Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – 26º Domingo Comum 27.09.2020

Liturgia – 26º Domingo Comum 27.09.2020

“A PALAVRA DE DEUS É VIVA, REAL E EFICAZ!”
1.Acolhida
A Igreja celebra hoje o “Dia da Bíblia!” (escrita). Os antigos guardavam o respeito pela Palavra de Deus na memória! A “escrita” facilitou sua conservação, mas, por incrível que parece, a memória é mais importante que a escrita! A Palavra de Deus precisa ser escrita no coração
São Lourenço de Brindes amava tanto a Palavra de Deus que afirmou por escrito: “Se, por acaso, a Igreja perdesse a Bíblia, ele poderia reescrevê-la em hebraico” (língua original da Bíblia). Com certeza, esta era uma grande graça divina (privilégio). Vale fazer a cada um de nós: “Quantas frases bíblicas nos guardamos em nossa memória?” Com certeza, esta capacidade não seria um grande privilégio, mas, com certeza, seria um sinal do apreço que teríamos pela Palavra de Deus! Santa Cecília, mártir romana, guardava no coração a Palavra divina!

2.Palavra de Deus
Ez 18,25-28 – O ser humano costuma arranjar escusas para não observar a Palavra de Deus! É a resistência que fazemos à Palavra divina! Nossos pais arranjaram escusas para evitar a própria condenação: “Foi a mulher… Foi a serpente… foi o outro!… É difícil dizer: Fui eu mesmo que pequei!
Fl 2,1-11 – Jesus era o Filho de Deus vivo, mas escondeu sua divindade sob o véu de sua humanidade; apareceu como simples criatura humana sujeita às limitações da carne humana! Ele nos deixou seu exemplo de humildade para ser imitado!
Mt 21,28-32 – Nossa fé revela-se mais nas obras que nas palavras. O filho mais velho, impulsivo, respondeu duramente que não obedeceria! Mas, arrependido, foi trabalhar! O outro filho, mais novo, prometeu que iria, mas não foi! Palavras bonitas, mas nada de obras!

3.Reflexão
Domingo dedicado à Palavra de Deus! Ter a Bíblia em casa não é mais privilégio dos crentes! Os católicos, também, têm sua Bíblia em casa, mas os levantamentos comprovam que os crentes manejam a Bíblia mais assiduamente dos que os Católicos. E leem mais livros de explicação bíblica que os católicos! Por isso, o Domingo dedicado à Palavra de Deus é oportuno! Aproveitemos a oportunidade para rever nossa ocupação do tempo: Quanto tempo dedicamos para ler, estudar e, principalmente, para praticar a Palavra de Deus. Temos um tesouro nas mãos, mas que proveito tiramos desta graça?
O diabo conhece a Bíblia melhor que qualquer católico ou crente, mas que proveito ele tira de seu conhecimento? Fica mais raivoso ainda porque não foi digno da Palavra de Deus! Minha falecida mãe era analfabeta, mas explicava a Bíblia bem melhor que seu filho que estudou longos anos! Deus revela seus segredos aos pobres e humildes de coração. Minha mãe sempre foi a conselheira da Comunidade onde residia! Nossos filhos, hoje, estudam e sabem ler o alfabeto do mundo, mas desconhecem o alfabeto de Deus, infelizmente!
Os documentos da Igreja recomendam que a Homilia seja abundantemente iluminada pela Palavra de Deus (princípio que não ale apenas para os sacerdotes)! Vale para os catequistas e professores de qualquer matéria, mas ainda não entrou bem e nem o suficiente em nossa vida diária. Perdemos tempo precioso com saberes vazios e inúteis, muito dignos, por sinal, dos saberes humanos e maliciosos da vida. Homens vazios, pensamentos vazios e prejudiciais!
Que a Palavra de Deus habite em nossos corações de maneira abundante e proveitosa! Se expressemos os livros e revistas, objeto de nossas leituras, que proveito teríamos? Tenhamos a alegria da prática da leitura e, principalmente, da boa leitura!
FREI CARLOS ZAGONEL

Você pode Gostar de:

Ataques contra igrejas no Chile

Cidadãos não se deixarão intimidar por ameaças de violência, dizem bispos chilenos. Encapuzados atacaram inicialmente …