Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – Todos os Santos 07.11.2021

Liturgia – Todos os Santos 07.11.2021

“QUEM SÃO ESTES VESTIDOS COM ROUPAS BRANCAS?”
1.Acolhida
A Igreja não é composta de três partes isoladas; ela tem três momentos solidários: Igreja peregrina(que ainda está a caminho neste mundo temporal); Igreja padecente (que padece um sofrimento purificador (purgatório); e Igreja triunfante (gloriosa e triunfante na glória, Igreja dos santos já glorificados. São três partes intercomunicantes e solidárias; é a Etapa da terra, do purgatório e da céu.
Neste domingo celebramos a etapa final – a glorificação celestial! É a grande multidão, vestida de roupas brancas (divinizados), com palmas nas mãos (vencedores) e participam da vida divina do Senhor Jesus! Estes são aqueles que já passaram pela grande tribulação das perseguições deste mundo tentador.

2.Palavra de Deus
Ap 7,2-4. 9-14 – João, o Evangelista, descreve a multidão dos bem aventurados, marcados com o sinal da salvação: O número de cento e quarenta e quatro mil, membros do Povo Eleito e uma multidão incontável, que veio da grande tribulação (mártires) do Cordeiro.
1Jo 3,1-3 – Há, também, uma grande multidão de filhos de Deus, adotivos! E nós somos esses filhos adotivos de nosso Deus, que trazem em seu íntimos a vida divina a ser revelada no futuro quando nós veremos a Deus como Ele é!
Mt 5,1-12ª – Santos são aqueles que viveram na terra as Bem Aventuranças, propostas por Jesus como forma de vida cristã. É todo batizado que discretamente vive o mandamento de Jesus, praticando as obras de misericórdia, especialmente, com os mais necessitados.

3.Reflexão
Hoje, a Liturgia celebra a 3ª dimensão da Igreja – A IGREJA TRIUNFANTE – A Igreja de todos os santos. Multidão, com certeza, bem mais numerosa do que nós, pobres peregrinos, podemos imaginar. É uma grande multidão incontável que proclama: “A salvação pertence ao nosso Deus… o louvor, a sabedoria, a glória, a ação de graças, a honra, o poder e a força pertencem ao nosso Deus, para sempre. Amém” A Igreja triunfante é a glória de Deus, vencedor do pecado e do maligno, e aqueles que passaram pela grande tribulação, celebram sua vitória, exibem suas vestes alvejadas pelo sangue do Cordeiro!
Deus não precisa de festa e nem de cerimônias, mas quer celebrar com os justos a alegria da vitória do Cordeiro sobre o pecado. A Igreja triunfante é a grande vitória do Cordeiro.
A vitória do Cordeiro está nos filhos adotivos de Deus Pai, são criaturas humanas elevadas à glória divina, graça que nós, ainda, não avaliamos com clareza, mas, hoje, ela se revela para a glória de Deus: “Sabemos que quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a Ele porque o veremos como Ele é!” Vejamos o amor de nosso Deus que nos faz “pequenos deuses!” Abramos o nosso coração para entender as maravilhas realizadas por nosso Deus! Jesus descreve o caminho seguro para entrar no Reino do céu – o caminho das bem-aventuranças: Viver neste mundo pecador as Bem-Aventuranças: Bem-aventurados os pobres, os aflitos, os mansos, os que padecem fome, os que praticam a misericórdia e aqueles que promovem a paz… É, com certeza, um caminho estreito e penoso, mas cheios de luz e de esperança! É o caminho do céu! Nós somos criaturas humanas, nascidas do barro da terra, mas a caminho de realizar a grande aventura de sermos semelhantes ao Criador: “Sabemos que quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a Ele, porque o veremos como Ele é!”

Que Deus nos conceda o dom da Sabedoria!
FREI CARLOS ZAGONEL

Você pode Gostar de:

Ano Jubilar Missionário – CNBB

ANO JUBILAR MISSIONÁRIO SERÁ LANÇADO COM ABERTURA OFICIAL EM LIVE AMANHÃ, SÁBADO, 20 DE NOVEMBRO, …