Página Inicial / Animação Litúrgica / 2º Domingo do Advento

2º Domingo do Advento

 Ano B  2º Domingo do Advento – cor roxa ou lilás – 07/12/2014
A SALVAÇÃO É OFERTA DE DEUS PARA TODOS
Ano L- Brasília, 07 de Dezembro de 2014 – Nº 2
SEGUNDO DOMINGO DO ADVENTO – ANO B
Cor litúrgica: roxo
Animador: Caros irmãos, nós somos convidados a viver na feliz expectativa e a preparar, na santidade, a vinda do Senhor às nossas almas. Preparemos com carinho e esmero a chegada do Senhor em nossos corações. Fiquemos de pé e iniciemos a nossa celebração.

RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – REFR.: COMO O SOL NASCE DA AURORA, DE MARIA NASCERÁ AQUELE QUE A TERRA SECA EM JARDIM CONVERTERÁ. Ó BELÉM, ABRE TEUS BRAÇOS AO PASTOR QUE A TI VIRÁ. EMANUEL, DEUS-CONOSCO, VEM AO NOSSO MUNDO, VEM! / 1. Ouve, ó pastor do teu povo, vem do alto céu onde estás! / 2. Vem teu rebanho salvar, mostra o amor que lhe tens! / 3. Salva e protege esta vinha, foi tua mão que a plantou!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A graça e a paz de Deus, nosso Pai, e de Jesus Cristo, nosso Senhor, estejam convosco. TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ONDE HOUVER COROA DO ADVENTO
Animador: Estamos nos preparando para celebrar a festa de luz e de vida: o Nascimento do Salvador. Acrescentamos a esta coroa do advento uma luz a cada domingo deste tempo para que relembremos a escuridão do mundo pecador antes da vinda do Salvador.
(após acender as velas, rezar a seguinte oração):
P.: Oremos: Senhor, acendemos as velas desta coroa para que possamos preparar nossos corações para o advento do Vosso Filho. Protegei-nos dos maus costumes e inflamai nossos corações a uma contínua conversão de vida, para que, servindo a vós em nossos irmãos, possamos fugir da escuridão do pecado e ir ao encontro do nosso Salvador, Jesus Cristo, que vive e reina na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
4. ATO PENITENCIAL – P.: O Senhor Jesus, que nos convida à mesa da Palavra e da Eucaristia, nos chama à conversão. P.: Senhor, que sois o defensor dos pobres, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, que sois o refúgio dos fracos, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. CEL.: Senhor, que sois a esperança dos pecadores, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus todo-poderoso e cheio de misericórdia, nós vos pedimos que nenhuma atividade terrena nos impeça de correr ao encontro do vosso Filho, mas, instruídos pela vossa sabedoria, participemos da plenitude de sua vida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
Animador: Irmãos, escutemos a Palavra de Deus com a certeza de que ela, quando é acolhida por nós, tem o poder e a capacidade de transformar e renovar. Ouçamos com atenção.
1ª LEITURA (Is 40, 1-5.9-11) – Leitura do Livro do Profeta Isaías.
6. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 84/85)
REFR.: MOSTRAI-NOS, Ó SENHOR, VOSSA BONDADE, E A VOSSA SALVAÇÃO NOS CONCEDEI! / 1. Quero ouvir o que o Senhor irá falar: / é a paz que ele vai anunciar. / A paz para o seu povo e seus amigos / para os que voltam ao Senhor seu coração. / Está perto a salvação dos que o temem, / e a glória habitará em nossa terra. / 2. A verdade e o amor se encontrarão, / a justiça e a paz se abraçarão. / Da terra brotará a fidelidade / e a justiça olhará dos altos céus. / 3. O Senhor nos dará tudo o que é bom / e a nossa terra nos dará suas colheitas. / A justiça andará à sua frente / e a salvação há de seguir os passos seus.
7. 2ª LEITURA (2 Pd 3, 8-14) – Leitura da Segunda Carta de São Pedro.
9. CANTO DE ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – REFR.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! / Preparai o caminho do Senhor; endireitai suas veredas. Toda carne há de ver a salvação do nosso Deus.
10. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO – (Mc 1, 1-8) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: 1Início do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus. 2Está escrito no livro do profeta Isaías: “Eis que envio meu mensageiro à tua frente, para preparar o teu caminho. 3Esta é a voz daquele que grita no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor, endireitai suas estradas!’” 4Foi assim que João Batista apareceu no deserto, pregando um batismo de conversão para o perdão dos pecados. 5Toda a região da Judeia e todos os moradores de Jerusalém iam ao seu encontro. Confessavam os seus pecados e João os batizava no rio Jordão. 6João se vestia com uma pele de camelo e comia gafanhotos e mel do campo. 7E pregava, dizendo: “Depois de mim virá alguém mais forte do que eu. Eu nem sou digno de me abaixar para desamarrar suas sandálias. 8Eu vos batizei com água, mas ele vos batizará com o Espírito Santo”. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO UNIVERSAL – P.: Irmãos e irmãs, peçamos ao Pai a graça de uma preparação digna para a celebração jubilosa da encarnação do Verbo. Por isso, humildemente, rezemos: Ouvi-nos, Senhor!
TODOS: OUVI-NOS, SENHOR!
1) Pelo Santo Padre, o Papa Francisco, para que não cesse de levar pelos desertos do mundo a Boa Nova de Cristo e continue clamando para que as veredas sejam endireitadas, rezemos ao Senhor.

TODOS: OUVI-NOS, SENHOR!
2) Pelos governantes, para que busquem sempre a paz e a concórdia entre os povos e governem com discernimento e justiça, buscando o bem comum de todos, rezemos ao Senhor.

TODOS: OUVI-NOS, SENHOR!
3) Por todas as pessoas que estão afastadas de Deus, para que o Senhor as converta e as atraia ao Seu amor, para que aproveitem a salvação que Cristo lhes traz, rezemos ao Senhor.

TODOS: OUVI-NOS, SENHOR!
4) Pela nossa comunidade, para que se empenhe, com mais firmeza, no anúncio e no testemunho da Boa Nova da Salvação, rezemos ao Senhor.

TODOS: OUVI-NOS, SENHOR!
(Preces Espontâneas):
P.: Deus eterno e onipotente, curai as nossas fraquezas e movei-nos à penitência, a fim de vivermos o efeito pleno do nosso batismo. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – A NOSSA OFERTA APRESENTAMOS NO ALTAR / E TE PEDIMOS: VEM, SENHOR, NOS LIBERTAR! / 1. A chuva molhou a terra / o homem plantou um grão, / a planta deu flor e frutos, / do trigo se fez o pão. / 2. O homem plantou videiras, / cercou-as com seu carinho / da vinha brotou a uva, da uva se fez o vinho. / 3. Os frutos da nossa terra / e as lutas dos filhos teus, / serão, pela tua graça / pão vivo, que vem dos céus. / 4. Recebe, Pai, nossas vidas, / unidas ao pão e vinho / e vem conduzir teu povo, / guiando-o no teu caminho.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Acolhei, ó Deus, com bondade nossas humildes preces e oferendas, e, como não podemos invocar os nossos méritos, venha em nosso socorro a vossa misericórdia. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA III – MR (p. 482) – Prefácio do Advento IA – Cristo, Senhor e Juiz da História –MR (p. 407) – P.: Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação louvar-vos e bendizer-vos, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso, princípio e fim de todas as coisas. Vós preferistes ocultar o dia e a hora em que Cristo, vosso Filho, Senhor e Juiz da História, aparecerá nas nuvens do céu revestido de poder e majestade. Naquele tremendo e glorioso dia, passará o mundo presente e surgirá novo céu e nova terra. Agora em todos os tempos, ele vem ao nosso encontro, presente em cada pessoa humana, para que o acolhamos na fé e o testemunhemos na caridade, enquanto esperamos a feliz realização de seu Reino. Por isso, certos de sua vinda gloriosa, unidos aos anjos, vossos mensageiros, vos louvamos, cantando (dizendo) a uma só voz:
TODOS: SANTO, SANTO, SANTO…
P.: Na verdade, Vós sois santo, ó Deus do universo, e tudo o que criastes proclama o Vosso louvor, porque, por Jesus Cristo, Vosso Filho e Senhor nosso, e pela força do Espírito Santo, dais vida e santidade a todas as coisas e não cessais de reunir o Vosso povo, para que Vos ofereça em toda parte, do nascer ao pôr do sol, um sacrifício perfeito.
TODOS: SANTIFICAI E REUNI O VOSSO POVO!
P.: Por isso, nós Vos suplicamos: santificai pelo Espírito Santo as oferendas que Vos apresentamos para serem consagradas, a fim de que se tornem o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo, Vosso Filho e Senhor nosso, que nos mandou celebrar este mistério.
TODOS: SANTIFICAI NOSSA OFERENDA, Ó SENHOR!
P.: Na noite em que ia ser entregue, Ele tomou o pão, deu graças e o partiu, e deu a Seus discípulos, dizendo: TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS. Do mesmo modo, ao fim da ceia, Ele tomou o cálice em Suas mãos, deu graças novamente e o deu a Seus discípulos, dizendo: TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS PARA A REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM. Eis o mistério da fé!
TODOS: ANUNCIAMOS, SENHOR, A VOSSA MORTE E PROCLAMAMOS A VOSSA RESSURREIÇÃO. VINDE, SENHOR JESUS!
P.: Celebrando agora, ó Pai, a memória do Vosso Filho, da Sua paixão que nos salva, da Sua gloriosa ressurreição e da Sua ascensão ao céu, e enquanto esperamos a Sua nova vinda, nós Vos oferecemos em ação de graças este sacrifício de vida e santidade.
TODOS: RECEBEI, Ó SENHOR, A NOSSA OFERTA!
P.: Olhai com bondade a oferenda da Vossa Igreja, reconhecei o sacrifício que nos reconcilia convosco e concedei que, alimentando-nos com o Corpo e o Sangue do Vosso Filho, sejamos repletos do Espírito Santo e nos tornemos em Cristo um só corpo e um só espírito.
TODOS: FAZEI DE NÓS UM SÓ CORPO E UM SÓ ESPÍRITO!
P.: Que Ele faça de nós uma oferenda perfeita para alcançarmos a vida eterna com os Vossos santos: a Virgem Maria, Mãe de Deus, São José, seu esposo, os Vossos Apóstolos e Mártires, e todos os santos, que não cessam de interceder por nós na Vossa presença.
TODOS: FAZEI DE NÓS UMA PERFEITA OFERENDA!
P.: E agora, nós Vos suplicamos, ó Pai, que este sacrifício da nossa reconciliação estenda a paz e a salvação ao mundo inteiro. Confirmai na fé e na caridade a Vossa Igreja, enquanto caminha neste mundo: o Vosso servo, o Papa Francisco, o nosso bispo Sergio, seus bispos auxiliares, com os bispos do mundo inteiro, o clero e todo o povo que conquistastes.
TODOS: LEMBRAI-VOS, Ó PAI, DA VOSSA IGREJA!
P.: Atendei às preces da Vossa família, que está aqui, na Vossa presença. Reuni em Vós, Pai de misericórdia, todos os Vossos filhos e filhas dispersos pelo mundo inteiro.
TODOS: LEMBRAI-VOS, Ó PAI, DOS VOSSOS FILHOS!
P.: Acolhei com bondade no Vosso reino os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida e todos os que morreram na Vossa amizade. Unidos a eles, esperamos também nós saciar-nos eternamente da Vossa glória, por Cristo, Senhor nosso.
TODOS: A TODOS SACIAI COM VOSSA GLÓRIA!
P.: Por Ele dais ao mundo todo bem e toda graça. Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre.
TODOS: AMÉM.
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – REFR.: VEM, Ó SENHOR, COM O TEU POVO CAMINHAR. TEU CORPO E SANGUE, VIDA E FORÇA VEM NOS DAR! (BIS) / 1. A Boa Nova proclamai com alegria. Deus vem a nós. Ele nos salva e nos recria. E o deserto vai florir e se alegrar. Da terra seca flores vão brotar. (Bis). / 2. Eis nosso Deus, Ele vem pra salvar. Com sua força vamos juntos caminhar e construir um mundo novo e libertado do egoísmo, da injustiça e do pecado. (bis). / 3. Uma voz clama no deserto com vigor: ”Preparai hoje os caminhos do Senhor!” Tirai do mundo a violência e ambição que não vos deixam ver no outro vosso irmão. (Bis). / 4. Distribuí os vossos bens com igualdade. Fazei na terra germinar fraternidade. O Deus da vida marchará com o seu povo e um povo novo viverá num mundo novo. (Bis).
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Alimentados pelo pão espiritual, nós vos suplicamos, ó Deus, que, pela participação nesta Eucaristia, nos ensineis a julgar com sabedoria os valores terrenos e colocar nossas esperanças nos bens eternos. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
RITOS FINAIS
21. BREVES AVISOS
22. BÊNÇÃO FINAL – MR (p. 520)
P.: O Senhor esteja convosco.
TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS.
P.: Que o Deus onipotente e misericordioso vos ilumine com o advento do seu Filho, em cuja vinda credes e cuja volta esperais, e derrame sobre vós as suas bênçãos.
TODOS: AMÉM.
P.: Que durante esta vida ele vos torne firmes na fé, alegres na esperança, solícitos na caridade.
TODOS: AMÉM.
P.: Alegrando-vos agora pela vinda do Salvador feito homem, sejais recompensados com a vida eterna, quando vier de novo em sua glória.
TODOS: AMÉM.
P.: Abençoe-vos o Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LEITURAS DA SEMANA
Seg.: IMACULADA CONCEIÇÃO DE NOSSA SENHORA. Solenidade. Gn3,9-15.20; Sl97; Ef1,3-6.11-12; Lc1,26-38.
Ter.: Is40,1-11; Sl95; Mt18,12-14.
Qua.: Is40,25-31; Sl102; Mt11,28-30.
Qui.: S. Dâmaso I. Papa. São João Diego. Mem.Facults. Is41,13-20; Sl144; Mt11,11-15.
Sex.: S. Senhora de Guadalupe. Padroeira da América Latina. Festa. Gl4,4-7; Sl95; Lc1,39-47.
Sáb.: S. Luzia. Virgem e Mártir. Memória. Eclo48,1-4.9-11; Sl79; Mt17,10-13.
Segunda Semana do Saltério
Segundo Domingo do Advento – Ano B
CANTOS PARA ESTA CELEBRAÇÃO: Cânticos do Hinário Litúrgico da CNBB
Preparando a Partilha da Palavra
No domingo passado fomos convocados a atenção e vigilância constante e a renovar a esperança na vinda do Senhor. Nesta liturgia, prosseguindo o nosso caminho de preparação ao Natal de Jesus, somos convidados a manter vivas a vigilância e a esperança. A Palavra de Deus nos convoca a reavivar a nossa vocação profética, a exemplo de Isaías, de João Batista e de Pedro. Jesus, anunciado por João Batista, continua na linha dos profetas. Ele é um profeta diferente. Ele fala com autoridade, mas está sempre numa atitude de escuta de Deus. O Espírito de Deus está sobre Ele. Nós, cristãos, pelo Batismo (no Espírito – Ele vos batizará com o Espírito Santo), adquirimos o jeito profético de Jesus. Seremos profetas que denunciam injustiças, mas que são capazes de anunciar a consolação que vem de Deus. Cheios de coragem de gritar, mesmo no “deserto”, que a libertação está próxima. Pessoas de ação e ao mesmo tempo de uma profunda relação com Deus. Homens e mulheres de Deus, que apontam o caminho para o Senhor, capazes de revelar o amor  e a compaixão do Pai. Anunciadores da paz, da  fidelidade, da justiça, da prosperidade e da salvação.  O nosso profetismo inspira-se na esperança de  um novo céu e uma nova terra. No nosso dia a  dia, estamos nos empenhando para implantarmos  o Reino de Deus? Onde ser profeta? No hoje da nossa história, marcada por sistemas neoliberais, excludentes, classista, por políticas corruptas e dominadoras, pela falta de ética e o descaso social com os pobres e vida. Mesmo no meio ao medo, à  violência e da incerteza, o sentido do Advento e do Natal não é algo sentimental: chorar de emoção por causa de uma criancinha. É alegrar-se porque Aquele que podemos chamar de “Filho de Deus” veio (e sempre vem!) viver no meio de nós para, com seu exemplo e sua sabedoria, lucidez e entrega de vida, mostrar concretamente o que significa o bem. São  palavras que nos encorajam a renovar a confiança no amor misericordioso de Deus e a reconduzir  nossos passos no caminho do bem e da vida plena.

 

Você pode Gostar de:

16º Domingo do Tempo Comum (18.07)

16º Domingo do Tempo Comum Ano B – cor verde – 18/07/2021 1. Saudação Presidente …