Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – 1º Domingo do Advento 03.12.2017

Liturgia – 1º Domingo do Advento 03.12.2017

“A Luz virá e resplandecerá um novo dia!”

1.Acolhida.
Iniciamos, hoje, o novo Ano Litúrgico – B. A Igreja, paciente e com sabedoria, elaborou o Calendário Litúrgico, distribuindo as Leituras Bíblicas referentes ao Mistério de Jesus, ao longo de três anos (A-B-C). Seria suficiente acompanhar atentamente as Leituras Bíblicas de cada Domingo para não precisar de outras leituras para nossa vida espiritual.
Iniciamos com o Advento e Natal, passamos pela Quaresma e Semana Santa, celebramos solenemente a Páscoa e vivemos o Pentecostes acolhendo o Espírito Santo, como presente e como alma da Igreja de Jesus. O Tempo Comum é o tempo das catequeses de Jesus. O Mistério de Jesus é o ensinamento do Caminho que conduz ao Pai.
Os ensinamentos da Palavra de Deus precisam ser ouvidos atentamente e acolhidos no coração para produzir verdadeiros frutos de Salvação. São Paulo nos recorda que a Fé entra pelo ouvido e se aloja no coração!

2.Palavra de Deus.
Is 63,16-17.19;64,2-7 – Este texto é de difícil situação histórica: quando teria sido escrito? Mas, com certeza revela um tempo difícil e Deus deixa impressão de não mais olhar para seu Povo Eleito. O Profeta Isaías estimula o Povo para uma confissão geral de seus pecados: É necessário voltar para Deus, pois, Ele é nosso Pai e Redentor!

1Cor 1,3-9 – A Comunidade de Corinto era abençoada por muitos dons e isso era motivo de orgulho. Paulo recorda-lhes que os dons são de Deus e são conferidos para o serviço da Comunidade! Ela precisa crescer rumo à perfeição. Somos caminheiros e peregrinos, sempre atentos à vontade de Deus revelada ao longo do caminho cotidiano.

Mc 13,33-37 – O Evangelho recorda-nos a segunda vida do Senhor, na glória e para concluir sua obra salvadora. Ele voltará, com certeza, mas desconhecemos o dia e a hora. Precisamos estar vigilantes e prontos para acolhê-lo a qualquer hora do dia ou da noite!

3.Reflexão.
Advento é tempo de esperança e de preparação para acolher o Senhor Jesus. Sua volta é certa como a morte, mas desconhecemos o dia e a hora de sua vinda! Com certeza, Ele voltará para fazer justiça, mas, especialmente, para completar sua obra redentora: Ele virá para recolher os seus discípulos fiéis e conduzi-los a gloria celestial, pois Ele prometeu preparar-nos um lugar na Casa do Pai e buscar-nos para estar sempre com Ele na eternidade (Jo 14,1-4).

Como desconhecemos o dia e a hora, precisamos estar sempre vigilantes. Mas, que significa estar vigilantes? Significa, em primeiro lugar, ser e estar atuantes no Reino de Deus. Este precisa ser concluído e esta é tarefa nossa! Os ociosos ou aqueles que vivem distraídos com as coisas deste mundo, não são vigilantes! Vigia quem cumpre com o programa recebido do Senhor que subiu ao céu e prometeu voltar!

Os discípulos na Festa da Ascensão ficaram olhando para o céu. O anjo do Senhor, porém, chamou-lhes a atenção: “Por que estai aí olhando para o céu”… este Jesus voltará! Aguardem o Espírito Santo e mãos à obra para preparar a conclusão do Reino de Deus (At 1,6-11).

O Senhor voltará como o vistes subindo ao céu!

Frei Carlos Zagonel
http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=4857

Você pode Gostar de:

Na solenidade da Imaculada Conceição, Papa reza o Ângelus com os fiéis

Em sua reflexão, Papa destacou Maria como cheia de graça e sempre jovem, uma vez …