outros dirá: “Afastai-vos de mim, malditos!” Será o tempo do julgamento definitivo e inapelável, será o dia da glorificação de Jesus Cristo – Bom Pastor e, ao mesmo tempo, Juiz universal! Irmão, irmã, a vida não é brincadeira inconseqüente! A vida é tempo da misericórdia divina , mas haverá, com certeza, o momento da justiça divina! No Final dos Tempos, o amor e a justiça divina se abraçarão!

“O Senhor em seu trono reina para sempre!”

Frei Carlos Zagonel

http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=2841

Você pode Gostar de:

Liturgia do 13º Domingo do Tempo Comum 27.06.2021

“DEUS NÃO FEZ A MORTE E NEM TEM PRAZER COM A DESTRUIÇÃO DOS VIVOS!” 1.Acolhida …