Página Inicial / Animação Litúrgica / 4º Domingo no Tempo do Advento(22.12)

4º Domingo no Tempo do Advento(22.12)

EIS QUE A VIRGEM CONCEBERÁ E DARÁ À LUZ UM FILHO (Mt 1, 23)

22 de dezembro de 2019
QUARTO DOMINGO DO ADVENTO – ANO A – SÃO MATEUS
ANO JUBILAR ARQUIDIOCESANO
Cor Litúrgica: roxo
A.: Irmãos caríssimos: juntos de Maria e José, nós contemplamos os sinais de Deus que
vem ao nosso encontro e espera de nós um coração aberto, afável e disponível à Sua
presença. Em clima de oração e recolhimento, iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – Hinário Litúrgico – Advento Ano A.
Oh! Vinde, enfim, eterno Deus. Descei, descei dos altos céus. Deixai a vossa
habitação, que a terra espera a salvação./ 2. Que o céu orvalhe o redentor, baixai das
nuvens, ó Senhor! Germine a terra o nosso Deus, pra que nos abra os altos céus./ 3.
Por que tardais, ó bom Jesus, em rebrilhar na vossa luz? Em treva densa o mundo jaz,
trazei a luz, o amor, a paz!/ 4.Oh! Vinde, enfim, Senhor, a nós, ressoe no mundo a
vossa voz. No mundo brilhe o vosso olhar. Oh! Vinde enfim, sem demorar.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM. P.: O Senhor que encaminha os nossos corações para o amor de Deus
e a constância de Cristo esteja convosco! TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS
REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. COROA DO ADVENTO
A: Acendemos hoje a última vela da Coroa do Advento. Jesus está a caminho de nossa
casa. Preparemo-nos de forma imediata para receber Cristo-Luz do mundo em nossos
corações e em nossas famílias.
(após acender as velas, o celebrante reza a seguinte oração:)
P.: OREMOS: Senhor, acendemos as velas desta coroa para que possamos preparar
nossos corações para o advento do vosso Filho. Protegei-nos dos maus costumes e
inflamai nossos corações a uma contínua conversão de vida, para que, servindo a Vós
em nossos irmãos, possamos fugir da escuridão do pecado e ir ao encontro do nosso
Salvador, Jesus Cristo, que vive e reina na unidade do Espírito Santo.
TODOS: Amém.
4. ATO PENITENCIAL – P.: No início desta celebração eucarística, peçamos a conversão
do coração, fonte de reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs.
Senhor, que viestes ao mundo para nos salvar, tende piedade de nós. TODOS:
SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, que continuamente nos visitais com a
graça do vosso Espírito, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE
NÓS. P.: Senhor, que vireis um dia para julgar as nossas obras, tende piedade de nós.
TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão
de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Derramai, ó Deus, a vossa graça em
nossos corações para que, conhecendo pela mensagem do Anjo a encarnação do vosso
Filho, cheguemos, por sua paixão e cruz, à glória da ressurreição. Por nosso Senhor
Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos, todos nós podemos colaborar na redenção se, assim como Maria e José,
soubermos dizer um sim incondicional a Deus. Ouçamos com atenção as leituras de
hoje.
6. 1ª LEITURA (Is 7,10-14) – Leitura do Livro do Profeta Isaías.
Naqueles dias, 10O Senhor falou com Acaz, dizendo: 11“Pede ao Senhor teu Deus que te
faça ver um sinal, quer provenha da profundeza da terra, quer venha das alturas do
céu”. 12Mas Acaz respondeu: “Não pedirei nem tentarei o Senhor”. 3Disse o profeta:
“Ouvi então, vós, casa de Davi; será que achais pouco incomodar os homens e passais
a incomodar até o meu Deus? 14Pois bem, o próprio Senhor vos dará um sinal. Eis que
uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Emanuel. Palavra do
Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 24) – R.: O REI DA GLÓRIA É O SENHOR
ONIPOTENTE; ABRI AS PORTAS PARA QUE ELE POSSA ENTRAR!/ 1. Ao Senhor
pertence a terra e o que ela encerra, o mundo inteiro com os seres que o povoam;
porque ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável./ 2.
“Quem subirá até o monte do Senhor, quem ficará em sua santa habitação? Quem tem
mãos puras e inocente o coração, quem não dirige sua mente para o crime”. / 3. Sobre
este desce a bênção do Senhor e a recompensa de seu Deus e Salvador”. “É assim a
geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face”.
8. 2ª LEITURA (Rm 1,1-7) – Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos. 1
Eu, Paulo, servo de Jesus Cristo, apóstolo por vocação, escolhido para o Evangelho de
Deus, 2
que pelos profetas havia prometido, nas Sagradas Escrituras 3e que diz respeito
a seu Filho, descendente de Davi segundo a carne, 4
autenticado como Filho de Deus com poder, pelo Espírito de Santidade que o ressuscitou dos mortos, Jesus Cristo,
Nosso Senhor.5
É por Ele que recebemos a graça da vocação para o apostolado, a fim
de podermos trazer à obediência da fé todos os povos pagãos, para a glória de seu nome. 6
Entre esses povos estais também vós, chamados a ser discípulos de Jesus Cristo. 7
A vós todos que morais em Roma, amados de Deus e santos por vocação, graça
e paz da parte de Deus, nosso Pai, e de nosso Senhor, Jesus Cristo. Palavra do Senhor.
TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!/ Eis que a virgem
conceberá e dará à luz um filho. Chamar-se-á Emanuel, que significa: Deus conosco.
10. EVANGELHO – (Mt 1,18-24) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO
MEIO DE NÓS. P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus. TODOS:
GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: 18A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em
casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito
Santo. 19José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar
Maria, em segredo. 20Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: “José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria
como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. 21Ela dará à luz um
filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados”.
22Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: 23”Eis
que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de
Emanuel, que significa: Deus está conosco”. 24Quando acordou, José fez conforme o
anjo do Senhor havia mandado, e aceitou sua esposa. Palavra da Salvação.
TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e
em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do
Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado,
morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos
céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os
vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos
Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, façamos a Deus nossos pedidos, dizendo:
Senhor, escutai a nossa prece!
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
1) Iluminai, Senhor, a Vossa Igreja, a fim de que, iluminada pela Face do Menino
Jesus, seja sempre promotora da comunhão, da fraternidade e do serviço, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
2) Realizai, Senhor, a Vossa promessa de paz em toda a terra, dirigi para o Vosso Filho
o olhar de todos os povos e enviai o Vosso Espírito aos que governam as nações, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
3) Ajudai-nos, Senhor, a ser mansos e humildes, justos e zelosos, a exemplo da
Virgem Maria e de São José, a fim de acolhermos sempre Vossa Palavra e a colocarmos em prática, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
4) Protegei com o Vosso amor, Senhor, as mulheres grávidas, principalmente as que
estão nos presídios, marginalizadas e em situações de rua; que o Vosso Espírito e a
nossa solidariedade as ajudem, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
(Preces Espontâneas)
P.: Ouvi, ó Deus, os pedidos da Igreja que se prepara para celebrar o Nascimento de
Cristo Jesus, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – HINÁRIO LITÚRGICO IV – ADVENTO.
1. Muito suspira por ti teu povo fiel, tua Israel, (Bis) Ó Santo Messias! (Bis)/ 2. Tua
lembrança embalsama, dos que te amam, os tristes dias, (Bis) Ó Santo Messias! (Bis)/
3. A nação que te adorava, tornaram-na escrava, encheram-na de dor, (Bis) Ó Santo
Messias! (Bis)/ 4. Apressa-te em vir libertá-la, em vir salvá-la, bendito Senhor, bendito
Senhor! Apressa-te em vir libertá-la, em vir salvá-la, bendito Senhor, bendito Senhor!
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Ó Deus, que o mesmo Espírito Santo, que
trouxe a vida ao seio de Maria, santifique essas oferendas colocadas sobre o vosso
altar. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA III – MR (p. 483) – Prefácio do Advento II A – Maria, a nova
Eva – MR (p.409)
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – Hinário Litúrgico – anexo Advento 2, p. 17)
R.: O SENHOR FEZ POR MIM MARAVILHAS, SANTO É SEU NOME, SANTO É SEU
NOME!/ 1. A minh’alma engrandece o Senhor e exulta meu espírito em Deus, meu
Salvador; Porque olhou para a humildade de sua serva, doravante as gerações hão de
chamar-me de bendita./ 2. O Poderoso fez em mim maravilhas, e santo é o seu nome!
Seu amor para sempre se estende sobre aqueles que o temem./ 3. Manifesta o poder
de seu braço, dispersa os soberbos; derruba os poderosos de seus tronos e eleva os
humildes./ 4. Sacia de bens os famintos, despede os ricos sem nada. Acolhe Israel, seu
servidor, fiel ao seu amor./ 5. Como havia prometido a nossos pais, em favor de
Abraão e de seus filhos para sempre. Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito desde
agora e para sempre pelos séculos, amém!
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Ó Deus todo-poderoso,
tendo nós recebido o penhor da eterna redenção, fazei que, ao aproximar-se a festa da
salvação, nos preparemos com maior empenho para celebrar dignamente o mistério
do vosso Filho. Que vive e reina para sempre.
TODOS: AMÉM.
21. ORAÇÃO DO ANO JUBILAR ARQUIDIOCESANO
Ó Trindade Santa, nós vos louvamos pelos 60 anos da Arquidiocese de Brasília! Por
tudo, nós vos damos graças! Pelo vosso infinito amor manifestado em nossa história.
Pelos que se dedicaram generosamente a edificar a Igreja, no coração do Brasil, desde
os inícios da nova capital, erguida à sombra da Santa Cruz e sob o manto protetor da
Mãe Aparecida. Nós vos damos graças pela fé professada, celebrada e vivida, ao longo
destes 60 anos de evangelização. A vós confiamos o amanhã da nossa Igreja
arquidiocesana, com a esperança que brota da fé. Renovamos, hoje, o compromisso
de caminhar unidos e de evangelizar a todos, com novo ardor missionário, nos diversos
espaços do Distrito Federal. Confiantes no amor de Cristo que nos impele, nós
suplicamos as vossas bênçãos, neste Ano Jubilar, pela intercessão de Nossa Senhora
Aparecida! Amém!
RITOS FINAIS

Preparando a Partilha da Palavra
Na proximidade do Natal, nosso olhar de fé se volta para o grande mistério da encarnação do Filho de Deus. O Pai, por iniciativa de seu amor e do Espírito Santo, enviou-nos seu Filho amado, encarnado em Maria, filha escolhida do Pai para tão sublime missão. No Evangelho da Liturgia de hoje, o anúncio da encarnação do Filho de Deus se dá a José, e assim o evangelista Mateus firma a origem davídica de Cristo. José era da casa de Davi, chamado para ser o pai adotivo de Jesus. Assim o Cristo assume, de fato, a história humana. Mateus nos fala da revelação feita por Deus, por meio do sonho – biblicamente sonho é a comunicação de Deus com a pessoa – a José, que não diz nenhuma palavra, permanece em silêncio. Apenas obedece ao que o Senhor lhe pede. Obedece ao plano indicado por Deus. Maria também é obediente e deixa-se guiar pela vontade divina. Por meio da obediência de Maria e José, o Emanuel, o Deus conosco, pode encarnar-se entre nós. Aqui é possível refletirmos sobre a fé e o acolhimento de Deus em nossa vida. Maria e José nos dão o nobre exemplo de que, em primeiro lugar, deve estar a vontade divina. O sim a Deus nos dá a verdadeira liberdade e realização. Mas a arrogância e a autossuficiência têm como preço a solidão. Podemos, pois, conscientes da paciência misericordiosa de Deus, fazer a jubilosa experiência da fé, escutando a vontade divina e obedecendo-lha. Aprendemos nesta Liturgia que sempre é possível o encontro com Deus, pois Ele mesmo vem ao encontro de nossa humanidade. O Natal é a oportunidade, que nos é oferecida, para nos encontrarmos com Deus, se tivermos abertura de alma, de coração e nos fizermos disponíveis ao Senhor. Isso é viver profundamente o Natal. O Natal tem a nos dizer sobre nossa disponibilidade para Deus. Por isso, em José e Maria, aprendemos a acolher o projeto de Deus e, aí sim, a nos rejubilar efusivamente. Perguntemos a nós mesmos se estamos dispostos a desfazer nossos projetos para acolher o projeto de Deus, como fizeram Maria e José. Ninguém é capaz de contestar que eles assim o fizeram; portanto é possível para nós também respondermos à vontade divina, àquilo que o próprio Deus pede para nós. Confiemos, um pouco mais, e sejamos capazes de dar um passo mais largo em nossa fé. (Deus Conosco – Reflexões e Sugestões Litúrgicas 2019

22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL – MR (p. 520)
P.: O Senhor esteja convosco.
TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS.
P.: Que o Deus onipotente e misericordioso vos ilumine com o advento do seu Filho,
em cuja vinda credes e cuja volta esperais, e derrame sobre vós as suas bênçãos.
TODOS: AMÉM.
P.: Que durante esta vida ele vos torne firmes na fé, alegres na esperança, solícitos na
caridade.
TODOS: AMÉM.
P.: Alegrando-vos agora pela vinda do Salvador feito homem, sejais recompensados
com a vida eterna, quando vier de novo em sua glória.
TODOS: AMÉM.
P.: Abençoe-vos o Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LEITURA DA SEMANA
2ª-feira: CmFac de S. João Câncio Presb. Ml 3,1-4.23-24 ; Sl 24(25); Lc 1,57-66
3ª-feira: 2Sm 7,1-5.8b-12.14a.16; Sl 88 (89); Lc 1,67-79
Branco – Missa vespertina da Vigília do Natal: Gl, Cr, Pf do Natal.
Is 62,1-5; Sl 88(89); At 13,16-17.22-25; Mt 1,1-25 ou mais breve: 1,18-25
4ª-feira: Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo. Missa da noite: Is9,1-6; Sl95; Tt2,11-14; Lc2,1-14.
Missa da aurora: Is62,11-12; Sl96; Tt3,4-7; Lc2,15-20. Missa do dia: Is52,7-10; Sl97; Hb1,1-6;
Jo1,1-18.
5ª-feira: S. Estevão. Diácono. Protomártir. Festa. At6,8-10; 7,54-59; Sl30; Mt10,17-22.
6ª-feira: S. João. Apóstolo e Evangelista. Festa. 1Jo1,1-4; Sl96; Jo20,2-8.
Sábado: Santos Inocentes. Mártires. Festa. 1Jo1,5-2,2; Sl123; Mt2,13-18.
Quarta Semana do Saltério
Quarto Domingo do Advento – Ano A

Você pode Gostar de:

Solenidade de Nossa Senhora Aparecida

SOLENIDADE DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA PADROEIRA DO BRASIL RITOS INICIAIS CANTO 1 -HINO …