Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – Festa de Todos os Santos 03.11.2019.

Liturgia – Festa de Todos os Santos 03.11.2019.

ALEGREMO-NOS TODOS NO SENHOR CELEBRANDO A FESTA DE TODOS OS SANTOS.
1.ACOLHIDA
A Igreja celebra a “Festa de Todos os Santos”, mas ela sabe que a Igreja é uma só! Hoje celebramos a festa da Igreja que já está no céu (Igreja triunfante); outra parte da Igreja ainda precisa ser purificada (Igreja padecente) e outra parte, que somos nós é a Igreja que ainda está a caminho (Igreja peregrina).
Celebremos alegres nossa esperança de chegar felizes, um dia, chegarmos ao céu com os Santos, hoje, glorificados. Lá é nosso destino final! Lá, no céu, há uma multidão incontável de gente de todas as raças, cores e línguas, vestidos de branco (divindade) porque alvejaram suas vestes com o Sangue do Cordeiro. Eles foram transformados e tornados semelhantes ao próprio Deus! Esta é nossa esperança e nossa alegria: O Sangue do cordeiro nos purifica de toda e qualquer mancha e passamos a viver como verdadeiros filhos de Deus, em sua casa!
Essa grande multidão, que ninguém consegue contar, de onde veio? “É a grande multidão que veio da grande tribulação e purificou suas vestes no Sangue do Cordeiro!” É a multidão dos mártires perseguidos pelo Império Romano e pelo Império do Mal de todos os tempos; mas, hoje, estão felizes cantando um Canto Novo lá no céu, lá na Casa de Deus!

2. PALAVRA DE DEUS
Ap 7,2-14 – O Livro do Apocalipse (Revelação) é um livro inspirado, mas cheio de símbolos, compreensível para os cristãos perseguidos. Por isso, esse livro pode ser chamado o “Livro da Consolação!” O poder do mal mata, mas o poder de Deus ressuscita e glorifica!
1Jo 3,1-3 – Deus enviou seu próprio Filho ao mundo – “O Verbo de Deus se fez carne e veio habitar entre nós!” – para nos salvar! Já somos seus filhos adotivos e trazemos em nosso íntimo a Luz divina do próprio Deus! Já somos, de fato, filhos de Deus por causa do Sangue que Jesus derramou n Cruz!
c 5,1-12 – As Bem-Aventuranças são o caminho régio e seguro para a vida eterna. Todos o consideramos como um caminho difícil, mas é o Caminho de Jesus, caminho que leva para a Casa do Pai. Jesus, contemplando a multidão de empobrecidos, que o cercavam, disse: “Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos céus!” Vejamos bem, não uma promessa para o futuro… É já uma realidade, presente em suas vidas!!

3.Reflexão
As “Bem Aventuranças” não é um texto para ser explicado! Nossa explicação, com certeza, seria uma explicação muito pobre e, talvez, falsificada! Aconselho entrar em seu coração, em silêncio e ler o texto calmamente, na presença de Deus (pois, Deus está em seu coração) e escutar bem a explicação que Ele mesmo nos dá!
Deus não fez o homem para o sofrimento e, muito menos, para a morte! Ele criou o homem para ser feliz e o fez à sua imagem e semelhança. O homem era um pequeno Deus, colocado no Jardim do Eden e gozava da presença de Deus todos os dias ao cair da tarde! Enganado pela serpente, perdeu toda sua dignidade divina e tornou-se uma criatura sofredora e destinada à morte dolorosa! A morte do ser humano foi proclamado pela serpente (satanás), mas o próprio Deus prometeu a salvação no Filho que Ele mesmo haveria de enviar à terra! Seu Filho que haveria de encarnar-se e ser semelhante em tudo ao ser humano, menos o pecado. É o Mistério do amor infinito de nosso Bom Deus. Satanás planejou a morte de Jesus, mas pelo sofrimento Deus colocou no coração do ser humano uma semente de redenção no Sangue de seu próprio Filho! A vida divina é restituída ao ser humano que acredita no amor infinito de nosso Deus!
Na sua 1ª carta, o Apóstolo João convida-nos a contemplar o amor divino garantindo-nos que já somos filhos adotivos de nosso Deus! A vida divina está em nós, mas precisa ser cultivada todo dia até a revelação de Jesus Cristo em nossa morte: “Então o veremos como Ele é e seremos como Ele! (Jesus)” A serpente continua mordendo o calcanhar da Virgem Maria (Igreja), mas Deus não tem pressa. Ele tem poder e amor para nos salvar recolocando a vida divina em nosso coração.
Frei Carlos Zagonel

Você pode Gostar de:

Campanha da Fraternidade CNBB 2020

Campanha da Fraternidade 2020: CNBB disponibiliza vídeo para as comunidades. Foi divulgado o vídeo oficial …