Página Inicial / Notícias / Encerramento do 15º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base

Encerramento do 15º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base

Fortalecer a leitura popular da Bíblia Fortalecer a espiritualidade, valorizar a alimentação saudável, a agricultura familiar e a agroecologia, aproximar-se efetivamente das juventudes. Esses foram alguns dos compromissos mencionados e assumidos pelos participantes do 15º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), que teve início na terça-feira (18) e terminou ontem (sábado, 22) com celebração religiosa aberta ao público realizada no Centro de Eventos Santa Terezinha, no bairro Jardim Belo Horizonte, em Rondonópolis.


O encontro reuniu cerca de 1,5 mil representantes de CEBs de todo o Brasil (Centro-Oeste, Norte, Nordeste, Sul e Sudeste), além religiosas e religiosos, bispos, lideranças de organismos ligados à Igreja Católica, a outras denominações cristãs e expressões espirituais, movimentos sociais e populares. O Intereclesial tratou do tema “CEBs – Igreja em saída na busca da vida plena para todos e todas” e buscou refletir acerca da realidade social e eclesial do Brasil e da América Latina.
Arquidiocese de Cuiabá enviou 40 representantes, entre delegados, equipe de serviço e contou com a presença de Padres, Religiosas, seminaristas e do Arcebispo Metropolitano Dom Mario Antônio.


As atividades ocorreram na forma de plenárias distribuídas em comunidades sediadas em paróquias de Rondonópolis e atenderam pelos nomes de “Casa Comum”, “Amazônia”, “Caatinga”, “Cerrado”, “Pantanal”, “Pampa” e “Mata Atlântica”, a fim de valorizar o debate sobre a questão ecológica.
“Agora é o momento de descermos do monte e irmos para as nossas bases, para colocarmos em prática aquilo que rezamos, celebramos, refletimos e debatemos”, disse o teólogo e assessor pastoral da Ampliada Nacional das CEBs, Celso Carias, referindo-se ao trecho bíblico da “transfiguração”, no qual Jesus dialoga com Pedro, Tiago e João, mostrando a eles a importância de desenvolver uma atuação pastoral presente no dia a dia das comunidades.

O bispo da Diocese de Floresta (PE), membro da Comissão Episcopal para o Laicato da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e bispo referencial para as CEBs, Dom Gabriel Marchesi, afirmou, a Tv Aparecida que um caminho para entender a missão das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) é lembrar que “Deus age na vida das pessoas, através dos seus filhos e filhas. Assim como aconteceu com a vocação de Moisés e com os apóstolos que Jesus chamou e depois enviou”. é necessário lembrar que a verdadeira fé deve incluir não apenas o coração e a mente, mas também os pés e as mãos, ou seja, cada cristão é chamado e enviado na totalidade do seu ser.
É assim que Deus “nos envia aos irmãos e as irmãs para fazer com que o amor dele, que não tem limite, chegue em todos os cantos, em todas as circunstâncias, não somente como promessa para uma plenitude que acontecerá no futuro, mas também como realização a partir do hoje, em que somos chamados a fazer com que, aqui e agora, venha o Reino de Deus

E assim, com a esperança do verbo esperançar, dispostos e dispostas a seguir nossa caminhada como CEBs – Igreja em saída para as periferias, partimos de Rondonópolis, certos de que, Jesus de Nazaré, a multidão de testemunhas, e os Mártires da Caminhada, seguirão animando e conduzindo as CEBs para as Galileias periféricas das terras mato-grossenses ao Estado do Espírito Santo, onde seremos acolhidos por nossa Senhora da Penha.A 16ª edição do Encontro Intereclesial das CEBs será no estado do Espírito Santo, em cidade a ser definida e, provavelmente, no ano de 2027.

Texto: Gibran Lachowski
Foto: Renan Dantas / Comunica15

Você pode Gostar de:

Especial É Tempo de Cuidar do RS

CNBB E SIGNIS BRASIL PROMOVEM ESPECIAL AO VIVO COM CANTORES E INFLUENCERS CATÓLICOS A FAVOR …