Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – 4ª Feira de Cinzas 17.02.2021

Liturgia – 4ª Feira de Cinzas 17.02.2021

“Somos embaixadores de Cristo. E Deus mesmo que vos exorta através de nós!”

1.Acolhida
Iniciamos, hoje, um novo tempo litúrgico: Tempo da quaresma, Tempo de Penitência.: “O senhor diz: Voltai para mim com todo o coração… rasgai vossos corações e não vossas vestes… voltai para o Senhor, Ele é benigno e cheio de misericórdia”
É tempo, sabiamente, iluminado pela Palavra de Deus de reflexão, de avaliação de nossa vida espiritual: Meditar sobre o preço de nosso resgate, pois, custamos o sangue inocente de nosso próprio Deus! A Quaresma é tempo propício de conhecer a grandeza infinita do amor de nosso Deus e o preço de nosso resgate!
A Igreja exorta-nos para a penitência, pois, o Senhor veio para nos salvar. É Quaresma é “o momento favorável , Eu te ouvi e no dia da salvação Eu te socorri!” Aproveitemos o tempo favorável que Deus nos oferece: Ele quer salvar-nos, pois, somos preciosos a seus olhos!

2. Palavra de Deus
Jl 2,12-18 – Deus convida-nos a “voltar para Mim com todo coração… quem sabe se Ele se volta para nós e nos perdoa…” Deus mesmo vem para perdoar e não para condenar ou castigar!
2Co 5,20.6,2 – O Apóstolo Paulo se reconhece embaixador de Cristo para nos dar a certeza do perdão de Cristo: “Deixai-vos reconciliar com Deus!”
Mt 6,1-6.16-18 – A Quaresma é tempo de reflexão e de verificação do valor de nossa vida: se é autêntica ou superficial e hipócrita. Jesus mesmo aconselha-nos a transparência: Viver na presença de Deus, pois, Ele conhece o coração humano, inclinado à falsidade! Sejamos transparentes!

3.Reflexão
A Igreja, Mãe sábia, distribui o tempo litúrgico sabiamente: distribui a Palavra de Deus de maneira a iluminar toda a nossa vida com a História da Salvação. Não precisamos de método melhor, escutemos em silêncio a Palavra de Deus, iluminados sabiamente pelo caminho da Salvação. O Ano Litúrgico é uma amostra do caminho sábio da Igreja para nosso alimento espiritual e para nossa salvação. As “Devoções” são forças inspiradas pelo Espírito Santo para tempos de necessidade, mas que devem conduzir-nos para o cultivo da Palavra de Deus, caminho régio da salvação!
A Quaresma é tempo favorável em que Deus vem ao nosso encontro para oferecer-nos a sua misericórdia. O Apóstolo Paulo aconselha-nos a não recebermos em vão a oferta de Deus, pois, Ele nos diz: “Nós vos exortamos a não receberdes em vão a graça de Deus, pois Ele nos diz: No momento favorável Eu te ouvi e no dia da salvação Eu te socorri. E o momento favorável é este, é agora, o dia da salvação!”
E o próprio Deus indica o caminho seguro para a salvação: a sinceridade e a transparência. A hipocrisia é caminho falso! Sua caridade não seja para o povo ver, mas para o Senhor. “Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita!” E que sua oração seja composta de silêncio e de escuta da Palavra de Deus. Entra em seu quarto e fale em segredo a seu Deus; pois rezar não é multiplicar nossas palavras para dizer a Deus nossas necessidades, mas procurar saber o que Deus quer de cada um de nós! O tempo da Quaresma é tempo oportuno para exercitar o nosso silêncio diante de Deus.
Jejuar, sim, mas na presença de Deus; nem precisamos deformar nosso corpo pela penitência, mas jejuar na presença de Deus que nos dará sua recompensa.

“E teu Pai que vê o que está oculto Te dará a sua recompensa!”
Frei Carlos Zagonel

Você pode Gostar de:

Divulgado o programa da viagem do Papa à Hungria e Eslováquia

A viagem apostólica do Papa Francisco à Hungria e Eslováquia está programada de 12 a …