Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia 32º Domingo Comum

Liturgia 32º Domingo Comum

LITURGIA – 32º DOMINGO COMUM – 08.11.2015
“Chegue até vós a minha súplica,Inclinai vosso ouvido à minha prece!”

1.Acolhida.
Estamos na Casa de Deus para adorar e para ouvir a sua Palavra. Deus garante ao pobre a sua preferência! Ele ama o pobre porque este põe sua confiança no poder e na providência divina. Renovemos, neste dia, nosso abandono nas mãos amorosas de nosso Deus Providência.

2.PALAVRA DE DEUS.
1Re 17,10-16 – Uma pobre viúva, pagã, acolhe o profeta Elias em sua casa e o alimenta com o ultimo pão que ela sonha partilhar com o filho antes de morrer de fome!  Ela não dá para o profeta as sobras de sua dispensa, mas o que era necessário para não morrer de fome!
Hb 9,24-28 – Jesus, o verdadeiro sacerdote, não ofereceu, apenas, orações para salvar o povo e nem ofereceu sobras para alimentá-lo! Deus ofereceu seu próprio Filho Jesus!
Mc 12,38-44 – O mundo dos ricos é um mundo de aparências. Adoram aparecer: vestem bem, parecem bons, mas roubam até das viúvas! Mas, Jesus vê a generosidade da viúva que deu de esmola o que lhe era necessário para viver!

3.Reflexão.
Deus ama o pobre e sempre toma seu partido. Isto está claro em todas as páginas da Bíblia Por que será? Os pobres das “Bem-aventuranças” eram pobres que haviam pedido suas terras para descontar os impostos cobrados pelos poderosos daquele tempo, leigos e religiosos. Para estes pobres, Jesus ensina a Oração do Pai nosso e do Pão nosso de cada dia! O pobre precisa saber que é amado por Deus e que este lhe dá, cada dia, o pão necessário para viver! Basta confiar e entregar sua vida a Deus.
Uma viúva sustenta o profeta Elias e outra recebe de Jesus o melhor e o maior elogio. O rico gosta de ser elogiado, mas pelos homens que não conhecem seu interior! Bom é ser elogiado por Deus porque Ele pode dar-nos o pão e a paz que brota de seu generoso coração. E você procura merecer o elogio de Deus ou dos homens, gosta de parecer bom ou prefere ser bom de verdade?
O pobre, que é pobre, não recusa o dinheiro, mas não o adora e nem rouba para enriquecer! Ele acredita em Deus e na sua promessa, embora nem saiba direito o que Deus lhe prometeu! Deus não serve para receber um celular de última geração ou um carro do ano! Deus nos deu seu Filho para salvar-nos do pecado e para enriquecer-nos com sua graça divina. O presente de Deus é alegria de ser seu filho adotivo e destinado à vida eterna!
“Como é difícil um rico entrar no Reino de Deus!”, disse-nos Jesus no Evangelho de domingo passado. Difícil porque o dinheiro não nos livra da morte e nem compra a vida eterna! Somente Jesus tem poder de salvar-nos e ao preço de seu próprio Sangue derramado na Cruz! O dinheiro rouba a alma e, inclusive, não salva o corpo. O dinheiro não compra a vida e nem a imortalidade de filho adotivo de Deus! Quem adora o dinheiro assemelha-se a gado gordo destinado ao Açougue! (Sl 48,13.21).
“Senhor, que eu veja e entenda a tua proposta!”

Frei Carlos Zagonel.
Fonte: http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=3477

Você pode Gostar de:

Liturgia da Festa de São Pedro e São Paulo 04.07.2021

“TU ÉS PEDRO E SOBRE ESTA PEDRA,CONSTRUIREI A MINHA IGREJA”. 1.Acolhida A Igreja católica celebra …