Página Inicial / Notícias / Paróquia Nossa Senhora do Pantanal conclui formação de lideranças

Paróquia Nossa Senhora do Pantanal conclui formação de lideranças

Tarley Carvalho

Lideranças da Paróquia Nossa Senhora do Pantanal, situada em Várzea Grande, concluíram o Curso de Dinâmica para Líderes (CDL) 1º Nível neste domingo, 19 de novembro. Esta foi a segunda etapa do curso, cuja primeira parte foi realizada em 22 de outubro. O CDL foi articulado pelas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) da Arquidiocese de Cuiabá e aplicado a 50 cursistas, entre coordenadores de comunidades, movimentos e pastorais, além do clero.

Neste domingo, os participantes vivenciaram a experiência de reforçar a confiança nos membros das comunidades. Por mais difícil que seja desempenhar a confiança no outro, o curso aponta que este é um requisito fundamental para o trabalho pastoral na Igreja.

“Quando estamos à frente de nossas comunidades, paróquias, pastorais ou movimentos, por vezes sentimos dificuldade em dividir a tarefa e confiar que nossos irmãos e irmãs conduzirão o trabalho de forma satisfatória. É um sentimento legítimo, mas que precisa ser transformado, a Igreja precisa que suas tarefas sejam divididas entre seus membros e preciso de leigos protagonistas”, explicou a coordenadora do encontro, Gabriela Ferreira.

Para a cursista Josely Cunha, da comunidade São Francisco de Assis, o CDL 1º Nível foi uma oportunidade de conhecimento.

“Trouxe muito aprendizado, tirou muitas dúvidas minhas, principalmente em relação ao meu papel na coordenação. Desperta vontade de aprender e repassar à comunidade tudo o que eu aprendi no curso”, avaliou.
Os cursistas também participaram da palestra “Igreja Comunidade”, conduzida pelo padre jesuíta Aloir Pacini, que é vigário na Paróquia Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. Doutor em Antropologia Social, o padre falou sobre as diferentes formas de expressão na Igreja Católica e como todas convergem para o mesmo objetivo comum, de comunhão com Jesus Cristo.

Além disso, padre Aloir ainda fez um resgate da história da Igreja Católica no Brasil e sua inserção na sociedade.
Já o monitor Tarley Carvalho conduziu o momento “Cristo e Ser Cristão”, na qual os cursistas passam pelo processo de reconciliação consigo mesmo.

“Neste momento, nós convidamos os participantes a se reconhecerem como merecedores de todo o amor divino oferecido por Jesus Cristo. Nossa cultura, infelizmente, não nos impulsiona ao reconhecimento de nossas virtudes, de nossos dons… da mesma forma que devemos estar abertos às críticas para buscar a melhoria, precisamos admirar a nós mesmos, ter orgulho de ser quem somos”, explicou.

Ainda na parte formativa, o encontro contou com o tema “Comunidades e comunidades”, momento conduzido pelos monitores Antônia Marcel e Mário Márcio. A temática é uma continuidade do processo conduzido pelo padre Aloir e tem por objetivo valorizar a autonomia das comunidades, suas formas de expressão e a distinção de suas pastorais e movimentos.

O encerramento do encontro foi celebrado com a Santa Missa, conduzida pelo frei Dimas, que também foi cursista no encontro. A celebração contou com a participação dos paroquianos, do começo ao fim, e com cerimônia de envio em missão no encerramento.

O CURSO
Reproduzido em todo o país, o CDL leva seus cursistas a refletir a liderança como chamado de Deus. Para isso, o encontro aborda temáticas de valores e contra valores, assim como despertar a consciência crítica, colocando em prática que é preciso ter vida e tê-la em abundância, tal qual ensinado por Cristo Jesus.

O encontro, desde a primeira etapa, foi todo conduzido com aval, apoio e motivação do arcebispo de Cuiabá, Dom Mário Antonio da Silva.

Não é só isso. Sob iluminação da leitura de Matheus, que “muitos são chamados, mas poucos escolhidos”, o curso convida seus participantes a fazerem opção pessoal por Jesus Cristo, seguir seu caminho e defender suas bandeiras.

Para o Frei Luiz, Congregação dos Frades Menores Missionários (FMM) e que também participou da formação, o CDL proporcionou o resgate de valores fundamentais para o trabalho pastoral.

“Durante todo o encontro escutei por várias vezes palavras que estavam quase apagadas do vocabulário eclesial, como por exemplo: opção por Jesus Cristo, trabalho em equipe, confiança no outro, autoconhecimento, consciência crítica, autenticidade, compromisso com o outro, capacidade de discordar”, elementos que ajudam a comunidade a crescer no amor de Cristo”, pontuou.

Tal qual Moisés e Jesus, que delegaram funções como exemplo de liderança e protagonismo, o curso promove a importância que os coordenadores saibam distribuir as tarefas em suas comunidades, movimentos e pastorais, para que o trabalho flua e o protagonismo seja partilhado. O próprio CDL é construído com essa metodologia: a cada edição, a equipe age em forma de rodízio, para que todos os monitores tenham a oportunidade de coordenar o curso e saibam as necessidades de cada uma das funções.

Nesta edição, o CDL 1º Nível foi coordenado por Gabriela Ferreira, hoje membro das CEBs e que já esteve na coordenação da Pastoral da Juventude da Arquidiocese de São Paulo.

O CDL 1º Nível da Paróquia Nossa Senhora do Pantanal foi coordenado por Gabriela Ferreira e contou com os seguintes monitores: Alex Sandro Pereira, Antônia Marcel, Mário Márcio, Nelson Gonçalves Filho, Rosenil Conceição e Tarley Carvalho. Também contribuiu Alvani Almeida, Eulália Ferreira (Cimi) e Josenil dos Anjos (CEBs).

Você pode Gostar de:

Romaria Nacional de Catequistas

COMISSÃO LANÇA PROGRAMAÇÃO OFICIAL DA ROMARIA NACIONAL DE CATEQUISTAS, EM APARECIDA (SP). A Comissão Episcopal …