Página Inicial / Animação Litúrgica / 2º Domingo do Tempo Comum

2º Domingo do Tempo Comum

BODAS DE CANÁ: JESUS REALIZA SEU PRIMEIRO SINAL: TRANSFORMOU ÁGUA EM VINHO.
 
17 de janeiro de 2016 
SEGUNDO DOMINGO DO TEMPO COMUM
ANO DA MISERICÓRDIA – Ano C
COR LITÚRGICA: VERDE
A – Meus irmãos, Cristo, nas bodas de Caná, manifesta a sua glória e suscita a fé nos discípulos. Hoje, somos convidados a fazer tudo o que Ele nos ensinou. Fiquemos de pé e iniciemos nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – R.: BEM CONTENTES VIEMOS, SENHOR, PRA CANTAR, JUBILOSOS, LOUVOR, NOSSA VIDA ESTÁ CHEIA DE GRAÇA, A MOSTRAR TUA AMÁVEL PRESENÇA. / 1. Por meus olhos que veem eu te canto louvor, eu te vejo em meu ser, como és bom, meu Senhor!/ 2. Tudo vem só de Ti, que és fonte do ser, toda glória a Ti, toda honra e poder.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A vós, irmãos e irmãs, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo! TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: Irmãos e irmãs, reconheçamos as nossas culpas para celebrarmos dignamente os santos mistérios. (Pausa). Senhor, que viestes salvar os corações arrependidos, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, que viestes chamar os pecadores humilhados, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, que intercedeis por nós, junto a Deus Pai que nos perdoa, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus de bondade e misericórdia tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Deus eterno e todo-poderoso, que governais o céu e a terra, escutai com bondade as preces do vosso povo e dai ao nosso tempo a vossa paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A: Meus irmãos, ouçamos com atenção a Palavra de Deus que nos ilumina e instrui.
6. 1ª LEITURA (Is 62, 1-5) – Leitura do Livro do Profeta Isaías. 1Por amor de Sião não me calarei, por amor de Jerusalém não descansarei, enquanto não surgir nela, como um luzeiro, a justiça e não se acender nela, como uma tocha, a salvação. 2As nações verão a tua justiça, todos os reis verão a tua glória; serás chamada com um nome novo, que a boca do Senhor há de designar. 3E serás uma coroa de glória na mão do Senhor, um diadema real nas mãos de teu Deus. 4Não mais te chamarão Abandonada, e tua terra não mais será chamada Deserta; teu nome será Minha Predileta e tua terra será a Bem-Casada, pois o Senhor agradou-se de ti e tua terra será desposada. 5Assim como o jovem desposa a donzela, assim teus filhos te desposam; e como a noiva é a alegria do noivo, assim também tu és a alegria de teu Deus. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 95/96)
R.: CANTAI AO SENHOR DEUS UM CANTO NOVO, MANIFESTAI OS SEUS PRODÍGIOS ENTRE OS POVOS: / 1. Cantai ao Senhor Deus um canto novo, / cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! / Cantai e bendizei seu santo nome! / 2. Dia após dia anunciai sua salvação, / manifestai a sua glória entre as nações, / e entre os povos do universo seus prodígios! / 3. Ó famílias das nações, dai ao Senhor, / ó nações, dai ao Senhor poder e glória, / dai-lhe a glória que é devida ao seu nome! / Oferecei um sacrifício nos seus átrios. / 4. Adorai-o no esplendor da santidade, / terra inteira, estremecei diante dele! / Publicai entre as nações: “Reina o Senhor!” / Pois os povos ele julga com justiça.
8. 2ª LEITURA (1 Cor 12, 4-11) – Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios.
Irmãos: 4Há diversidade de dons, mas um mesmo é o Espírito. 5Há diversidade de ministérios, mas um mesmo é o Senhor. 6Há diferentes atividades, mas um mesmo Deus que realiza todas as coisas em todos. 7A cada um é dada a manifestação do Espírito em vista do bem comum. 8A um é dada pelo Espírito a palavra da sabedoria. A outro, a palavra da ciência segundo o mesmo Espírito. 9A outro, a fé no mesmo Espírito. A outro, o dom de curas no mesmo Espírito. 10A outro, o poder de fazer milagres. A outro, profecia. A outro, discernimento de espíritos. A outro, falar línguas estranhas. A outro, interpretação de línguas. 11Todas estas coisas as realiza um e o mesmo Espírito, que distribui a cada um conforme quer. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. CANTO DE ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! / O Senhor Deus nos chamou, por meio do Evangelho, a fim de alcançarmos a glória de Cristo.
10. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO – (Jo 2, 1-11) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, 1Houve um casamento em Caná da Galileia. A mãe de Jesus estava presente. 2Também Jesus e seus discípulos tinham sido convidados para o casamento. 3Como o vinho veio a faltar, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não têm mais vinho”. 4Jesus respondeu-lhe: “Mulher, por que dizes isto a mim? Minha hora ainda não chegou”. 5Sua mãe disse aos que estavam servindo: “Fazei o que ele vos disser”. 6Estavam seis talhas de pedra colocadas aí para a purificação que os judeus costumam fazer. Em cada uma delas cabiam mais ou menos cem litros. 7Jesus disse aos que estavam servindo: “Enchei as talhas de água”. Encheram-nas até a boca. 8Jesus disse: “Agora tirai e levai ao mestre-sala”. E eles levaram. 9O mestre-sala experimentou a água, que se tinha transformado em vinho. Ele não sabia de onde vinha, mas os que estavam servindo sabiam, pois eram eles que tinham tirado a água. 10O mestre-sala chamou então o noivo e lhe disse: “Todo mundo serve primeiro o vinho melhor e, quando os convidados já estão embriagados, serve o vinho menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora!” 11Este foi o início dos sinais de Jesus. Ele o realizou em Caná da Galileia e manifestou a sua glória, e seus discípulos creram nele. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, nosso Deus é o Deus dos vivos, não dos mortos. Vamos apresentar-Lhe o desejo de vida que há em nós, suplicando confiantes: Senhor, escutai a nossa prece!
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
1) Pelo Santo Padre, o Papa Francisco, para que seja sempre orientado pelo Espírito Santo e governe a Igreja com sabedoria, ternura, prudência e amor, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
2) Pelos nossos governantes, para que desenvolvam, com justiça, o bem comum e promovam os direitos dos cidadãos mais necessitados, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
3) Pelas famílias que passam por tribulações e dificuldades, para que consigam superar seus problemas por meio da ajuda solícita dos irmãos, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
4) Por todos nós aqui reunidos, para que não retenhamos egoisticamente os dons da graça que nos foram dados, mas os coloquemos, com amor, a serviço do nosso próximo, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
(Preces Espontâneas)
P.: Senhor, atendei com generosidade estes nossos pedidos, enchei com Vossa riqueza os que chamastes e dai Vossa força aos que vacilam no caminho. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – 1. Um coração para amar, pra perdoar e sentir, para chorar e sorrir, ao me criar tu me destes, um coração pra sonhar, inquieto e sempre a bater, ansioso por entender as coisas que tu disseste!/ R.: EIS O QUE EU VENHO TE DAR, EIS O QUE EU PONHO NO ALTAR, TOMA SENHOR QUE ELE É TEU, MEU CORAÇÃO NÃO É MEU.(BIS)/ 2.Quero que o meu coração seja tão cheio de paz que não se sinta capaz de sentir ódio ou rancor, quero que a minha oração possa me amadurecer, leve-me a compreender as consequências do amor!
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Concedei-nos, ó Deus, a graça de participar constantemente da Eucaristia, pois todas as vezes que celebramos este sacrifício, torna-se presente a nossa redenção. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA IV – MR (p. 488) 
18. RITO DA COMUNHÃO
19 CANTO DE COMUNHÃO – 1. É bom estarmos juntos à mesa do Senhor e, unidos na alegria, partir o Pão do Amor!/ R.: NA VIDA CAMINHA QUEM COME DESTE PÃO. NÃO ANDA SOZINHO QUEM VIVE EM COMUNHÃO./ 2. Embora sendo muitos, é um o nosso Deus; com Ele, vamos juntos, seguindo os passos seus!/ 3. Formamos a Igreja, o Corpo do Senhor; que em nós o mundo veja a luz do seu amor!/ 4. Foi Deus quem deu outrora ao povo o pão do céu, porém, nos dá agora o próprio Filho seu!/ 5. Será bem mais profundo o encontro: a comunhão, se formos para o mundo sinal de salvação!
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Penetrai-nos, ó Deus, com o vosso Espírito de caridade, para que vivam unidos no vosso amor os que alimentais com o mesmo pão. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
RITOS FINAIS
21. BREVES AVISOS
22. BÊNÇÃO FINAL

Preparando a Partilha da Palavra
A primeira leitura e o Evangelho servem-se da imagem do casamento para apresentar as relações entre Deus e o seu povo. O profeta Isaías promete que Jerusalém, destruída e abandonada, se tornará novamente a esposa amada pelo seu Deus. É uma palavra de esperança para manter a confiança do povo e sua fé na fidelidade de Deus que ama seu povo como um esposo fiel.O Salmo 96(95) expressa um clima de festa porque Deus governa o mundo com retidão, justiça e fidelidade. A segunda leitura trata de um tema atual para as nossas comunidades: os carismas. Estes foram comunicados por Deus a cada um de nós para que possamos servir melhor aos irmãos. Quando os carismas são utilizados deste modo, na comunidade reinam o amor, a alegria e a paz. O evangelho deste domingo é um resumo que mostra o significado da obra, vida e morte de Jesus para a humanidade. O casamento de Caná é um anúncio convocador para a adesão a Cristo. É o primeiro dos sinais que João escolhe para apontar o significado mais profundo da missão de Jesus. São estes os sinais que manifestam a presença do “vinho” dado por Jesus. Hoje, de tantas maneiras a humanidade busca usufruir da festa da vida. Mas, o povo em grande parte, está de talhas vazias; a religião quando desligada da vida não alimenta a comunhão com Deus. Falta vinho bom também em nossas talhas! Jesus pode transformar nosso vinho em vinho novo com sabor de sabedoria, solidariedade, justiça, bondade, verdade, cuidado com a vida, com as pessoas, com o meio ambiente, com as águas e nossa mãe Terra! Uma fé e uma esperança nos acompanham: “Vinho melhor foi guardado para hora que já chegou!” Da Palavra de Deus, do projeto de Jesus Cristo beberemos “novos céus e nova terra!” Jesus continua presente para salvar nossa festa. Ele preenche nossas carências e fragilidades com o vinho de sua ação libertadora e entrega eucarística de sua vida.

LEITURAS DA SEMANA
Seg.:1Sm 15, 16-23; Sl 49(50),8-9.16bc-17.21.23 (R/. 23b); Mc 2,18-22
Ter.: 1Sm 16, 1-13; Sl 88(89),20. 21-22. 27-28 (R/. 21a); Mc 2, 23-28
Qua.: S. Fabiano PpMt, MFac. S. Sebastião Mt, MFac.1Sm 17,32-33.37.40-51; Sl 143(144),1. 2. 9-10 (R/. 1a); Mc 3,1-6
Qui.: Sta Inês VgMt, memória; 1Sm 18,6-9;19,1-7; Sl 55(56),2-3. 9-10ab.10c-11.12-13 (R/. 5bc); Mc 3,7-12
Sex.: S. Vicente Diácono Mt, MFac. 1Sm 24,3-21; Sl 56(57),2.3-4.6 e 11 (R/. 2a); Mc 3,13-19
Sáb: 2Sm 1,1-4.11-12.19.23-27; Sl 79 (80),2-3.5-7 (R/. 4b); Mc 3,20-21
Segunda Semana do Saltério
Segundo Domingo do Tempo Comum

Você pode Gostar de:

16º Domingo do Tempo Comum (18.07)

16º Domingo do Tempo Comum Ano B – cor verde – 18/07/2021 1. Saudação Presidente …