Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – 4ª Feira de Cinzas 26.20.2020.

Liturgia – 4ª Feira de Cinzas 26.20.2020.

“O SENHOR ENCHEU-SE DE ZELO POR SUA TERRA E PERDOOU A SEU POVO!”
1.Acolhida
A Igreja é um “Mãe e Mestra” muito sábia e compreensiva: Ela nos deu o “Ano Litúrgico”, ao longo do qual distribuiu a Palavra de Deus, verdadeiro caminho de salvação. Ela anuncia a Caminhada de Jesus do Advento à Paroussia, ou seja, do Advento ao Final dos Tempos. Jesus é o centro e a razão da celebração litúrgica. É suficiente seguir, atentamente, a Liturgia dominical para ter um caminho seguro de santidade e de salvação.
As “Cinzas” falam do final dos tempos e de nossa própria vida: “Tu és pó e ao pó voltarás!”; e falam também da penitência que pode restaurar nossa inocência: “O Senhor encheu-se de zelo por sua terra e perdoou a seu povo!”
Quarta Feira de Cinzas é o início da vida pública de Jesus e do longo e do doloroso caminho da Cruz. Jesus não nos salvou por um decreto – salvou-nos por sua Cruz! E quem deseja seguir a Jesus precisa tomar a sua Cruz, todos os dias, e segui-lo (Mt 16,23-27).

2.Palavra de Deus
Jl 2,12-18 – O profeta Joel propõe, ao povo pecador, um caminho de volta para uma vida de fidelidade amorosa para nosso Deus. A penitência sincera é garantia de perdão. Supliquemos: “Perdoa, Senhor, ao teu povo e não deixe que a tua herança sofra infâmia e que as nações nos dominem!”
2Co 5,20-6,2 – Sempre é tempo de voltar, mas a Quaresma é um tempo especial: “Somos embaixadores de Cristo (…) Em nome de Cristo… deixai-vos reconciliar com Deus!”
Mt 6,1-6.16-18 – O mundo gosta de aparências, mas Deus prefere a sinceridade, a discrição e a sinceridade na prática do bem. Não parecer bons, mas ser bons, de fato, diante de nosso Pai celeste! É dEle que esperamos a recompensa!

3.Reflexão
A Liturgia do Tempo da Quaresma é um programa de vida nova que brota da penitência. Penitência significa dor suportada ou, até, procurada! Proposta de volta e coragem de assumir “o discipulado” proposto pelo próprio Jesus. Ser discípulo de Jesus, alguém que se exercita numa vida nova, numa vida santa! Aproveitemos o tempo favorável, porque Ele nos dá a sua graça abundante! Tempo de conversão, que significa tempo de volta (Cum-vertere, tomar o caminho de volta para Deus). Deixar um caminho de pecado ou de indiferença e iniciar um caminho de coragem e de luta para sermos santos e agradáveis a Deus Pai.
A Quaresmo é um tempo de graça: “No momento favorável eu te ouvi, no dia da salvação eu te socorri! É agora o tempo favorável, é agora o dia da salvação!” Não deixe para amanhã, pois, o dia de ontem já passou e não retorna mais! O dia de Deus é hoje! Deus não tem ontem e nem amanhã! O tempo de Deus é hoje!
O mundo gosta de aparências: “Parecer bom e não ser bom!” Jesus recomenda abandonar a hipocrisia e viver a realidade do amor divino. Andemos na presença de Deus e seremos perfeitos (Gn 17,1).

Frei Carlos Zagonel.

Você pode Gostar de:

O Papa reza o Pai-Nosso implorando misericórdia pela humanidade provada

Ao meio-dia(Roma) e às 07h00 horário de Cuiabá , os cristãos do mundo se uniram …