Página Inicial / Animação Litúrgica / 3º Domingo do Tempo Comum (24.01)

3º Domingo do Tempo Comum (24.01)

Ano B – cor verde – 24/01/2021

1. Saudação
Presidente – Irmãos e irmãs em Cristo, é grande a nossa alegria por estarmos reunidos em comunidade para celebrar nossa vida e nossa fé na Trindade Santa, nesta Páscoa Semanal. Bem-vindos a este encontro, especialmente, as pessoas que estão nos visitando neste dia. Neste domingo, lembramos o início da missão de Jesus e o chamado aos primeiros discípulos. Jesus quer formar uma Comunidade de seguidores para acompanhá-Lo na missão. Esta é a primeira tarefa da qual a Igreja não pode se descuidar, pois o chamado deve ser constante para todos. Como família de Deus reunida, façamos o sinal da nossa fé. Em nome do Pai…
Presidente – O Senhor que encaminha nossos corações para o amor e a constância de Cristo, esteja convosco. Bendito seja Deus…
Animador(a) – Este Domingo do Tempo Comum conduz as comunidades à reflexão do anúncio do Reino de Deus. Nós que conhecemos a revelação de Deus em Jesus Cristo, vivemos o tempo definitivo da salvação. O Senhor está conosco e nos conduz, a cada momento, à Pátria celeste. Vamos trazer presente, neste momento, os fatos que marcaram nossa semana. (Recordação da vida)
2. Deus nos Perdoa
Presidente – Em Jesus Cristo, o Justo, que intercede por nós e nos reconcilia com o Pai, abramos o nosso espírito ao arrependimento para sermos menos indignos de aproximarmo-nos da Mesa do Senhor. (Silêncio) Supliquemos a vossa misericórdia, cantando.
3. Hino do Glória
Presidente – Glorifiquemos a Deus pela graça de alcançarmos uma nova vida em Vosso Filho Jesus, cantando.
4. Oração
Presidente – Deus eterno e bondoso, dirigi a nossa vida segundo o Vosso amor, para que possamos, em nome do Vosso Filho, frutificar em boas obras. Por Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
5. Leitura da Profecia de Jonas (3, 1-5.10)
6. Salmo Responsorial (24) (CD Cantando os Salmos – Ano B) Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, vossa verdade me oriente e me conduza! (bis)
7. Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios (7, 29-31)
8. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos (1, 14-20)
9. Partilha da Palavra
Nossa resposta
10. Profissão de Fé
Presidente – De mãos estendidas para a Cruz, professemos nossa fé no Deus Uno e Trino. Creio em Deus Pai…
11. Preces da Comunidade
Presidente – No Deus que sempre nos convida a sermos discípulos missionários na construção do Seu Reino, elevemos confiantes nossos pedidos.
12. Apresentação dos Dons
Animador(a) – O Evangelho é o início da boa notícia trazida por Jesus. Ela se tornará realidade mediante o compromisso das pessoas e Comunidades que dizem ‘sim’ ao chamado do Mestre. Apresentemos ao altar do Senhor, a dedicação, fidelidade, amor e alegria de todas as pessoas que se colocam a serviço do Reino em nossa Comunidade, seguindo o exemplo dos discípulos.
Coleta Fraterna
Ação de Graças
13. Louvação
Presidente – Louvemos a Deus Pai por todas as pessoas que ouvindo a Palavra do Senhor se colocam a serviço da Comunidade
Deus nos faz irmãos
14. Pai Nosso Presidente – Com amor e confiança, rezemos como Cristo nos ensinou. Pai Nosso…
15. Momento da Paz
Animador (a) – Abrindo nossos corações para acolher o Evangelho, mudamos de vida e promovemos a paz. Em silêncio, rezemos pela paz no mundo.
16. Oração
Presidente – Oremos – (silêncio) – Concedei-nos, Deus de amor, que tendo recebido a graça de uma nova vida, sempre nos gloriemos dos Vossos Dons. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Deus nos envia
17. Breves Avisos
18. Bênção
Presidente – O Deus da vida vos abençoe na sua bondade e infunda em vós a sabedoria da salvação. Amém.
– Sempre vos alimente com os ensinamentos da fé e vos faça perseverar nas boas obras. Amém.
– Oriente para Ele os vossos passos, e vos mostre o caminho da caridade e da paz. Amém.
– A bênção do Deus bondoso, Pai e Filho e Espírito Santo, desça sobre vós e permaneça para sempre. Amém.
– Ide em paz, anunciai a Boa-Nova e que o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
Neste domingo, lembramos o início da missão de Jesus e o chamado dos primeiros discípulos. Nós, em continuidade a esse chamado, recebemos o convite para segui-Lo. Aqui estamos como convocados para a missão de continuar o anúncio do Reino, pois, com Jesus Cristo, chegou a plenitude dos tempos. O profeta, Jonas, obediente a Deus vai à Nínive, a fim de anunciar a Palavra que lhe fora confiada. Bastou um dia de pregação para que toda população acreditasse em Deus, proclamasse um jejum e vestisse roupas de penitência, obtendo assim o perdão de Deus. Assim como o Salmista, suplicamo pedindo ao Senhor que tenha compaixão de nós e sempre se lembre de sua aliança. O Salmo de confiança na misericórdia do Senhor afirma que a misericórdia e compaixão divinas conduzem o pecador ao bom caminho. A segunda leitura encaminha o nosso olhar para a noção de tempo. Paulo pressionado pela crença que o mundo está para se acabar e pela opinião popular de que é preciso gozar a vida antes que ela desapareça, ajuda os Coríntios a descobrir nova escala de valores: o Reino de Deus se impõe como valor absoluto, isso vale tanto para os que se casam como para quem decidiu não se casar. Nesta liturgia, a Mesa da Palavra nos coloca diante de Jonas, mostrando a importância da conversão, e de Paulo que orienta a Igreja de Corinto viver o desapego, indicações importantes para entender a dimensão da grande notícia: o Reino de Deus chegou! O Evangelho de Marcos nos trouxe um ponto importante para refletir o nosso papel eclesial: despertar comunidades em torno de Jesus. Homens e mulheres são chamados a partir de suas vidas, do seu dia a dia, pessoas que verdadeiramente se convertem e creem na Boa-Nova do Reino de Deus. Somos chamados a testemunhar esta presença do Reino já atuante no meio de nós. A novidade presente na palavra e ação de Jesus provoca esta total mudança em nossas vidas, isto é, ceder lugar a um outro mundo pautado no Governo de Deus; seja na convivência familiar, no trabalho, na vida social em tudo e com tudo, pois somos chamados a viver esta urgência do Reino. Urgência que é sempre a mesma: “Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens!” Para nós hoje, quais são as mudanças que devemos fazer para que tenhamos uma vida mais próxima à sonhada por Jesus? (Roteiros Homiléticos – CNBB)

Leituras da Semana
2ª feira: At 22,3-16; At 9,1-22; Sl 116; Mc 16,15-18
3ª feira: 2Tm 1,1-8; Tt 1,1-5; Sl 95; Lc 10,1-9
4ª feira: Hb 10,11-18; Sl 109; Mc 4,1-20
5ª feira: Hb 10,19-25; Sl 23; Mc 4,21-25
6ª feira: Hb 10,32-39; Sl 36; Mc 4,26-34
Sábado: Hb 11,1-2.8-19; Lc 1,69-75; Mc 4,35-41
Domingo: Dt 18,15-20; Sl 94; 1Cor 7,32-35; Mc 1,21-28

 

Você pode Gostar de:

1º Domingo do Advento (29.11)

1º Domingo do Advento Ano B – cor roxa – 29/11/2020 1. Saudação Presidente – …