Página Inicial / Notícias / Comunidade São Judas Tadeu agora faz parte da Catedral Senhor Bom Jesus de Cuiabá

Comunidade São Judas Tadeu agora faz parte da Catedral Senhor Bom Jesus de Cuiabá

Para ampliar a ação de evangelização na Arquidiocese de Cuiabá, a capela São Judas Tadeu agora é uma das comunidades que fazem parte da Catedral Basílica Senhor Bom Jesus de Cuiabá. A Santa Missa que marcou a mudança de jurisdição foi celebrada na noite de quinta-feira (28) e presidida pelo padre Pedro Canísio, pároco da paróquia Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, que até então era responsável pela comunidade.

Por décadas, a tradicional comunidade localizada na Avenida Coronel Escolástico, no bairro Bandeirantes, na capital, foi administrada pelos padres jesuítas que agora transferem essa missão aos sacerdotes diocesanos. Representando o arcebispo metropolitano de Cuiabá, Dom Mário Antonio, o cura — sacerdote responsável pela administração de uma catedral —, padre Deusdédit Monge, concelebrou a Santa Missa e conduziu o ato de transferência.

“Os jesuítas construíram um excelente trabalho pastoral e social em nossa arquidiocese. Entretanto, diante da expansão das comunidades e suas distâncias geográficas, a falta de missionários na congregação e em contraste com o aumento no número de sacerdotes diocesanos, foi necessário distribuir melhor as comunidades e dar sequência nos trabalhos de evangelização”, destacou o arcebispo dom Mário Antonio.

A Santa Missa também foi concelebrada pelos padres que atuam na catedral, Orivaldo Egídio, que estará mais ativamente na comunidade e Felisberto Samoel, que também é chanceler na arquidiocese.

Durante a homilia, emocionado, o padre Pedro Canísio ressaltou a importância dos jesuítas ampliar a atuação nas demais comunidades, especialmente nas rurais, já que o território geográfico da paróquia Nossa Senhora do Rosário e São Benedito é bem ampla.

“Fico emocionado porque esta comunidade faz parte da vida e missão jesuíta em Cuiabá: nesses anos todos, trabalhamos muito em comunidade. Tenho certeza que, com a missão cumprida, estaremos em paz para seguir os trabalhos com mais agilidade em outras comunidades que hoje necessitam de nossa presença mais frequente”, destacou o pároco.

Padre Deusdedit recebeu a comunidade com alegria e ardor missionário e durante a celebração ressaltou seu compromisso com a vida comunitária e ações sociais.

“Essa comunidade é um celeiro social em nossa arquidiocese. Ela sempre trabalhou arduamente com os mais necessitados, com seus primeiros fundadores e fiéis. É admirável o trabalho dos irmãos Jesuítas e nosso compromisso com a comunidade é de seguirmos juntos, com esse legado positivo e com essa herança pastoral”, comprometeu-se o sacerdote.

História

A comunidade São Judas Tadeu iniciou sua história em meados do século XIV. Nasceu com os festejos da Santa Cruz e rezas cantadas promovidas pelo paroquiano Bartolino Alves da Cunha e sua esposa, Dona Lourença, mais conhecida por dona Biloca.

Só em 1950, com a chegada dos sacerdotes jesuítas, as celebrações das Santas Missas passaram a ser realizadas na comunidade que pertencia à Paróquia Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.

Em 1962, a comunidade passou por ampliação para comportar mais fiéis. Desde 1950 até hoje, 19 párocos passaram pela comunidade, sempre com trabalhos missionários e catequéticos dos jesuítas. O último pároco, foi o padre Pedro Canísio Schroeder.

Simone Guedes / Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Cuiabá.

Você pode Gostar de:

Celebrações para o Senhor Bom Jesus de Cuiabá

Todos os caminhos levam ao Senhor Bom Jesus ! Com essa temática celebramos o padroeiro …