Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia da Ascenção do Senhor Jesus 29.05.2022

Liturgia da Ascenção do Senhor Jesus 29.05.2022

“JOÃQ BATIZOU COM ÁGUA, VÓS, PORÉM, SEREIS BATIZADOS COM O ESPÍRITO SANTO DENTRO DE POUCOS DIAS”
1.Acolhida
A celebração da festividade da ascensão de Jesus ao céu, sentado à direita de Deus Pai, é atestado de sua vitória. As portas do céu, agora, estão abertas, também, para nós. Participamos da glória de Cristo! Celebremos, portanto, a glória de Cristo, a certeza de nossa salvação e o início de nossa Missão: O Espírito Santo, que descerá sobre vós para serdes minhas testemunhas… até os confins da terra!”
Festa para Cristo e Missão para os cristãos!

2.Palavra de Deus
At 1,1-11 – Últimas recomendações de Jesus para seus discípulos: “Não vos afasteis de Jerusalém antes de receber o dom do Espírito Santo”, necessário para dar testemunho de Jesus no mundo inteiro.
Ef 1,17-23 – A Ascensão de Jesus ao céu é o sinal de sua glorificação definitiva: sentado à direita de Deus Pai no céu. A força de Deus revela-se na Ressureição de Jesus e na sua glorificação. Em Cristo, nós também somos glorificados mediante a nossa ressureição e na criatura nova em que seremos transformados em novas criaturas – filhos adotivos de Deus Pai.
Lc 24,46-53 – Jesus é elevado ao céu, festivamente, com toque de trombeta e os anjos repreendem os Apóstolos por ficarem estáticos olhando para o céu e não arregaçarem as mangas e iniciar o trabalho missionário: conquistar o mundo inteiro para a volta de Cristo.

3.Reflexão
Com a Ascenção de Cristo ao céu, a Igreja precisa e vive do Espírito Santo: “Não vos afasteis de Jerusalém, mas esperai pela realização da promessa do Pai… vós sereis batizados com o Espírito Santo dentro de poucos dias!” Jesus havia prometido o Espírito Santo para recordar e explicar todas as suas Palavras ( ).
O Espírito Santo age discretamente, mas Ele é a luz, a força e a consolação para a sua Igreja, pois a Igreja, agora, vive pelo Espírito Santo, pois ela recorda as Palavras de Jesus, ilumina as Palavras de Jesus e consola a Igreja nas suas dificuldades e aflições e dúvidas.
O Espírito Santo ressuscita Jesus dos mortos e manifesta toda a sua glória – sentar-se à direita de Deus Pai – e deu-lhe a certeza do perdão do pecado para a glória da esposa de Cristo. Quantas vezes, ao longo da História, a Igreja pareceu afogar-se no pecado e na corrupção e inesperadamente, ela ressurge e brilha com a glória da santidade e da justiça = Milagre do Espírito Santo!
Os Apóstolos, extáticos, contemplam o céu para onde Jesus foi transportado, mas o anjos repreende-os recordando-lhes que precisam entrar na cidade, rezar e preparar o mundo para a volta de Jesus como Juiz e Salvador. Jesus recordou-lhes que “receberiam o Espírito Santo, que descerá sobre eles para serem suas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia, na Samaria e até os confins da terra!”
Quando o Espírito Santo desce sobre eles, então, saberão dar prioridade ao testemunho da Palavra de Deus. Morriam, alegres, por amor de seu bom Jesus. A Igreja precisa voltar-se para o alto, aguardar a vinda do Espírito Santo e desprezar a inteligência e a astúcia do espírito e da organização humana. Menos orgulho e mais confiança no poder do Espírito Santo.
“Mas recebereis o Espírito Santo,Que descerá sobre vós para serdes minhas testemunhas!”
FREI CARLOSZAGONEL.

Você pode Gostar de:

59ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

CONSELHO PERMANENTE DELIBERA SOBRE ETAPA PRESENCIAL DA 59ª ASSEMBLEIA GERAL DA CNBB A etapa presencial …