Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – 22º Domingo Comum 03.09.2017

Liturgia – 22º Domingo Comum 03.09.2017

LITURGIA – 22º DOMINGO COMUM 03.09.2017
“Seduziste-me e me deixei seduzir…”.
1.Acolhida.
Jesus se encaminha para Jerusalém, onde irá dar o testemunho maior de sua fidelidade a Deus no cumprimento de sua missão salvadora. E Jesus precisa completar sua catequese junto aos discípulos: Ele não quer discípulos que conheçam bem o catecismo, mas discípulos dispostos a carregar a cruz das próprias obrigações: “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga!”.
Os discípulos de Jesus devem colocar os próprios pés nas pegadas de Jesus e segui-lo! Não basta saber o que Jesus disse, mas fazer o que Ele fez! Não é suficiente ficar seduzido pela doutrina de Jesus, mas por sua prática: “Tome a sua cruz e me siga!” Mas, de que cruz se trata? Trata-se da cruz cotidiana da própria vida.

2.Palavra de Deus.
Jr 20,7-9 – A sedução é comportamento sério e exigente! É fogo que arde por dentro! É paixão irresistível. Os verdadeiros discípulos de Jesus são uns apaixonados que deixaram tudo para segui-lo!

Rm 12,1-2 – Jesus não aprecia mais os sacrifícios de animais, queimados sobre o altar; mas Ele aprecia o sacrifício de pessoas que renunciaram à própria vida para servir ao Reino de Deus.

Mt 16,21-27 – Jesus mostra o caminho para ser seu discípulo: carregara própria cruz e dirigir-se a Jerusalém para o testemunho final da fidelidade ao Reino de Deus! Pedro, com zelo impetuoso procura desviar Jesus de Jerusalém e recebe um título inesperado:
“vai para longe, satanás! Tu és para mim uma pedra de tropeço, porque não pensas as coisas de Deus, mas sim as coisas dos homens!”

3.Reflexão.
Deus chamou Jeremias para a missão profética, ainda jovem, e exigiu-lhe a renúncia de todos os seus projetos pessoais (propriedades, casamento e vida própria). Profeta junto a um povo que não vai escutá-lo! Mas ele será profeta no meio deles por mais de 30 anos e não converteu a ninguém! Põe fidelidade neste profeta! É profeta para ser recordado, exatamente, em nosso tempo, quando adoramos o individualismo!

Jeremias chora, esperneia e decide abandonar tudo e não mais falar de Deus! Mas o fogo da paixão arde em seu íntimo…  E ele reassume sua profecia frustrante. Deus é vencedor e Jeremias morre sem converter e jogado no fundo de um poço preenchido com pedras!  Estes são os profetas que o mundo precisa para ser salvo. É preciso carregar a própria cruz e dirigir-se a Jerusalém!

Jesus prega um “Cristianismo da Cruz” e não da fartura e muito menos do prazer! É um Cristianismo para seduzidos e apaixonados! Não é um Cristianismo para molengas! Jesus sempre falou dum “Cristianismo da Cruz”. De fato, ele não é um astuto vendedor! Mas, o “Cristianismo da Cruz” leva à Ressurreição. Jesus chegou à Ressurreição pela Morte na Cruz.

A glória da Ressurreição é para aqueles que carregam a Cruz década dia seguindo a Jesus, como seduzidos e apaixonados.

Frei Carlos Zagonel.
Fonte:
http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=4714

Você pode Gostar de:

Rádio Difusora Bom Jesus de Cuiabá

Participe de nossa programação, Compartilhar com WhatsApp