Página Inicial / Notícias / A Coleta do bem – Coordenação Arquidiocesana de Pastoral

A Coleta do bem – Coordenação Arquidiocesana de Pastoral

A “Coleta do Bem”, é o nome oficial da iniciativa que unifica: 1) A Coleta da Solidariedade (gesto concreto da Campanha da Fraternidade); 2) com a Coleta da Campanha para a Evangelização: será feita este ano/2020 em caráter extraordinário devido à pandemia na Solenidade de Cristo Rei.
Com o tema “É tempo de Cuidar da Evangelização” e lema “Conheceis a generosidade de Cristo” (2 Cor 8,9), a “Coleta do Bem” também está em sintonia com a Ação Solidária Emergencial da Igreja no Brasil, uma iniciativa da CNBB e Cáritas Brasileira.
A “Coleta do Bem”, será realizada no fim de semana da solenidade de cristo Rei, dias 21 e 22 de novembro. Durante todo mês a proposta é refletir sobre três realidades: evangelização dos Pobres; Anúncio da Palavra e Vida em plenitude.
“Nesta época de pandemia é tempo de cuidar da Evangelização. De uma evangelização que se faz, que acontece também por meio do cuidado para com a Palavra de Deus e no cuidado litúrgico com as celebrações, mas também no cuidado com os pobres no horizonte da caridade cristã. A Evangelização supõe também recursos financeiros. Por esta razão nossa contribuição chega a diversos irmãos e irmãs que, com a pandemia, estão sofrendo ainda mais.”
Destinação dos Recursos
No que tange à destinação dos recursos, padre Patriky explicou que do total arrecadado com esta Coleta do Bem, 50% dos recursos serão da Coleta da Solidariedade e os outros 50% da Coleta da Evangelização. Da porcentagem destinada à da Solidariedade, 60% serão destinados ao Fundo Diocesano de Solidariedade (FDS) e 40% para o Fundo Nacional de Solidariedade (FNS).
“Com esse recurso a CNBB apoia diversos projetos pelo Brasil afora”, aponta padre Patriky. Já os outros 50% que dizem respeito à Coleta da Evangelização, 45% serão destinados à diocese, 35% para a CNBB e 20% para o regional.
Oração para a Campanha da Evangelização 2020
Bendito sois, Deus da vida, auxílio dos pobres e vulneráveis,
amparo daqueles que esperam em vós.
Ajudai-nos a testemunhar a alegria da evangelização,
em meio aos desafios do tempo presente.
Batizados e enviados para anunciar a Palavra, cuidar da vida e
evangelizar os pobres, vivendo em comunidades eclesiais missionárias,
queremos renovar nossa responsabilidade com a missão da Igreja.
Renovai nossa esperança, fortalecei nosso chamado, enviai-nos em missão.
Por Jesus Cristo, na força do Espírito Santo.
Amém.

+Milton Santos – Arcebispo Metropolitano

Você pode Gostar de:

Simpósio de Formação Ecumênica 2021

Estão abertas as inscrições ao Simpósio de Formação Ecumênica 2021 que acontecerá, de forma virtual, …