Página Inicial / Notícias / Organismo da CNBB tem aperfeiçoado políticas e processos

Organismo da CNBB tem aperfeiçoado políticas e processos

Organismo da CNBB tem aperfeiçoado políticas e processos para promover e incentivar relações livres de parcialidades, preconceitos ou abusos.

Durante essa semana, entre os dias 26 de fevereiro e 02 de março, os bispos presidentes da Cáritas América Latina e Caribe e seus diretores nacionais estarão em Roma, Itália, para uma formação em proteção de menores e pessoas vulneráveis. Representando o Brasil, Dom Mário Antônio, arcebispo Metropolitano de Cuiabá e presidente da Cáritas Brasileira, e Valquíria Lima, diretora executiva nacional, participam da agenda. O momento tem como objetivo fornecer conhecimentos e ferramentas necessárias para garantir a proteção eficaz de menores e pessoas vulneráveis ??contra qualquer tipo de abuso, resultando na construção de um ambiente seguro e digno em todas as ações e programas da Cáritas da região.

Foto: Nicolás Meyer – Coordenador Regional Cáritas América Latina e Caribe

“Cada vez mais é necessário construirmos espaços eclesiais e espaços organizacionais seguros e protetivos, para menores e pessoas vulneráveis”, acredita a diretora executiva nacional, Valquíria Lima, ao expressar o compromisso da Cáritas Brasileira em fortalecer o seus processos institucionais com base na preservação da dignidade das pessoas.

Como um serviço da Igreja presente em todo o mundo, a Cáritas se dedica ao serviço e à solidariedade com os mais necessitados. Ciente da sua posição e comprometida com a assistência humanitária, a confederação reconhece a responsabilidade de garantir que os menores e as pessoas vulneráveis que servem sejam protegidos de qualquer forma de abuso e exploração.

E é com esse compromisso que a rede tem se dedicado a aperfeiçoar os seus processos institucionais, através do desenvolvimento de políticas e diretrizes, mas também com a constante formação das pessoas que fazem parte da instituição frente às temáticas de prevenção da exploração e do abuso com comunidades de risco.

Para Valquíria Lima, o momento representa o fortalecimento da missão institucional e empenho com os mais altos padrões de atuação humanitária. “A realidade nos interpela, nos chama para cada vez mais termos uma organização segura, coerente com a sua missão e com o seu discurso. É preciso, na prática, materializar o que a gente quer construir: uma sociedade do Bem Viver, onde menores mulheres, crianças e todas as pessoas vulneráveis estejam protegidas e se sintam seguras.”, disse.

Dom Mário Antonio e Valquíria Lima, representam o Brasil na formação.

Foto: Nicolás Meyer – Coordenador Regional Cáritas América Latina e Caribe

Investigações de salvaguarda e procedimentos de ações corretivas/disciplinares
Paralelamente à agenda na capital da Itália, durante essa semana, a rede Cáritas Brasileira participa de uma oficina sobre Investigações de casos que violem a proteção e segurança de menores e adultos vulneráveis. A oficina acontece em Bogotá, Colômbia, e conta com a presença de Antônio Evangelista, secretário regional da Cáritas em São Paulo, e Indi Gouveia, assessora nacional da Cáritas Brasileira.

A formação faz parte do programa EMPOWER – Empoderamento de Organizações Parceiras que Trabalham em Respostas de Emergência, da Catholic Relief Services (CRS). Essa formação fortalece a agenda de atuação que a Cáritas Brasileira tem construído junto com a CRS para a atualização e fortalecimento da Política Nacional de Proteção, Código de Conduta Ética e Mecanismos de Salvaguarda, lançada em 2021.

Os membros também participaram da Santa Missa em Roma.

Fonte:https://caritas.org.br/noticias/caritas-brasileira-participa-de-agendas-internacionais-sobre-protecao-e-salvaguarda

Você pode Gostar de:

CNBB lança edital do Concurso para Letra e Música da CF 2025

CNBB LANÇA EDITAL DO CONCURSO PARA A LETRA E A MÚSICA DO HINO DA CAMPANHA …