Página Inicial / Notícias / Sínodo 2023: Equipe de Animação CNBB realiza encontro

Sínodo 2023: Equipe de Animação CNBB realiza encontro

A Igreja no Brasil já inicia a sua preparação para contribuir na realização da XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, previsto para ocorrer em outubro de 2023. A equipe nacional de animação organizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) esteve reunida de forma virtual na manhã desta segunda-feira, 21 de junho, para conhecimento e planejamento de atividades.
Convocado pelo Papa Francisco, o próximo sínodo terá como tema “Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”. O processo inaugura uma nova metodologia de consulta que contará com diferentes fases, entre outubro de 2021 e outubro de 2023. A primeira é a fase diocesana, seguida de uma fase continental, as quais gerarão dois Instrumentum Laboris (instrumentos de trabalho) distintos, antes da fase definitiva em nível eclesial. Universal.
O Papa Francisco ressaltou durante a comemoração do 50º aniversário da instituição do Sínodo dos Bispos, em outubro de 2015, que “o Sínodo dos Bispos é o ponto de convergência do dinamismo da escuta recíproca no Espírito Santo, conduzida em todos os níveis da Igreja” Assim, a Secretaria do Sínodo pontua que a articulação das diferentes fases do processo sinodal possibilitará a escuta real do Povo de Deus e será garantida a participação de todos no processo sinodal: “Não é apenas um acontecimento, mas um processo que envolve em sinergia o Povo de Deus, o Colégio Episcopal e o Bispo de Roma, cada um segundo a sua função”.

Equipe nacional de animação
Composta de treze pessoas, a equipe de animação do Sínodo no Brasil reflete um conjunto de critérios em seus membros: são clérigos, leigos e leigas, religiosos e religiosas, além de serem pessoas de várias regiões do país.
“Um segundo critério, nesse caso muito importante, diz respeito ao que a equipe vai realizar, pois não se trata apenas de animar as dioceses, mas também de receber os relatórios que devem chegar até março de 2022 e construir a síntese brasileira, o conjunto das respostas brasileiras. Sabemos que fazer sínteses é sempre um desafio para manter a fidelidade ao que foi indicado. Esta equipe não é, portanto, apenas de animação pastoral, mas também de produção de material. Esses foram os critérios para a formação da comissão”, explica o bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado.
Nesta primeira reunião, o grupo pôde se conhecer e planejar as atividades. “Estabelecemos alguns princípios de ação e organizamos as primeiras atividades, tais como as videoconferências com as equipes diocesanas, a aconteceram nas próximas semanas”, contou dom Joel.
Uma das atividades já marcadas é uma live de apresentação do material para o Sínodo e a motivação para as ações de escuta nas dioceses. Tal apresentação será realizada após dois momentos importantes no processo sinodal: a abertura pelo Papa, em Roma, nos dias 9 e 10 de outubro; e a abertura nas Igrejas particulares, no dia 17, nas dioceses do mundo inteiro. “Cada bispo organizará do melhor modo possível em sua diocese, considerando, é claro, a situação de pandemia e a necessidade de se manterem as medidas sanitárias”, sublinha dom Joel.
A previsão é que a live ocorra no dia 14 de outubro. “Até outubro, porém, a mesma equipe nacional estará em contato com as equipes diocesanas e com os secretários e secretárias dos Regionais para detalhamento do que haverá de ser feito. Desse modo, quando chegarmos a outubro, já estaremos conhecendo um pouco mais a proposta”, adianta o secretário-geral da CNBB.

Membros
Na parte da tarde, dom Joel Amado apresentou a equipe de animação do Sínodo, que deverá recolher contribuições das dioceses e produzir um material nacional. O grupo é composto por dom Joel; dom Ricardo Hoepers, bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão para a Vida e a Família; o subsecretário adjunto-geral da CNBB, padre Dirceu de Oliveira Medeiros; o subsecretário adjunto de Pastoral, padre Marcus Barbosa Guimarães; o assessor do Setor Educação, padre Júlio César Resende; os secretários executivos de Regionais Sandra Zambon, padre Valdecir Badzinski e Luciano dos Santos; Mariana Venâncio, doutoranda em Estudos Literários pela UFJF; e representantes da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB): irmã Raquel Colleti, irmã Teresinha Del’Acqua e padre João da Silva Filho.
https://www.cnbb.org.br/sinodo-2023-equipe-de-animacao-do-brasil-realiza-primeiro-encontro/

Você pode Gostar de:

Divulgado o programa da viagem do Papa à Hungria e Eslováquia

A viagem apostólica do Papa Francisco à Hungria e Eslováquia está programada de 12 a …