Página Inicial / Noticias do Mundo / Novo bispo para a diocese de Corumbá (MS)

Novo bispo para a diocese de Corumbá (MS)

A Nunciatura Apostólica no Brasil, acolhendo o pedido de renúncia apresentado por Dom Segismundo Martinez Alvarez, comunicou na quarta-feira, (19 de dezembro/2018), a decisão do Papa Francisco em nomear bispo para a diocese de Corumbá (MS), o padre João Aparecido Bergamasco, atualmente pároco na paróquia Nossa Senhora de Fátima em Fátima do Sul (MS), diocese de Dourados.

Dom Segismundo Martinez Alvarez, entrou na ordem dos Salesianos em 16 de agosto de 1961 e foi ordenado padre em 2 de julho de 1972.Já em 7 de dezembro de 2004, recebeu a nomeação para Bispo da cidade de Corumbá Mato Grosso do Sul. Foi consagrado Bispo em 30 de janeiro de 2005 tendo como Ordenante principal por Dom Milton Antônio dos Santos,Arcebispo Metropolitano de Cuiabá.

Dom Martinez conduziu a Diocese de Corumbá de 2005 a 2018, 13 anos de muito trabalho pastoral.

E agora o Padre João o substituirá no governo pastoral. Pe. João nasceu em 15 de maio de 1967, em Marabá município de Tuneiras D’Oeste (PR). Ele é padre religioso da Sociedade do Apostolado Católico (Palotino) e atualmente é pároco na paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Fátima do Sul (MS).

Saudação
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação ao padre João Aparecido Bergamasco. O texto é assinado pelo secretário-geral da Conferência, dom Leonardo Steiner. Confira, abaixo, a saudação na íntegra:

Prezado irmão padre João Aparecido Bergamasco.
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se alegra com sua nomeação como bispo diocese de Corumbá (MS), sucedendo dom Segismundo Martinez Alvarez que teve sua renúncia ao governo pastoral da diocese aceita pelo Papa Francisco.
Observamos que a sua vasta experiência direta na pastoral tanto na coordenação diocesana como nas comunidades paroquiais como também nos trabalhos de formação e de comunicação em sua congregação religiosa dão sinais de uma preparação sólida para o ministério episcopal.
Recorremos às palavras do Papa Francisco para saudá-lo em sua chegada ao nosso episcopado. Durante a breve homilia que fez na celebração da Eucaristia realizada na Capela da Casa Santa Marta, no início deste mês, o Santo Padre disse: “A definição que dá de um bispo é um ‘administrador de Deus’, não dos bens, do poder, dos acordos, não: de Deus. Sempre deve corrigir a si mesmo e perguntar-se: ‘Eu sou administrador de Deus ou sou um negociante?’. O bispo é administrador de Deus. Deve ser irrepreensível: esta palavra é a mesma que Deus pediu a Abraão: ‘Anda na minha presença e sê perfeito’. É a palavra fundamental, de um líder”.
Nosso abraço e nossas orações. Desejamos que seu trabalho seja cheio de frutos para o Reino de Deus.
Em Cristo,

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB

Você pode Gostar de:

Festa de Santo Antônio (Comunidade Santo Antônio Bairro Pedregal)

A Comunidade Santo Antônio (localizada no Bairro Pedregal) pertencente a Paróquia Sagrada Família convida para …