Página Inicial / Animação Litúrgica / 2º Domingo do Tempo Comum

2º Domingo do Tempo Comum

EIS-ME AQUI, SENHOR! PRA FAZER TUA VONTADE.
SEGUNDO DOMINGO DO TEMPO COMUM
Cor Litúrgica: verde
Animador: Meus irmãos, a Liturgia de hoje nos revela que a vocação é sempre uma iniciativa de Deus que, por ser amor, nos chama a cumprir uma missão e nos confia o dever de sermos testemunhas e anunciadores do Seu projeto salvífico. Fiquemos de pé e iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – REFR.: TODA A TERRA TE ADORE, / Ó SENHOR DO UNIVERSO, / OS LOUVORES DO TEU NOME / CANTE O POVO EM SEUS VERSOS! / 1. Venham todos, com alegria, / aclamar nosso Senhor, caminhando ao seu encontro, / proclamando seu louvor. / Ele é o Rei dos reis / e dos deuses o maior. / 2. Tudo é dele: abismos, montes, / mar e terra ele formou. / De joelhos adoremos / este Deus que nos criou, / pois nós somos seu rebanho / e Ele é nosso Pastor. / 3. Ninguém feche o coração, / escutemos sua voz. / Não sejamos tão ingratos, / tal e qual nossos avós. / Mereçamos o que Ele / tem guardado para nós. / 4. Glória ao Pai que nos acolhe / e a seu Filho Salvador. / Igualmente, demos glória / ao Espírito de Amor. / Hoje e sempre, eternamente, / cantaremos seu louvor.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A vós, irmãos e irmãs, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo! TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: Irmãos e irmãs, reconheçamos as nossas culpas para celebrarmos dignamente os santos mistérios. (Pausa). Senhor, que viestes salvar os corações arrependidos, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, que viestes chamar os pecadores humilhados, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, que intercedeis por nós, junto a Deus Pai que nos perdoa, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus de bondade e misericórdia tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Deus eterno e todo-poderoso, que governais o céu e a terra, escutai com bondade as preces do vosso povo e dai ao nosso tempo a vossa paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
Anim.: Irmãos amados, por meio de Sua Palavra, Cristo nos chama a colaborar no anúncio da Boa Nova da salvação. Escutemos com atenção a Palavra que nos salva.
6. 1ª LEITURA (1Sm 3,3b-10.19) – Leitura do Primeiro Livro de Samuel.
Naqueles dias, 3bSamuel estava dormindo no templo do Senhor, onde se encontrava a arca de Deus. 4Então o Senhor chamou: Samuel, Samuel!” Ele respondeu: “Estou aqui”. 5E correu para junto de Eli e disse: “Tu me chamaste, aqui estou”. Eli respondeu: “Eu não te chamei. Volta a dormir!” E ele foi deitar-se. 6O Senhor chamou de novo: “Samuel, Samuel!” E Samuel levantou-se, foi ter com Eli e disse: “Tu me chamaste, aqui estou”. Ele respondeu: “Não te chamei, meu filho. Volta a dormir!” 7Samuel ainda não conhecia o Senhor, pois, até então, a palavra do Senhor não se lhe tinha manifestado. 😯 Senhor chamou pela terceira vez: “Samuel, Samuel!” Ele levantou-se, foi para junto de Eli e disse: “Tu me chamaste, aqui estou”. Eli compreendeu que era o Senhor que estava chamando o menino. 9Então disse a Samuel: “Volta a deitar-te e, se alguém te chamar, responderás: ‘Senhor, fala, que teu servo escuta!’” E Samuel voltou ao seu lugar para dormir. 10O Senhor veio, pôs-se junto dele e chamou-o como das outras vezes: “Samuel! Samuel!” E ele respondeu: “Fala, que teu servo escuta”. 19Samuel crescia, e o Senhor estava com ele. E não deixava cair por terra nenhuma de suas palavras. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 39/40)
REFR.: EU DISSE: “EIS QUE VENHO SENHOR!/ COM PRAZER FAÇO A VOSSA VONTADE!” / 1. Esperando, esperei no Senhor e inclinando-se, ouviu meu clamor. Canto novo ele pôs em meus lábios, um poema em louvor ao Senhor./ 2. Sacrifício e oblação não quisestes, mas abristes, Senhor, meus ouvidos; não pedistes ofertas nem vítimas, holocaustos por nossos pecados./ 3. E então eu vos disse: “Eis que venho!“ Sobre mim está escrito no Livro: “Com prazer faço a vossa vontade, guardo em meu coração vossa Lei!”/ 4. Boas novas de vossa justiça anunciei numa grande assembleia; vós sabeis: não fechei os meus lábios!
8. 2ª LEITURA (1Cor 6,13c-15a.17-20) – Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios.
Irmãos: 13cO corpo não é para a imoralidade, mas para o Senhor, e o Senhor é para o corpo; 14e Deus, que ressuscitou o Senhor, nos ressuscitará também a nós pelo seu poder. 15aPorventura ignorais que vossos corpos são membros de Cristo? 17Quem adere ao Senhor torna-se com ele um só espírito. 18Fugi da imoralidade. Em geral, qualquer pecado que uma pessoa venha a cometer fica fora do seu corpo. Mas o fornicador peca contra o seu próprio corpo. 19Ou ignorais que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que mora em vós e que vos é dado por Deus? E, portanto, ignorais também que vós não pertenceis a vós mesmos? 20De fato, fostes comprados, e por preço muito alto. Então, glorificai a Deus com o vosso corpo. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. CANTO DE ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – REFR.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! (BIS) / Encontramos o Messias, Jesus Cristo, de graça e verdade ele é pleno; de sua imensa riqueza, graças sem fim recebemos.
10. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO – (Jo 1,35-42) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo: 35João estava de novo com dois de seus discípulos 36e, vendo Jesus passar, disse: “Eis o Cordeiro de Deus!” 37Ouvindo essas palavras, os dois discípulos seguiram Jesus. 38Voltando-se para eles e vendo que o estavam seguindo, Jesus perguntou: “O que estais procurando?” Eles disseram: “Rabi (que quer dizer: Mestre), onde moras?” 39Jesus respondeu: “Vinde ver”. Foram pois ver onde ele morava e, nesse dia, permaneceram com ele. Era por volta das quatro da tarde. 40André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que ouviram as palavras de João e seguiram Jesus. 41Ele foi encontrar primeiro seu irmão Simão e lhe disse: “Encontramos o Messias” (que quer dizer: Cristo) 42Então André conduziu Simão a Jesus. Jesus olhou bem para ele e disse: “Tu és Simão, Filho de João; tu serás chamado Cefas” (que quer dizer: Pedra). Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO UNIVERSAL – P.: Irmãos e irmãs, supliquemos a Deus que ouça as nossas súplicas e nos ensine a colaborar, com generosidade, em Seu plano de salvação. Digamos, com fervor: Senhor, atendei-nos!
TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
1) Pela Santa Igreja de Deus, para que continue anunciando a todos o amor de Jesus e a beleza de Sua obra salvadora, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
2) Pelo nosso Arcebispo Dom Sergio da Rocha e pelos Bispos Auxiliares de nossa Arquidiocese, para que, imbuídos da Palavra de Deus, vivam a fé em plenitude e a testemunhem com alegria, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
3) Por todas as pessoas que não reconhecem os sinais de Deus, para que o amor e o acolhimento dos fiéis cristãos sejam para eles um sinal da existência e da bondade de Cristo, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
4) Por todos nós aqui reunidos, para que sejamos colaboradores exemplares no anúncio da Boa Nova da Salvação, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
(Preces Espontâneas):
P.: Senhor, Pai misericordioso e fiel, cuidai com carinho dos que chamastes para o Vosso serviço e fortalecei com Vosso amor os que vacilam no caminho. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM!
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – REFR.: DE MÃOS ESTENDIDAS OFERTAMOS / O QUE DE GRAÇA RECEBEMOS. (BIS)/ 1. A natureza tão bela, que é louvor, que é serviço. O sol que ilumina as trevas, transformando-as em luz. O dia que nos traz o pão, e a noite que nos dá repouso. Ofertemos ao Senhor, o louvor da criação. / 2. Nossa vida toda inteira ofertamos ao Senhor, como prova de amizade, como prova de amor. Com o vinho e com o pão, ofertemos ao Senhor nossa vida toda inteira, o louvor da criação.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Concedei-nos, ó Deus, a graça de participar constantemente da Eucaristia, pois todas as vezes que celebramos este sacrifício, torna-se presente a nossa redenção. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA IV – MR (p. 488) – Na verdade, ó Pai, é nosso dever dar-vos graças, é nossa salvação dar-vos glória: só vós sois o Deus vivo e verdadeiro que existis antes de todo o tempo e permaneceis para sempre, habitando em luz inacessível. Mas, porque sois o Deus de bondade e a fonte da vida, fizestes todas as coisas para cobrir de bênçãos as vossas criaturas e a muitos alegrar com a vossa luz. TODOS: ALEGRAI-NOS, Ó PAI, COM VOSSA LUZ!
P.: Eis, pois, diante de vós todos os Anjos que vos servem e glorificam sem cessar, contemplando a vossa glória. Com eles, também nós, e, por nossa voz, tudo o que criastes, celebramos o vosso nome, cantando (dizendo) a uma só voz:
TODOS: SANTO, SANTO, SANTO…
P.: Nós proclamamos a vossa grandeza, Pai Santo, a sabedoria e o amor com que fizestes todas as coisas: criastes o homem e a mulher à vossa imagem e lhes confiastes todo o universo, para que, servindo a vós, seu Criador, dominassem toda criatura. E quando pela desobediência perderam a vossa amizade, não os abandonastes ao poder da morte, mas a todos socorrestes com bondade, para que, ao procurar-vos, vos pudessem encontrar.
TODOS: SOCORREI COM BONDADE OS QUE VOS BUSCAM!
P.: E, ainda mais, oferecestes muitas vezes aliança aos homens e às mulheres e os instruístes pelos profetas na esperança da salvação. E de tal modo, Pai santo, amastes o mundo que, chegada a plenitude dos tempos, nos enviastes vosso próprio Filho para ser o nosso Salvador.
TODOS: POR AMOR NOS ENVIASTES VOSSO FILHO!
P.: Verdadeiro homem, concebido do Espírito Santo e nascido da Virgem Maria, viveu em tudo a condição humana, menos o pecado, anunciou aos pobres a salvação, aos oprimidos a liberdade, aos tristes a alegria. E, para realizar o vosso plano de amor, entregou-se à morte e, ressuscitando dos mortos, venceu a morte e renovou a vida.
TODOS: JESUS CRISTO DEU-NOS VIDA POR SUA MORTE!
P.: E, a fim de não mais vivermos para nós, mas para ele, que por nós morreu e ressuscitou, enviou de vós, ó Pai, o Espírito Santo, como primeiro dom aos vossos fiéis para santificar todas as coisas levando à plenitude a sua obra.
TODOS: SANTIFICAI-NOS PELO DOM DO VOSSO ESPÍRITO!
P.: Por isso, nós vos pedimos que o mesmo Espírito Santo santifique estas oferendas, a fim de que se tornem o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso, para celebrarmos este grande mistério que ele nos deixou em sinal da eterna aliança.
TODOS: SANTIFICAI NOSSA OFERENDA PELO ESPÍRITO!
P.: Quando, pois, chegou a hora em que por vós, ó Pai, ia ser glorificado, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim. Enquanto ceavam, Ele tomou o pão, deu graças e o partiu, e deu a seus discípulos, dizendo: "TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS". Do mesmo modo, Ele tomou em suas mãos o cálice com vinho, deu graças novamente e o deu a seus discípulos dizendo: "TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS PARA A REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM". Eis o mistério da fé!
TODOS: SALVADOR DO MUNDO, SALVAI-NOS, VÓS QUE NOS LIBERTASTES PELA CRUZ E RESSURREIÇÃO.
P.: Celebrando, agora, ó Pai, a memória da nossa redenção, anunciamos a morte de Cristo e sua descida entre os mortos, proclamamos a sua ressurreição e ascensão à vossa direita, e, esperando a sua vinda gloriosa, nós vos oferecemos o seu Corpo e Sangue, sacrifício do vosso agrado e salvação do mundo inteiro. TODOS: RECEBEI, Ó SENHOR, A NOSSA OFERTA!
P.: Olhai, com bondade, o sacrifício que destes à vossa Igreja e concedei aos que vamos participar do mesmo pão e do mesmo cálice que, reunidos pelo Espírito Santo num só corpo, nos tornemos em Cristo um sacrifício vivo para o louvor da vossa glória.
TODOS: FAZEI DE NÓS UM SACRIFÍCIO DE LOUVOR!
P.: E agora, ó Pai, lembrai-vos de todos pelos quais vos oferecemos este sacrifício: o vosso servo o papa Francisco, o nosso bispo Sergio, os bispos do mundo inteiro, os presbíteros e todos os ministros, os fiéis que, em torno deste altar, vos oferecem este sacrifício, o povo que vos pertence e todos aqueles que vos procuram de coração sincero.
TODOS: LEMBRAI-VOS, Ó PAI, DOS VOSSOS FILHOS!
P.: Lembrai-vos também dos que morreram na paz do vosso Cristo e de todos os mortos dos quais só vós conhecestes a fé.
TODOS: A TODOS SACIAI COM VOSSA GLÓRIA!
P.: E a todos nós, vossos filhos e filhas, concedei, ó Pai de bondade, que, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, São José, seu castíssimo esposo, com os Apóstolos e todos os Santos, possamos alcançar a herança eterna no vosso reino, onde, com todas as criaturas, libertas da corrupção do pecado e da morte, vos glorificaremos por Cristo, Senhor nosso.
TODOS: CONCEDEI-NOS O CONVÍVIO DOS ELEITOS!
P.: Por ele dais ao mundo todo bem e toda graça. Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre.
TODOS: AMÉM.
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – 1. Quando te domina o cansaço/ E já não puderes dar um passo/ Quando o bem ao mal ceder/ E tua vida não quiser/ Ver um novo amanhecer/ Levanta-te e come/ Levanta-te e come/ Que o caminho é longo/ Caminho longo./ REFR.: EU SOU TEU ALIMENTO, Ó CAMINHEIRO/ EU SOU O PÃO DA VIDA VERDADEIRO/ TE FAÇO CAMINHAR, VALE E MONTE ATRAVESSAR/ PELA EUCARISTIA, EUCARISTIA./ 2. Quando te perderes no deserto/ E a morte então sentires perto/ Sem mais força pra subir/ Sem coragem de assumir/ O que Deus de ti pedir/ Levanta-te e come/ Levanta-te e come/ Que o caminho é longo/ Caminho longo./ 3. Quando a dor, o medo, a incerteza/ Tentam apagar tua chama acesa/ E tirar do coração/ A alegria e a paixão/ De lutar, não ser em vão/ Levanta-te e come/ Levanta-te e come/ Que o caminho é longo/ Caminho longo./ 4- Quando não achares o caminho/ Triste e abatido vais sozinho/ O olhar sem brilho e sem luz/ Sob o peso de tua cruz/ Que a lugar nenhum conduz/ Levanta-te e come/ Levanta-te e come/ Que o caminho é longo/ Caminho longo./ 5. Quando a voz do anjo então ouvires/ E o coração de Deus sentires/ Te acordando para o amor/ Renovando teu vigor/ Água e pão, o bem maior/ Levanta-te e come/ Levanta-te e come/ Que o caminho é longo/ Caminho longo.
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – CEL.: OREMOS: (Pausa) Penetrai-nos, ó Deus, com o vosso Espírito de caridade, para que vivam unidos no vosso amor os que alimentais com o mesmo pão. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
RITOS FINAIS
21. BREVES AVISOS
22. BÊNÇÃO FINAL
Partilha da Palavra
A Liturgia de hoje propõe-nos uma reflexão sobre a disponibilidade para acolher o chamado de Deus e seguir Jesus. A 1ª leitura apresenta-nos a história do chamado de Samuel. O Evangelho descreve o encontro de Jesus com seus discípulos e na 2ª leitura, Paulo convida os cristãos de Corinto a viverem de forma coerente ao Batismo recebido, porque a vida dos batizados está unida a Cristo e forma com Ele um só corpo. A Palavra de Deus dirigida a Samuel, aos discípulos e aos cristãos de Corinto, nos convida a uma resposta que consiste em seguimento a Jesus apresentado no Evangelho como Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. São muitas as vozes que ouvimos todos os dias, vendendo propostas de vida e de felicidade. Samuel não identificou a voz de Deus sozinho, recorreu à ajuda do sacerdote Eli. Como identificar a voz de Deus no meio de tantas vozes que dia a dia escutamos e que nos sugerem multiplicidades de caminhos e propostas? Todos nós somos chamados a uma missão no mundo; a missão vem de Deus que nos convida a acolher a vida nova que Ele nos oferece e dar testemunho dela a cada instante de nossa existência. Deus nos chama pelo nome e quer de nós uma vida completamente nova: olhar para o Cordeiro, segui-Lo, descobrir sua morada e ficar com Ele na comunidade dos que creem e também lá onde o Mestre está agora, pois Ele foi preparar um lugar junto ao Pai para todos. Jesus é o caminho para passar das trevas à luz. Reflitamos: ser cristão é ser testemunho de Jesus. Mas que tipo de testemunho é o nosso? Como estamos acolhendo o chamado de Deus e apresentando Jesus, o Cordeiro de Deus, em nossas famílias, no trabalho, na comunidade e na sociedade?

LEITURAS DA SEMANA
Seg.: Hb5,1-10; Sl109(110); Mc2,18-22.
Ter.: S. Fabiano Papa e S. Sebastião. Mártires. Mem.Facult. Hb 6,10-20; Sl110(111); Mc2,23-28.
Qua.: Sta. Inês. Virgem e Mártir. Memória Hb7,1-3.15-17 Sl109(110); Mc3,1-6.
Qui.: S. Vicente Diácono. Mártir. Mem.Facult. Hb7,25-8,6; Sl39(40); Mc3,7-12.
Sex.: Hb8,6-13; Sl84(85); Mc3,13-19.
Sáb.: S.Francisco de Sales. Bispo e Doutor. Memória. Hb9,2-3.11-14; Sl46(47); Mc3,20-21.
Segunda Semana do Saltério
Segundo Domingo do Tempo Comum

Você pode Gostar de:

4º Domingo da Quaresma (21.03)

Ano B – cor roxa – 21/03/2021 1. Saudação Presidente – Irmãos e irmãs em …