Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – Assunção de Maria 18.08.2019

Liturgia – Assunção de Maria 18.08.2019

“APARECEU NO CÉU UMA MULHER, VESTIDA DE SOL.COM UMA COROA DE DOZE ESTRELAS”.

1.ACOLHIDA
Deus glorifica, hoje, a Mãe de seu Filho Jesus. Ele glorifica e nós não podemos desprezar. Quem ama e adora o Filho, deve respeitar sua Mãe! Aliás, Ela mesmo declarou que todas as nações a proclamarão bem-aventura, porque Deus fez grandes maravilhas em sua vida! Maria não rouba a glória de Deus e nem de seu Filho, Jesus. Ela atribui a Deus, como humilde serva, toda a glória a Deus: “Eis aqui a Serva do Senhor, faça-se em mim a tua vontade”!
Isabel recebeu a saudação de Maria, a jovem visitante, e, inesperadamente, exclamou: “Bendita és tu, entre todas as mulheres e bendito é o fruto de teu ventre. Como posso merecer que a Mãe de meu Senhor, me venha visitar? (…) Você é bem-aventurada, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu!” Maria foi esconder sua maternidade na casa de Isabel, sua parente, e Deus mesmo revelou o segredo de sua Maternidade divina! Ninguém dá lições a Deus! Ele faz acontecer, na hora certa, tudo o que planejou a nosso respeito. Deus mesmo revela o segredo de Maria e João Batista (ainda sem nome), é purificado ainda no seio de sua mãe e a a criança pulou de alegria no seio de Isabel e o Espírito Santo é a fonte da alegria porque é o portador da salvação merecida por Jesus Cristo. Irmão/irmã não exclua a Virgem Maria de sua devoção, pois, Ela é a portadora do Espírito Santo e da graça divina de seu Filho Jesus.

2.Palavra de Deus
Ap 11,19ª;12,1-10ª – O livro do Apocalipse (Revelação) é um livro difícil, mas a sua leitura é uma verdadeira Consolação. Foi escrito para consolar os cristãos perseguidos e mortos pelo Império Romano. Descubra você também a consolação de Deus no meio dos sofrimentos desta vida. A mulher perseguida, descrita no texto, é a própria Igreja., que gera discípulos de Jesus. É também é figura de Maria, que nos deu o Salvador, perseguido pelo dragão, mas protegido pelo próprio Deus.
1Co 15,20-27 – O pecado estragou a vida de nossos pais – Adão e Eva – mas Deus salvou-nos pelo Sangue de seu Filho Jesus, morto e ressuscitado pelo poder do Espírito Santo. E nós ressuscitaremos com Ele! Esta é nossa esperança!
Lc 1,39-56 – O evangelista, Lucas, descreve a grandeza de Maria, a serva do Senhor, encarregada de nos transmitir a graça do Espírito Santo e a alegria de viver de acordo com os ensinamentos de seu Filho Jesus! Satanás não adora o Filho; pelo contrário, faz o impossível para mata-lo.

3.Reflexão
Venerar a Virgem Maria, declará-la Bem-Aventurada, não é idolatria; pelo contrário, é ser solidário com o Filho que a fez Bem-Aventurada. Maria não roubou a glória de Deus; ela sabe que Deus é a fonte de toda a graça e a escolheu como canal desta mesma graça divina: “Doravante todas as gerações me chamarão de Bem-Aventurada porque o todo poderoso fez em mim grandes maravilhas em meu favor! O seu nome é santo!” Quem pretende afastar a Virgem Maria de seu Filho é ignorante! Se o fruto é gostoso é porque a árvore é sadia e merece louvor! E quem pretende desprezar a Mãe, segue satanás que é mentiroso desde o início (Jo 8,44).
Maria é santa desde sua concepção; Deus a fez Santa desde o início em vista dos merecimentos de seu próprio Filho, Jesus. Isto é tão evidente que seria ignorância pensar que Deus, podendo, não fez a sua Mãe, pura e bela desde o início! Falar mal da Mãe de Deus, como fazem alguns pastores, é pecado grave, pois falamos mal do Filho. Como poderia Jesus ouvir de satanás que sua mãe foi, antes, propriedade sua! Negar o louvor à Virgem Maria, não seria apenas um pecado grave, mas seria uma ignorância diabólicas!
Como podia Isabel descobrir que a jovem que procurava abrigo em sua casa, “seria a Mãe do meu Senhor?” Ao vê-la, Isabel exclamou: “Bendita é tu entre as mulheres, e bendito é o fruto de teu ventre. Como posso imaginar que a Mãe de meu Senhor me venha visitar?” Deus é maravilhoso em todas as suas obras: Revelou o segredo de Maria e santificou a João Batista, ainda, no seio de sua mãe, Isabel! A pobre moça de Nazaré, humilde e obediente, continua, ainda hoje, ser a transportadora da graça divina e prestar serviço aos discípulos de seu Filho Jesus. Ela não é fonte da graça, mas, com toda a certeza, canal maravilhoso da graça de seu Filho Jesus.
Frei Carlos Zagonel.

Você pode Gostar de:

Santa Dulce dos Pobres

Santa Dulce dos Pobres: Vaticano declara Irmã Dulce como a primeira santa nascida no Brasil. …