Página Inicial / Animação Litúrgica / Solenidade da Santa Mãe de Deus(01.01.18)

Solenidade da Santa Mãe de Deus(01.01.18)

MARIA: MÃE DE JESUS, O SENHOR DA PAZ
Dia Mundial da Paz
1 de janeiro de 2018
ANO B – SÃO MARCOS Cor Litúrgica: Branco
ANO NACIONAL DO LAICATO
A.: Irmãos: no primeiro dia do Ano Civil, Dia Mundial da Paz, nós somos convidados a olhar para a Virgem
Santa Maria, Mãe de Deus, Aquela que, com o seu “sim” ao projeto de Deus, nos ofereceu Jesus, o Príncipe
da Paz. Iniciemos, jubilosos, a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – R.: NASCEU-NOS HOJE UM MENINO, E UM FILHO NOS FOI DADO, GRANDE É
ESTE PEQUENINO, REI DA PAZ SERÁ CHAMADO. ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! / 1. Cantai, cantai
ao Senhor um canto novo, um louvor! Por maravilha tão grande, um canto novo, um louvor! Por tal vitória
e poder, um canto novo, um louvor! Por um amor tão fiel, um canto novo, um louvor!/ 2. A salvação
resplendeu, um canto novo, um louvor! Justiça apareceu, um canto novo, um louvor! Toda a terra
contemplou, um canto novo, um louvor! Com alegria aplaudiu, um canto novo, um louvor!/ 3. Clarins, violões, tocai um canto novo, um louvor! Ao rei Senhor aclamai, um canto novo, um louvor! Cante o mar, o
universo um canto novo, um louvor! Na presença do Senhor, um canto novo, um louvor!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
P.: Irmãos eleitos segundo a presciência de Deus Pai, pela santificação do Espírito para obedecer a Jesus
Cristo e participar da bênção da aspersão do seu sangue, graça e paz vos sejam concedidas
abundantemente. TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL -P.: Irmãos e irmãs, reconheçamos as nossas culpas para celebrarmos dignamente os
santos mistérios. (Pausa). Senhor, Filho de Deus, que, nascendo da Virgem Maria, vos fizestes nosso irmão, tende piedade de nós.
TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, Filho do homem, que
conheceis e compreendeis nossa fraqueza, tende piedade de nós.
TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS.
P.: Senhor, Filho primogênito do Pai, que fazeis de nós uma só família, tende piedade de nós.
TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus de bondade e misericórdia, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. GLÓRIA a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus, Rei dos céus, Deus
Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós
Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de
Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado
do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Só Vós sois o
Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus, que pela virgindade fecunda de Maria destes à
humanidade a salvação eterna, dai-nos contar sempre com a sua intercessão, pois ela nos trouxe o autor
da vida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos, a Virgem Maria nos convida a acolher a Palavra de Deus, que é fonte de bênção e paz. Ouçamos
com atenção as leituras de hoje.
6. 1ª LEITURA (Nm6, 22-27) – Leitura do Livro dos Números.
22O Senhor falou a Moisés, dizendo: 23“Fala a Aarão e a seus filhos: Ao abençoar os filhos de Israel, dizei-lhes: 24’O Senhor te abençoe e te guarde! 5O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face, e se compadeça de ti!
26O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!’ 27Assim invocarão o meu nome sobre os filhos de Israel, e eu os abençoarei”. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (DO SALMO 66/67)
R.: QUE DEUS NOS DÊ SUA GRAÇA E SUA BÊNÇÃO/1. Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção e sua face
resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos./ 2.
Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão, e
guiais, em toda a terra, as nações./ 3. Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos
glorifiquem! Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins de toda a terra!
8. 2ª LEITURA (Gl4, 4-7) – Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas.
Irmãos: 4Quando se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido
sujeito à Lei, 5a fim de resgatar os que eram sujeitos à Lei e para que todos recebêssemos a filiação
adotiva. 6E porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: Abá – ó
Pai! 7Assim já não és escravo, mas filho; e se és filho, és também herdeiro: tudo isso por graça de Deus.
Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA./ De muitos modos, Deus outrora nos
falou pelos profetas; nestes tempos derradeiros, nos falou pelo seu Filho.
10. EVANGELHO – (Lc2, 16-21) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, 16Os pastores foram às pressas a Belém e encontraram Maria e José, e o recém-nascido
deitado na manjedoura. 17Tendo-o visto, contaram o que lhes fora dito sobre o menino. 18E todos os que
ouviram os pastores ficaram maravilhados com aquilo que contavam. 19Quanto a Maria, guardava todos
esses fatos e meditava sobre eles em seu coração. 20Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus
por tudo que tinham visto e ouvido, conforme lhes tinha sido dito. 21Quando se completaram os oito dias
para a circuncisão do menino, deram-lhe o nome de Jesus, como fora chamado pelo anjo antes de ser
concebido. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, proclamemos a grandeza de Deus Pai todo-poderoso! Ele quis
que Maria, Mãe de seu Filho, fosse reconhecida por todas as gerações. Peçamos humildemente: Senhor,
escutai a nossa prece!
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
1) Pelo Santo Padre, o Papa Francisco, para que seus contínuos apelos em prol da paz sejam acolhidos
pelos governantes de todas as nações, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
2) Pelos governantes do mundo inteiro, para que, inspirados por Deus, saibam usar o poder a eles
confiado em favor do bem comum e da promoção da paz, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
3) Por todos os povos que enfrentam conflitos internos e guerras, para que Deus lhes conceda o esperado
dom da paz, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
4) Por todos nós aqui reunidos, para que tenhamos um ano cheio de graças, de paz e harmonia e que
nossas ações possam colaborar na construção de um mundo mais justo e fraterno, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
(Preces Espontâneas):
P.: Ó Deus, Pai de misericórdia, ouvi as súplicas dos vossos filhos e fazei que, por intercessão da Virgem
Maria, nos dediquemos ao serviço do próximo aqui na terra e mereçamos ser recebidos no reino dos Céus.
Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – 1. Sobe a Jerusalém, Virgem oferente sem igual. Vai, apresenta ao Pai teu
Menino: luz que chegou no Natal. E, junto à sua cruz, quando Deus morrer, fica de pé. Sim, ele te salvou, mas o ofereceste por nós com toda fé. / 2. Nós vamos renovar este sacrifício de Jesus: morte e
ressurreição, vida que brotou de sua oferta na cruz. Mãe, vem nos ensinar a fazer da vida uma oblação.
Culto agradável a Deus é fazer a oferta do próprio coração.
15.P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Ó Deus, que levais à perfeição os vossos dons, concedei aos
vossos filhos, na festa da Mãe de Deus, que, alegrando-se com as primícias da vossa graça, possam
alcançar a sua plenitude. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA III – MR (p. 482)– Prefácio da Virgem Maria I – MR (p. 445) – A Maternidade da
Virgem Maria –
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – R: DA CEPA BROTOU A RAMA, DA RAMA BROTOU A FLOR. DA FLOR
NASCEU MARIA, DE MARIA, O SALVADOR. (BIS)/ 1.O Espírito de Deus sobre ele pousará, de saber, de
entendimento este Espírito será. De conselho e fortaleza, de ciência e de temor, achará sua alegria no
temor do seu Senhor!/ 2.Não será pela ilusão do olhar, do ouvir dizer, que Ele irá julgar os homens, como é
praxe acontecer… Mas os pobres desta terra com justiça julgará, e dos fracos o direito ele é quem
defenderá!/3. A palavra de sua boca ferirá o violento e o sopro de seus lábios matará o avarento… A justiça
é o cinto que circunda a sua cintura, e o manto da lealdade é a sua vestidura!/ 4. Neste dia, neste dia, o
incrível verdadeiro, coisa que nunca se viu, morar lobo com cordeiro… A comer do mesmo pasto, tigre, boi, burro e leão, por um menino guiados, se confraternizarão.
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Ó Deus de bondade, cheios de júbilo, recebemos os sacramentos celestes; concedei que eles nos conduzam à vida eterna, a nós que
proclamamos a Virgem Maria, Mãe de Deus e Mãe da Igreja. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21. ORAÇÃO PELA PAZ (SÃO JOÃO PAULO II)
Mãe da Paz, que sabeis o que significa apertar nos braços o corpo morto do Filho, d’Aquele a quem destes
a vida, poupai a todas as mães desta terra a morte dos seus filhos, os tormentos, a escravidão, a destruição
da guerra, as perseguições, os campos de concentração, as prisões. Conservai-lhes a alegria do nascimento, da sustentação, do desenvolvimento da humanidade e da sua vida. Em nome desta vida, em nome do
nascimento do Senhor, implorai conosco pela paz e pela justiça no mundo. Mãe da Paz, em toda a beleza e
majestade da vossa maternidade, que a Igreja exalta e o mundo admira, nós vos pedimos: estejais conosco
a cada momento. Amém!
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL – MR (p. 520)
P.: O Senhor esteja convosco.
TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS.
P.: Que Deus todo-poderoso, fonte e origem de toda bênção, vos conceda a sua graça, derrame sobre vós
as suas bênçãos e vos guarde sãos e salvos todos os dias deste ano.
TODOS: AMÉM.
P.: Que Ele vos conserve íntegros na fé, pacientes na esperança e perseverantes, até o fim, na caridade.
TODOS: AMÉM.
P.: Que Ele disponha em sua paz vossos atos e vossos dias, atenda sempre às vossas preces e vos conduza
à vida eterna.
TODOS: AMÉM.
P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
P.: Ide em paz e o Senhor vos acompanhe.
TODOS: GRAÇAS A DEUS.

Preparando a Partilha da Palavra
Iniciamos o ano com a Solenidade da Santa Mãe de Deus, Maria, porque o Verbo nela fez morada. Ela é a imagem da Igreja que traz consigo a Palavra de Deus e a apresenta ao mundo. A Liturgia de hoje fala de bênção. A primeira leitura nos mostra uma antiga bênção, com a qual encerravam-se as ações litúrgicas no templo de Jerusalém. Abençoar é desejar que aconteçam coisas boas na vida de alguém. O texto de Paulo, na 2ª leitura, nos diz que, em Jesus, nos tornamos filhos e herdeiros de Deus. Isso não é privilégio para poucos, mas para todos. Abençoar é desejar que coisas boas aconteçam na vida de alguém. A maior bênção de Deus Pai é seu filho Jesus, nascido de Maria. Abençoados por Deus, seremos ajudados a enfrentar nossas dificuldades. E abençoado é quem se coloca diante do olhar do Pai, como filho disposto a fazer a sua vontade. No Evangelho de hoje, vemos que o nome de Deus que salva é dado a Jesus. Diante de tão grande mistério, Maria medita e guarda no seu coração o recado de Deus em cada momento de sua vida. Em um mundo agitado, marcado pelo sensacionalismo, aprendamos com Maria, que um coração que ama sabe silenciar e contemplar, pois quando a voz se cala, o silêncio fala. Ouçamos também nós o recado que Deus nos dá neste primeiro dia do ano novo: se dermos ouvidos ao Espírito que no Batismo Ele infundiu no nosso coração, se todos os domingos escutarmos a Palavra de Deus e seguirmos o exemplo de Jesus e de Maria, durante este ano nós seremos realmente construtores da paz. Que a saudação de Feliz Ano Novo seja nosso desejo sincero de construir um mundo novo, alicerçado na justiça, na fraternidade e na igualdade. A paz trazida por Cristo, mas sempre de novo buscada e desejada pela humanidade, poderá ser encontrada somente quando a humanidade se reconciliar com Deus, com o próximo e com toda a criação por Cristo e em Cristo. Tudo isso deve passar pela ternura da Mãe.

Você pode Gostar de:

29º Domingo do Tempo Comum(21.10)

SERVIR É DAR A VIDA: EIS O CAMINHO! Dia das Missões e da Infância Missionária …