Página Inicial / Animação Litúrgica / 1ºDomingo do Advento (02.12)

1ºDomingo do Advento (02.12)

VIGIAR É AGUARDAR JESUS, POR MEIO DA ORAÇÃO E DA MISSÃO
02 de dezembro de 2018
PRIMEIRO DOMINGO DO ADVENTO – ANO C – SÃO LUCAS
Cor litúrgica: roxo
A: Meus irmãos, o tempo litúrgico do Advento é um tempo de alegre expectativa da chegada do Senhor. É,
por excelência, o tempo da esperança, no qual somos convidados a permanecer atentos e vigilantes por
meio do exercício da oração e pelo compromisso efetivo da caridade. Iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – (HINÁRIO DA CNBB, 1º FASCÍCULO, P. 85)
1. Quando virá, Senhor, o dia em que apareça o Salvador, e se efetue a profecia: “Nasceu do mundo o
Redentor”?/ R.: ORVALHAI LÁ DO ALTO, Ó CÉUS, E AS NUVENS CHOVAM O JUSTO. / 2. Aquele dia
prometido, a antiga fé de nossos pais, dia em que o mal será banido, mudando em risos nossos ais!/ 3.
Quando, felizes, o veremos no firmamento dispersar e a espargir clarões supremos, da Terra as trevas
dissipar?/ 4. Filha de reis, ó Virgem pura, sai da modesta posição. Em ti, embora criatura, de Deus se fez a
encarnação!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.:
Irmãos eleitos segundo a presciência de Deus Pai, pela santificação do Espírito para obedecer a Jesus Cristo
e participar da bênção da aspersão do seu sangue, graça e paz vos sejam concedidas abundantemente.
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ONDE HOUVER COROA DO ADVENTO
A: Encontramos, hoje, diante do altar, a Coroa do Advento. Ela é um simples enfeite de ramos e velas para
recordar-nos o significado deste tempo forte na vida da Igreja. A coroa, um círculo sem início e sem fim,
simboliza a eternidade. Os ramos verdes simbolizam a vida e a esperança. As velas representam os séculos
de escuridão, cada uma aumentando a luz até o Natal, quando comemoramos o nascimento de Jesus, a Luz
eterna. Os cristãos, preparando-se para sua festa de luz e de vida, a natividade do Salvador, passaram a
acrescentar uma vela à Coroa em cada domingo do tempo do Advento. Essas luzes relembram a escuridão
do mundo pecador antes do Salvador, a promessa da Salvação, a preparação para o Messias pelos profetas
e, finalmente, a Virgem que deu à luz a um filho chamado Emanuel: Deus-Conosco.
BÊNÇÃO DA COROA
P.: A nossa proteção está no Nome do Senhor.
TODOS: Que fez o céu e a terra.
P.: OREMOS: Ó Pai, em quem todas as coisas são santificadas, abençoai esta coroa e concedei a nós que
usamos seu símbolo a graça de preparar nossos corações para o Advento do vosso Filho. Por nosso Senhor
Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
(O celebrante asperge, então, a coroa com água benta). Acende-se a primeira vela.
4. ATO PENITENCIAL – P.: No início desta celebração eucarística, peçamos a conversão do coração, fonte de
reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs. P.: Senhor, que viestes ao mundo para nos
salvar, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. CEL.: Cristo, que continuamente
nos visitais com a graça do vosso Espírito, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS.
P.: Senhor, que vireis um dia para julgar as nossas obras, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE
PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos
conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus todo-poderoso, concedei a vossos fiéis o ardente
desejo de possuir o reino celeste, para que, acorrendo com as nossas boas obras ao encontro do Cristo que
vem, sejamos reunidos à sua direita na comunidade dos justos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A: Irmãos, a vigilância e a oração constantes nos possibilitam discernir os sinais da presença de Cristo em
nosso meio. Abramos os nossos corações aos Seus ensinamentos.
6. 1ª LEITURA (Jr 33, 14-16) – Leitura do Livro do Profeta Jeremias.
14”Eis que virão dias, diz o Senhor, em que farei cumprir a promessa de bens futuros para a casa de Israel e
para a casa de Judá. 15Naqueles dias, naquele tempo, farei brotar de Davi a semente da justiça, que fará
valer a lei e a justiça na terra. 16Naqueles dias, Judá será salvo e Jerusalém terá uma população confiante;
este é o nome que servirá para designá-la: ‘O Senhor é a nossa Justiça’”. Palavra do Senhor. TODOS:
GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (DO SALMO 24 / 25).
R.: SENHOR MEU DEUS, A VÓS ELEVO A MINHA ALMA! / 1. Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, e
fazei-me conhecer a vossa estrada!/ Vossa verdade me oriente e me conduza, porque sois o Deus da minha
salvação!/ 2. O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os
humildes na justiça, e aos pobres ele ensina o seu caminho./ 3. Verdade e amor são os caminhos do Senhor
para quem guarda sua Aliança e seus preceitos. O Senhor se torna íntimo aos que o temem e lhes dá a
conhecer sua Aliança.
8. 2ª LEITURA (1Ts 3, 12-4,20) – Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses.
Irmãos: 12O Senhor vos conceda que o amor entre vós e para com todos aumente e transborde sempre
mais, a exemplo do amor que temos por vós. 13Que assim ele confirme os vossos corações numa santidade
sem defeito aos olhos de Deus, nosso Pai, no dia da vinda de nosso Senhor Jesus, com todos os seus
santos. 1Enfim, meus irmãos, eis o que vos pedimos e exortamos no Senhor Jesus: Aprendestes de nós
como deveis viver para agradar a Deus, e já estais vivendo assim. Fazei progressos ainda maiores!
2Conheceis, de fato, as instruções que temos dado em nome do Senhor Jesus. Palavra do Senhor. TODOS:
GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! / Mostrai-nos, ó Senhor vossa bondade
e a vossa salvação nos concedei!
10. EVANGELHO – (Lc 21, 25-28.34-36) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE
NÓS. P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 25”Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as
nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas. 26Os homens vão desmaiar de
medo, só de pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as forças do céu serão abaladas. 27Então eles
verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória. 28Quando estas coisas
começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima. 34Tomai
cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das
preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; 35pois esse dia cairá como uma armadilha
sobre todos os habitantes de toda a terra. 36Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes
força para escapar de tudo o que deve acontecer e para ficardes em pé diante do Filho do Homem”.
Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos caríssimos, iniciando o Ano Litúrgico, imploremos confiantes ao Pai,
dizendo: Atendei, Senhor, ao clamor do Vosso povo!
TODOS: ATENDEI, SENHOR, AO CLAMOR DO VOSSO POVO!
1) Pela Santa Igreja de Deus, para que as celebrações do Advento renovem a esperança e o vigor
missionário de todos os batizados, rezemos ao Senhor.
TODOS: ATENDEI, SENHOR, AO CLAMOR DO VOSSO POVO!
2) Pelos nossos governantes, para que, por meio do serviço aos pobres e aos excluídos, promovam
sempre mais o bem comum, a justiça e a paz, rezemos ao Senhor.
TODOS: ATENDEI, SENHOR, AO CLAMOR DO VOSSO POVO!
3) Por todos os que passam necessidades, para que encontrem nos cristãos um coração generoso em
adiantar-se na caridade, rezemos ao Senhor.
TODOS: ATENDEI, SENHOR, AO CLAMOR DO VOSSO POVO!
4) Por todos nós, para que, iluminados pela luz do Verbo Encarnado, preparemos a vinda do Salvador em
nossos corações, rezemos ao Senhor.
TODOS: ATENDEI, SENHOR, AO CLAMOR DO VOSSO POVO!
(Preces Espontâneas)
P.: Ouvi, ó Pai, os nossos pedidos e dai-nos a graça de nos prepararmos para o Advento de Vosso Filho, que
é Deus convosco, na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
CANTO DE OFERTAS – HINÁRIO DA CNBB, P.62
R.: A NOSSA OFERTA APRESENTAMOS NO ALTAR E TE PEDIMOS: VEM, SENHOR, NOS LIBERTAR!/ 1. A
chuva molhou a terra, o homem plantou um grão. A planta deu flor e frutos, do trigo se fez o pão./ 2. O
homem plantou videiras, cercou-as com seu carinho. Da vinha brotou a uva, da uva se fez o vinho./ 3. Os
frutos da nossa terra e as lutas dos filhos teus serão, pela tua graça, pão vivo que vem dos céus./ 4.
Recebe, Pai, nossas vidas, unidas ao pão e vinho e vem conduzir teu povo, guiando-o no teu caminho.
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Recebei, ó Deus, estas oferendas que escolhemos entre os dons
que nos destes, e o alimento que hoje concedeis à nossa devoção torne-se prêmio da redenção eterna. Por
Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II – MR (p. 475) – Prefácio do Advento I A – MR (p. 407).
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – Hinário da CNBB P. 14
1. Convertei-nos, Senhor Deus do mundo inteiro, sobre nós a vossa face iluminai! Se voltardes para nós
seremos salvos, Vós que sobre os anjos todos assentais. R.: ARRANCASTES DO EGITO ESTA VIDEIRA E
EXPULSASTES MUITA GENTE PRA PLANTÁ-LA. DIANTE DELA PREPARASTES TERRA BOA, VINDE LOGO,
SENHOR. VINDE DEPRESSA PRA SALVÁ-LA! 2. Suas raízes se espalharam pela terra e os seus ramos
recobriram o sertão. Levantai-vos, vinde logo em nosso auxílio, libertai-nos pela Vossa compaixão! 3. Seus
rebentos atingiram as montanhas, verdes mares, longos rios e palmeiras. Vinde logo, Senhor Deus do
universo, visitai a Vossa vinha e protegei-a! 4. Vossa mão foi quem plantou esta videira, vinde cuidar deste
rebento que firmastes! E aqueles que a cortarem ou queimarem, vão sofrer ante o furor de Vossa Face. 5.
Até quando ficaremos esperando? Escutai a oração do Vosso povo! Vinde livrar-nos e banir da nossa
história de bebermos pranto amargo e copioso! 6. Estendei a Vossa mão ao “protegido” que escolheste
para Vós, o “Filho do Homem”! E jamais Vos deixaremos, Senhor Santo, dai-nos a vida e louvaremos Vosso
Nome!
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Aproveite-nos, ó Deus, a participação nos
vossos mistérios. Fazei que eles nos ajudem a amar desde agora o que é do céu e, caminhando entre as
coisas que passam, abraçar as que não passam. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21. ORAÇÃO DA CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO
Deus, nosso Pai, quereis a salvação de todos os povos da Terra. Nós vos pedimos que susciteis em nós o
compromisso com a Evangelização, para que todos conheçam a vida que de Vós provém. Nós vos pedimos
que nossos projetos evangelizadores sirvam para nossa santificação e da sociedade inteira que, assim, será
justa, fraterna e solidária. Nós vos pedimos que, em nossas comunidades e em toda a Igreja no Brasil,
cresça o sentimento de partilha e que, por meio da Coleta para a Evangelização e do testemunho de
comunhão, todas as comunidades recebam a força do Evangelho. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL – MR (p. 520)
P.: O Senhor esteja convosco.
TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS.
P.: Que o Deus onipotente e misericordioso vos ilumine com o advento do seu Filho, em cuja vinda credes
e cuja volta esperais, e derrame sobre vós as suas bênçãos.
TODOS: AMÉM.
P.: Que durante esta vida ele vos torne firmes na fé, alegres na esperança, solícitos na caridade.
TODOS: AMÉM.
P.: Alegrando-vos agora pela vinda do Salvador feito homem, sejais recompensados com a vida eterna,
quando vier de novo em sua glória.
TODOS: AMÉM.
P.: Abençoe-vos o Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
Preparando a Partilha da Palavra
Os profetas, como porta-vozes de Deus – de Natã a Jeremias – anunciam que o povo está sob a promessa de Deus, e que Deus a cumprirá: a casa de Davi não será destruída: “farei nascer de Davi um rebento justo, que exercerá justiça e equidade na terra”. Seria o lugar de vida de onde brotaria um personagem libertador.  O tempo de espera – que às vezes se apresenta para nós como muito longo – não é tempo vazio, inútil: é tempo para progredir no amor, para consolidar o coração; para deixar-se envolver pela santidade de Deus. No texto da Primeira Carta aos Tessalonicenses, que hoje proclamamos, Paulo dá um notável protagonismo a Jesus, nosso Senhor. Ele desapareceu de nossa vista depois de sua morte. Mas sua ausência é também vinda. Jesus vem “misteriosamente” a nós. Age em cada um de nós. Faz-nos progredir no amor, consolida nossos corações, envolve-nos na santidade de Deus. A espera de Jesus é um tempo  para a ação, para a criatividade, para o progresso. Quando isso suceder…, erguei a cabeça! Hoje o evangelho nos fala de agradabilíssimas surpresas que para nós virão quando menos esperarmos: “chegará de improviso o dia”, “como um laço”, “sobre todos”. Para nós, esse dia é uma boa notícia, porque é o dia de nossa libertação. Quem traz consigo a libertação é Jesus, o Filho do homem. Sabemos que Jesus habitou nossa terra, que viveu entre nós durante um breve espaço de tempo. Não foi bem acolhido. Ao contrário: condenaram-no à morte de cruz. Não obstante ele – ressuscitado – vem. Sua chegada estremece o universo. E eis que até as coisas de nossa terra, de nosso cosmo, apreciam quem é aquele que vem.
Jesus inteiro, todo ele, é salvação, força e vida. Não vem para condenar e sim para levar sua obra à plenitude. Agora vivemos, “no culto de nossas consciências” e de nossa fé, o mistério que um dia se desvelará. Por isso, Jesus nos anima a permanecer vigilantes e exprimir essa vigilância em nossa atitude contínua de oração; a contemplar tudo o que acontece sob a chave de sua vinda e a ter razões para viver e sonhar. Em nossas comunidades, estamos sendo como os profetas, porta-vozes de Deus no anúncio da esperança de um mundo melhor na espera do Senhor que vem?
Leituras da Semana
Seg. S. Francisco Xavier Presb, memória. Is 2, 1-5; Sl 121 (122); Mt 8, 5-11
Ter. S. João Damasceno PresbDr, MFac. Is 11,1-10; Sl 71 (72); Lc 10, 21-24
Qua. Is 25, 6-10a; Sl 22 (23; Mt 15, 29-37
Qui. S. Nicolau B, MFac. Is 26, 1-6; Sl 117 (118); Mt 7, 21.24-27
Sex. Sto Ambrósio BDr, memória. Is 29, 17-24; Sl 26 (27); Mt 9, 27-31
Sáb. Imaculada Conceição de Nossa Senhora, solenidade. Gn 3, 9-15.20; Sl 97 (98); Ef 1, 3-6.11-12; Lc 1, 26-38
Primeira semana do Saltério
I Domingo do Advento – Ano C

Você pode Gostar de:

28º Domingo do Tempo Comum(14.10)

SEGUIR JESUS É PRATICAR OS SEUS ENSINAMENTOS 14 de outubro de 2018 VIGÉSIMO OITAVO DOMINGO …