Página Inicial / Notícias / Mensagem para o Dia Mundial do Turismo (Transformação digital)

Mensagem para o Dia Mundial do Turismo (Transformação digital)

A mensagem do cardeal Turkson para o Dia Mundial do Turismo.
Que “o turismo possa contribuir para glorificar a Deus, valorizar a dignidade humana, o conhecimento mútuo, a fraternidade espiritual e a renovação do corpo e da alma”, disse o purpurado ganês na mensagem para o Dia Mundial do Turismo, que este ano tem por tema “Transformação digital”

Cidade do Vaticano

O Cardeal Peter Turkson, Prefeito do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral, divulgou uma Mensagem para o Dia Mundial do Turismo, que se realizará no próximo dia 27 de setembro, sobre o tema: “Turismo e transformação digital”.Este evento, promovido pela Organização Mundial do Turismo (UNWTO), é comemorado todos os anos no dia 27 de setembro.
O tema deste ano “Turismo e transformação digital” enfoca os avanços da tecnologia digital, que transformou nossa época e nossos usos e costumes, mudando drasticamente a forma de passarmos o tempo livre, as férias, a mobilidade e o turismo, em todos os seus aspectos.
Portanto, houve muitas mudanças decorrentes da implementação das novas tecnologias digitais, em relação à vida social das pessoas e à maneira de conceber relações interpessoais, trabalho, saúde, comunicação. Assim, aumentou a “conexão”, a partilha de informações, permitindo expressar a variedade de riquezas de ideias, opiniões e visão do mundo.
As últimas pesquisas mostram que cerca de 50% dos navegadores digitais se inspiram em imagens e comentários online e 70% consultam vídeos e opiniões dos que já viajaram.
Por isso, diz o Cardeal Turkson, esta celebração nos convida a refletir sobre a contribuição dos avanços tecnológicos, não só para melhorar os produtos e serviços turísticos, mas também porque estão inseridos no caminho do desenvolvimento sustentável e responsável.
A inovação digital visa, por conseguinte, promover a inclusão, o envolvimento das pessoas e das comunidades locais e alcançar uma gestão inteligente e equilibrada dos recursos.
Ano passado, o setor de turismo internacional registrou um aumento de 7% e se espera ainda um maior crescimento para a década seguinte. A necessidade da “sustentabilidade turística” não deve ser subestimada, pois em alguns destinos turísticos mais populares são vivenciados os efeitos negativos de um fenômeno que se opõe ao turismo saudável e justo, chamado “super-turismo”.
A Igreja sempre prestou atenção especial à Pastoral do Turismo, ao lazer e às férias, como oportunidade de recuperar e fortalecer os laços familiares e interpessoais, restaurar o espírito e desfrutar das extraordinárias belezas da criação para crescer na “humanidade integral”.
Neste sentido, o turismo é um veículo efetivo de valores e ideais quando oferece oportunidades para o crescimento da pessoa humana, tanto na sua dimensão transcendente, aberta ao encontro com Deus, quanto na sua dimensão terrena, no encontro com o homem, com outras pessoas e em contato com a natureza.
Enfim, o uso de instrumentos digitais no setor de turismo é uma grande oportunidade para se tender ao progresso e ao aumento da segurança, utilidade, bem-estar, força vital, plenitude de valores.
Porém, a produção e o uso de “dados”, especialmente dados pessoais, gerados pelo “mundo digital”, também podem ser utilizados para fins comerciais, propaganda ou até para estratégias manipuladoras. Desta forma, quando os instrumentos tecnológicos “se tornam onipresentes, não favorecem o desenvolvimento da capacidade de viver com sabedoria, de pensar profundamente e de amar com generosidade”.
As sociedades tecnologicamente avançadas estão dispostas a estimular comportamentos caracterizados pela sobriedade. O uso dos meios digitais deve ser acessível a todos, no respeito da liberdade de escolha das pessoas.
Por fim, em sua Mensagem, o Cardeal Peter Turkson dirige um pensamento particular às jovens gerações, que constituem uma maioria no uso digital.
No documento, em preparação à próxima Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos sobre os Jovens, há uma referência para a necessidade de oferecer à juventude cursos de formação e educação antropológica, para que possam viver a “era digital” sem ser enganados pelo mundo virtual, que distorce a percepção da realidade e causa perda da identidade da pessoa.
O Cardeal conclui sua Mensagem expressando seu desejo a todos, turistas e veranistas, para que “o turismo possa contribuir para glorificar a Deus, valorizar a dignidade humana, o conhecimento mútuo, a fraternidade espiritual e a renovação do corpo e da alma”.

 

https://www.vaticannews.va/pt/vaticano/news/2018-08/dia-mundial-turismo-mensagem-cardeal-peter-turkson-vaticano.html

Você pode Gostar de:

1º Seminário Sistemático de Mato Grosso (Faculdade Católica de Mato Grosso)

A Faculdade Católica de Mato Grosso, localizada no Bairro Cristo Rei em Várzea Grande, realizará …