Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – Imaculada Conceição – 08.12.2016.

Liturgia – Imaculada Conceição – 08.12.2016.

“Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!”
1.Acolhida.
Alegremo-nos com a festividade da Virgem Maria Imaculada. Com esta festividade, a Igreja não entende diminuir a importância do Natal, mas quer associá-lo à festa da Mãe de Deus.
Deus é poderoso, mas não dispensou a colaboração da mulher na realização de seu Plano. Maria, mulher privilegiada, fiel e generosa, colabora com Deus: “Eis aqui a Serva do Senhor!” Maria, cheia de graça, é a Virgem preparada para ser a Mãe de Deus, dela nasce Menino que vai caminhar no meio do povo. Serva humilde, não rouba a gloria de Deus; pelo contrário glorifica-o porquê “Ele realizou grande obras em meu favor e santo é seu nome!” Nós, hoje, queremos juntar-nos “a todas as gerações e que a proclamam bem-aventurada!”.

2.Palavra de Deus.
Gn 3,9-15.20 – A felicidade do ser humano está na sua convivência com Deus! O pecado encheu o ser humano de medo e vergonha! Ele se esconde, mas Deus vai à sua procura: “Adão, onde estás?” Deus se faz Menino para procurar o ser humano e convier com Ele!

Ef 1,3-6.11-12 – Desde a eternidade, Deus pensou no ser humano como filho adotivo e participante de sua divindade. A filiação divina não é um remendo para reparar os estragos do pecado: Deus realiza com amor incrível seu Plano de Salvação, agora, no sofrimento. Ele nos recorda que somos da raça divina!

Lc 1,26-38 – Deus quer salvar o ser humano e a Virgem Maria “serva do Senhor” e colaboradora do próprio Deus! Ela, a Mulher cheia de graça, torna-se a pobrezinha serva do Senhor! Ela é nossa Mãe e Mestra nos caminhos da Salvação.

3.Reflexão.

Deus não criou o ser humano para atormentá-lo com medo, sofrimento e morte! Deus o criou para uma convivência amorosa com o próprio Deus! O pecado humano estragou a obra de Deus, mas Ele não abandonou sua criatura! Vai à sua procura: “Adão, onde estás?” O medo e o sofrimento são frutos do pecado, mas Deus vai recriar o ser humano à sua imagem e semelhança de seu Filho Jesus Cristo, o Menino de Belém! O Natal é a festa da alegria devolvida ao ser humano. Deus procura o ser humano e caminha com ele pelas estradas da vida. Sofre com Ele e aponta-lhe o caminho do retorno à convivência amorosa com Deus.
A festa de Maria, Virgem e Mãe e cheia de graça divina, torna-se modelo para a humanidade, agora, restaurada pela misericórdia divina. Em Maria, enriquecida pela graça divina, Deus inicia uma nova humanidade restaurada por sua infinita misericórdia. Maria torna-se “Mãe da Divina graça” e o ser humano perde o medo de Deus!
Maria não sentiu medo de Deus (do anjo); encheu-se de coragem e lhe pediu explicações a respeito da concepção. Disse-lhe o anjo: “O Espírito de Deus te cobrirá com sua sombra. Por isso, o Menino que vai nascer de ti será chamado Filho de Deus!” Na Bíblia, a sombra é sinal e símbolo da presença divina (Ex27, 21). Como é maravilhoso contemplar o poder de Deus; pelo contrário, como é triste e deprimente considerar a imaginação maliciosa do mundo sexista de todos os tempos. O pecado é horroroso! Ele estraga a obra de Deus, mas Deus é maior, tem poder e misericórdia.
“Eis aqui a Serva do Senhor; faça-se em mim segundo sua Palavra!” Maria declara-se serva do Senhor antecipando o ensinamento de seu Filho: “Quem não renuncia a si mesmo e me segue, não é digno de mim!” Maria é Mãe e Mestra de seus filhos. A melhor maneira de louvar a Maria é tornar-se servos do Senhor como Ela.
Todas as nações cantam as glórias de Maria!

Frei Carlos Zagonel
Fonte:http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=4219

Você pode Gostar de:

Liturgia da Festa de São Pedro e São Paulo 04.07.2021

“TU ÉS PEDRO E SOBRE ESTA PEDRA,CONSTRUIREI A MINHA IGREJA”. 1.Acolhida A Igreja católica celebra …