Página Inicial / Notícias / 3ºdia da Assembleia Geral da CNBB

3ºdia da Assembleia Geral da CNBB

ARCEBISPO METROPOLITANO DE CUIABÁ, DOM MÁRIO, DESTACA ANÁLISES E DEBATES NA ASSEMBLEIA GERAL DA CNBB.

Dom Mauricio da diocese de Rondonópolis, Dom Mario da Arquidiocese de Cuiabá e dom João Aparecido Bergamasco, bispo de Primavera do Leste – Paranatinga (MT) / FOTO: Irmã Flávia Luiza

No terceiro dia da Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), realizada em Aparecida, o Arcebispo de Cuiabá, Dom Mário, compartilhou os avanços dos trabalhos em curso. Durante a manhã, os participantes se dedicaram às análises de conjuntura, abordando diversos aspectos da realidade brasileira.

“Na parte da manhã foram as análises de conjuntura, primeiramente a conjuntura social, a situação brasileira no aspecto social, socioeconômico, social ambiental e também sociopolítico”, destacou Dom Mário. Essa análise criteriosa envolveu uma avaliação abrangente dos desafios enfrentados pela sociedade brasileira, desde questões econômicas até questões políticas e ambientais.

Além disso, Dom Mário ressaltou a importância da análise da conjuntura eclesial, que ofereceu um panorama da realidade da Igreja no Brasil. “Um pouco a realidade da igreja no Brasil hoje com os desafios para evangelização, mas também com as alegrias da participação na vida das nossas comunidades e o comprometimento da vida do nosso povo com o Evangelho”, afirmou o arcebispo.

Entre os pontos de destaque estão o protagonismo dos leigos, a dedicação da vida consagrada e a doação dos ministros ordenados. Esses aspectos fundamentais da vida da Igreja foram discutidos com o intuito de fortalecer a evangelização e o papel da Igreja na sociedade brasileira.

Na parte da tarde, os trabalhos se concentraram na primeira discussão do tema central da assembleia: as diretrizes gerais da ação evangelizadora da Igreja no Brasil. “Estamos entrando na primeira discussão do tema central e o tema central são as diretrizes gerais da ação evangelizadora da igreja do Brasil que serão definidas e concluídas no próximo ano na próxima assembleia e elas estarão em vigor de 2025 a 2029”, explicou Dom Mário.

O texto de trabalho, intitulado “Alarga o espaço da tua tenda”, está estruturado em três capítulos: “Escutar os sinais dos tempos”, “Discernir para conversão pastoral” e “Propor caminhos para a evangelização”. Essa proposta visa abrir novos horizontes e direcionamentos para a missão evangelizadora da Igreja no país.

Dom Mário concluiu destacando a importância dos debates e reflexões que permeiam a Assembleia Geral da CNBB. “É um pouco tudo isso que estamos vivenciando hoje. Eu acredito que você consegue pegar até coisas melhores no site da CNBB para complementar”, afirmou o arcebispo, ressaltando a relevância dessas discussões para o futuro da Igreja no Brasil.

Fotos: Irmã Flávia Luiza
Texto: Simone Guedes – assessoria de imprensa da Arquidiocese

Você pode Gostar de:

Concessão da indulgência durante o Jubileu Ordinário de 2025

COMO ALCANÇAR AS INDULGÊNCIAS DURANTE O JUBILEU DE 2025: SANTA SÉ DIVULGA DOCUMENTO COM REGRAS. …