Página Inicial / Animação Litúrgica / Solenidade de Nossa Senhora Aparecida

Solenidade de Nossa Senhora Aparecida

SOLENIDADE DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA
PADROEIRA DO BRASIL
RITOS INICIAIS
CANTO 1 -HINO DOS 300 ANOS – Venho cantar meu canto, cheio de amor e vida. Venho louvar aquela a
quem chamo “Senhora de Aparecida”. Venho louvar Maria, mãe do libertador. Venho louvar a virgem de
cor morena, por seu amor. Venho louvar a virgem de cor morena por seu amor./ 2. Quero lembrar os fatos
que aconteceram naquele dia quando por entre as redes, aquela imagem aparecia. Vendo surgir das águas
a tosca imagem de negra cor, agradeceram todos à mãe de Cristo por tanto amor (2x)/ 3. Quero entender
o culto que começou, desde aquele dia. Muitos não compreendem, dizendo ser uma idolatria. Mas neste
simbolismo daquela imagem, de negra cor, chega-se com Maria ao santuário do Salvador (2x)/ 4. Torno a
lembrar os fatos que agora tocam a tanta gente. Esta senhora humilde, de cor morena, se fez presente
numa nação, onde imperava a mancha da escravidão . Nossa senhora escura nos diz que o Cristo nos quer
irmãos./ 5. Hoje, que eu vejo gente voltar contente de Aparecida, penso na minha Igreja com os pequenos
comprometida. Penso nas diferenças que ainda ferem o meu país. Peço que a mãe do Cristo conduza o
povo ao final feliz./ 6 Hoje eu me fiz romeiro sem ilusão e sem utopia./ 6. Fui visitar a casa que construíram
pra mãe Maria e, no meu jeito simples de entender esta devoção, Virgem morena eu disse: Conduz meu
povo à libertação.
CANTO 2: R.: VIVA A MÃE DE DEUS E NOSSA, SEM PECADO CONCEBIDA! VIVA A VIRGEM IMACULADA, Ó
SENHORA APARECIDA!/ 1. Aqui estão vossos devotos cheios de fé incendida, de conforto e de esperança,
ó Senhora Aparecida! / 2. Virgem Santa, Virgem bela, Mãe amável, Mãe querida, amparai-nos, socorrei-nos
ó Senhora Aparecida./ 3. Protegei a Santa Igreja, Mãe terna e compadecida! Protegei a nossa Pátria, ó
Senhora Aparecida./ 4. Oh! Velai por nossos lares, pela infância desvalida, pelo povo brasileiro, ó Senhora
Aparecida.
CANTO 3: 1. Santa Mãe Maria, nessa travessia, cubra-nos teu manto cor de anil. Guarda nossa vida, Mãe
Aparecida, Santa Padroeira do Brasil./ R.: AVE, MARIA! AVE, MARIA!/ 2. Mulher peregrina, força
feminina, a mais importante que existiu. Com justiça queres que nossas mulheres sejam construtoras do
Brasil./ 3. Com amor divino, guarda os peregrinos, nesta caminhada para o além! Dá-lhes companhia, pois
também um dia foste peregrina de Belém./ 4. Com seus passos lentos, enfrentando os ventos quando
sopram noutra direção; toda a Mãe Igreja pede que tu sejas companheira de libertação.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE
P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
P.: A vós, irmãos e irmãs, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo!
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL
P.: Irmãos e irmãs, reconheçamos as nossas culpas para celebrarmos dignamente os santos mistérios.
(Pausa).
1. Eu confesso a Deus e a vós, irmãos, tantas vezes pequei, não fui fiel. Pensamentos e palavras, atitudes e
omissões. Por minha culpa, tão grande culpa.
R.: SENHOR, PIEDADE! CRISTO, PIEDADE! TEM PIEDADE, Ó, SENHOR!
2. Peço à Virgem Maria, nossa Mãe, e a vós, meus irmãos, rogueis por mim a Deus Pai, que nos perdoa, e
nos sustenta em sua mão. Por seu amor, tão grande amor!
P.: Deus todo poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.
TODOS: AMÉM.
4. HINO DE LOUVOR
5. ORAÇÃO DO DIA
P.: OREMOS: (Pausa) Ó Deus todo-poderoso, ao rendermos culto à Imaculada Conceição de Maria, Mãe de
Deus e Senhora nossa, concedei que o povo brasileiro, fiel à sua vocação e vivendo na paz e na justiça,
possa chegar um dia à pátria definitiva. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito
Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos amados, a Virgem Maria, a Senhora Aparecida, nos ensina a permanecer nos caminhos de Cristo
e a fazer o que Ele nos diz. Imitando-a, abramos o nosso coração e escutemos os ensinamentos do Senhor.
6. 1ª LEITURA (Est 5, 1b-2;7,2b-3) – Leitura do Livro de Ester.

Ester revestiu-se com vestes de rainha e foi colocar-se no vestíbulo interno do palácio real, frente à
residência do rei. O rei estava sentado no trono real, na sala do trono, frente à entrada. 2
Ao ver a rainha
Ester parada no vestíbulo, olhou para ela com agrado e estendeu-lhe o cetro de ouro que tinha na mão, e
Ester aproximou-se para tocar a ponta do cetro. 7,2b Então, o rei lhe disse: “O que me pedes, Ester; o que
queres que eu faça? Ainda que me pedisses a metade do meu reino, ela te seria concedida”. 3
Ester
respondeu-lhe: “Se ganhei as tuas boas graças, ó rei, e se for de teu agrado, concede-me a vida – eis o meu
pedido! – e a vida do meu povo – eis o meu desejo! Palavra do Senhor.
TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (DO SALMO 44/45)
R.: ESCUTAI, MINHA FILHA, OLHAI, OUVI ISTO: QUE O REI SE ENCANTE COM VOSSA BELEZA!/ 1. Escutai,
minha filha, olhai, ouvi isto:/ “Esquecei vosso povo e a casa paterna! Que o Rei se encante com vossa
beleza!/ Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor! / 2. O povo de Tiro vos traz seus presentes, / os grandes
do povo vos pedem favores. Majestosa, a princesa real vem chegando, / vestida de ricos brocados de ouro.
/ 3. Em vestes vistosas ao Rei se dirige, / e as virgens amigas lhe formam cortejo; / entre cantos de festa e
com grande alegria, / ingressam, então, no palácio real.
8. 2ª LEITURA (Ap 12, 1.5.13a.15-16a) – Leitura do Livro do Apocalipse.
1 Apareceu no céu um grande sinal: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos pés e sobre a
cabeça uma coroa de doze estrelas. 5
E ela deu à luz um filho homem, que veio para governar todas as
nações com cetro de ferro. Mas o filho foi levado para junto de Deus e do seu trono. 13Quando viu que
tinha sido expulso para a terra, o dragão começou a perseguir a mulher que tinha dado à luz o menino. 15A
serpente, então, vomitou como um rio de água atrás da mulher, a fim de a submergir. 16A terra, porém,
veio em socorro da mulher. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!/ Disse a mãe de Jesus aos serventes:
“fazei tudo o que Ele disser!”
10. EVANGELHO – (Jo 2, 1-11)
P.: O Senhor esteja convosco.
TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS.
P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo João.
TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo , 1
houve um casamento em Caná da Galileia. A mãe de Jesus estava presente. 2
Também Jesus e seus discípulos tinham sido convidados para o casamento. 3
Como o vinho veio a faltar, a mãe de
Jesus lhe disse: “Eles não têm mais vinho”. 4
Jesus respondeu-lhe: “Mulher, por que dizes isto a mim?
Minha hora ainda não chegou”. 5
Sua mãe disse aos que estavam servindo: “Fazei o que ele vos disser”.
6 Estavam seis talhas de pedra colocadas aí para a purificação que os judeus costumam fazer. Em cada uma
delas cabiam mais ou menos cem litros. 7
Jesus disse aos que estavam servindo: “Enchei as talhas de água”.
Encheram-nas até a boca. 8
Jesus disse: “Agora tirai e levai ao mestre-sala”. E eles levaram. 9O mestre-sala
experimentou a água, que se tinha transformado em vinho. Ele não sabia de onde vinha, mas os que
estavam servindo sabiam, pois eram eles que tinham tirado a água. 10O mestre-sala chamou então o noivo
e lhe disse: “Todo mundo serve primeiro o vinho melhor e, quando os convidados já estão embriagados,
serve o vinho menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora!” 11Este foi o início dos sinais de
Jesus. Ele o realizou em Caná da Galileia e manifestou a sua glória, e seus discípulos creram nele. Palavra
da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS
P.: Irmãos e irmãs, confiantes na intercessão de Nossa Senhora Aparecida, elevemos ao Pai nossas preces.
Rezemos, cantando com fé: Oh, Senhor, Senhor, nesta tarde, escutai nossa prece!
TODOS: OH, SENHOR, SENHOR, NESTA TARDE, ESCUTAI NOSSA PRECE!
1) Iluminai, Senhor, o Santo Padre, o Papa Francisco, a fim de que, amparado por Maria, conduza a Igreja
no caminho da humildade, da fé e da santidade.
TODOS: OH, SENHOR, SENHOR, NESTA TARDE, ESCUTAI NOSSA PRECE!
2) Inspirai, Senhor, com Vosso Espírito, o Sínodo para a Amazônia e fazei que, a exemplo da Virgem Maria,
a Igreja seja sempre mais fiel discípula.
TODOS: OH, SENHOR, SENHOR, NESTA TARDE, ESCUTAI NOSSA PRECE!
3) Protegei, Senhor, a dedicação à Mãe e Senhora Aparecida, para que seja modelo de fraternidade, de cidadania e de paz. TODOS: OH, SENHOR, SENHOR, NESTA TARDE, ESCUTAI NOSSA PRECE!
4) Intensificai, Senhor, o nosso amor e carinho para com a Virgem Maria e ajudai-nos a viver a devoção
mariana com renovada esperança.
TODOS: OH, SENHOR, SENHOR, NESTA TARDE, ESCUTAI NOSSA PRECE!
(Preces Espontâneas):
P.: Pai de infinita misericórdia, socorrei-nos em nossas necessidades, confirmai em nós o desejo de
servirmos aos irmãos e fortalecei-nos em nossos desânimos. Isto vos pedimos pelo mesmo Jesus Cristo,
nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – 1. Numa noite de suor, sobre um barco em alto mar, o céu começa a clarear a
tua rede está vazia. Mas a Voz que te chama te mostrará um outro mar e sobre muitos corações a tua rede
lançarás./ R.: DOA A TUA VIDA, COMO MARIA AOS PÉS DA CRUZ, E SERÁS SERVO DE CADA HOMEM,
SERVO POR AMOR, SACERDOTE DA HUMANIDADE! 2. Caminhavas no silêncio, esperando, além da dor,
que a semente que Tu lançavas no bom terreno germinasse. Mas o coração exulta porque o campo já está
dourado. O grão maduro pelo Sol no celeiro pode entrar.
CANTO DE OFERTAS (B) – R.: COM ALEGRIA QUERO OFERTAR. DE CORPO E ALMA A TI, MEU DEUS, ME
ENTREGAR. AUTOR DA VIDA, VENHO AQUI EM ORAÇÃO. TOMA-ME, DEUS, POIS É SÓ TEU MEU
CORAÇÃO. 1. Se neste mundo a vida, às vezes, é sofrer, busco a Ti, encontro forças pra viver. Meu coração
ergue um louvor, vibra o meu ser, por entender que só em Ti é bom viver. 2. Toma-me, Deus, transforma a
alma e o meu ser. Nos teus caminhos me conduz, me faz crescer. Em teu abraço sinto minh’alma aquecer.
Com muito amor, louvo a Ti por meu viver.
(C) 1. Sobe a Jerusalém, Virgem oferente sem igual. Vai, apresenta ao Pai teu Menino: luz que chegou no
Natal. E, junto à sua cruz, quando Deus morrer, fica de pé. Sim, ele te salvou, mas o ofereceste por nós
com toda fé./ 2. Nós vamos renovar este sacrifício de Jesus: morte e ressurreição, vida que brotou de sua
oferta na cruz. Mãe, vem nos ensinar a fazer da vida uma oblação. Culto agradável a Deus é fazer a oferta
do próprio coração.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS
P.: Acolhei, ó Deus, as preces e oferendas apresentadas em honra de Maria, Mãe de Jesus Cristo, vosso
Filho; concedei que elas vos sejam agradáveis e nos tragam a graça da vossa proteção.
TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA I – MR (p. 469) – Prefácio Maria e a Igreja – MR (p. 677).
P.: Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo o lugar,
Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso. A fim de preparar para o vosso Filho mãe que fosse digna
dele, preservastes a Virgem Maria da mancha do pecado original, enriquecendo-a com a plenitude da
vossa graça. Nela, nos destes as primícias da Igreja, esposa de Cristo, sem ruga e sem mancha,
resplandecente de beleza. Puríssima, na verdade, devia ser a Virgem que nos daria o Salvador, o Cordeiro
sem mancha, que tira os nossos pecados. Escolhida, entre todas as mulheres, modelo de santidade e
advogada nossa, ela intervém constantemente em favor de vosso povo. Unidos à multidão dos anjos e dos
santos, proclamamos a vossa bondade, cantando (dizendo) a uma só voz:
TODOS: SANTO, SANTO, SANTO…
P.: Pai de misericórdia, a quem sobem nossos louvores, nós Vos pedimos por Jesus Cristo, Vosso Filho e
Senhor nosso, que abençoeis estas oferendas apresentadas ao Vosso altar.
TODOS: ABENÇOAI NOSSA OFERENDA, Ó SENHOR!
P.: Nós as oferecemos pela Vossa Igreja santa e católica; concedei-lhe paz e proteção, unindo-a num só
corpo e governando-a por toda a terra. Nós as oferecemos também pelo Vosso servo o Papa Francisco, por
nosso Bispo Sergio, seus auxiliares e por todos os que guardam a fé que receberam dos apóstolos.
TODOS: CONSERVAI A VOSSA IGREJA SEMPRE UNIDA.
P.: Lembrai-vos, ó Pai, dos Vossos filhos e filhas e de todos os que circundam este altar, dos quais
conheceis a fidelidade e a dedicação em Vos servir. Eles Vos oferecem conosco este sacrifício de louvor por
si e por todos os seus, e elevam a Vós as suas preces para alcançar o perdão de suas faltas, a segurança em
suas vidas e a salvação que esperam.
TODOS: LEMBRAI-VOS, Ó PAI, DE VOSSOS FILHOS!
P.: Em comunhão com toda a Igreja veneramos a sempre Virgem Maria, Mãe de nosso Deus e Senhor Jesus
Cristo; e também São José, esposo de Maria, os santos Apóstolos e Mártires: Pedro e Paulo, André, (Tiago
e João, Tomé, Tiago e Filipe, Bartolomeu e Mateus, Simão e Tadeu, Lino, Cleto, Clemente, Sisto, Cornélio e
Cipriano, Lourenço e Crisógono, João e Paulo, Cosme e Damião), e todos os Vossos Santos. Por seus
méritos e preces concedei-nos sem cessar a Vossa proteção.
TODOS: EM COMUNHÃO COM TODA A IGREJA AQUI ESTAMOS.
P.: Recebei, ó Pai, com bondade, a oferenda dos Vossos servos e de toda a Vossa família; dai-nos sempre a
Vossa paz, livrai-nos da condenação e acolhei-nos entre os Vossos eleitos. Dignai-vos, ó Pai, aceitar e
santificar estas oferendas, a fim de que se tornem para nós o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo, Vosso Filho
e Senhor nosso.
TODOS: SANTIFICAI NOSSA OFERENDA, Ó SENHOR!
P.: Na noite em que ia ser entregue, Ele tomou o pão em Suas mãos, elevou os olhos a Vós, ó Pai, deu
graças e o partiu e deu a Seus discípulos, dizendo: TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO, QUE
SERÁ ENTREGUE POR VÓS. Do mesmo modo, ao fim da ceia, Ele tomou o cálice em Suas mãos, deu graças
novamente e o deu a Seus discípulos, dizendo: TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU
SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS
PARA A REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM. Eis o mistério da fé!
TODOS: ANUNCIAMOS, SENHOR, A VOSSA MORTE E PROCLAMAMOS A VOSSA RESSURREIÇÃO. VINDE,
SENHOR JESUS!
P.: Celebrando, pois, a memória da paixão do Vosso Filho, da Sua ressurreição dentre os mortos e gloriosa
ascensão aos céus, nós, Vossos servos, e também Vosso povo santo, vos oferecemos, ó Pai, dentre os bens
que nos destes, o sacrifício perfeito e santo, pão da vida eterna e cálice da salvação.
TODOS: RECEBEI, Ó SENHOR, A NOSSA OFERTA!
P.: Recebei, ó Pai, esta oferenda, como recebestes a oferta de Abel, o sacrifício de Abraão e os dons de
Melquisedeque. Nós Vos suplicamos que ela seja levada à Vossa presença, para que, ao participarmos
deste altar, recebendo o Corpo e o Sangue de Vosso Filho, sejamos repletos de todas as graças e bênçãos
do céu.
TODOS: RECEBEI, Ó SENHOR, A NOSSA OFERTA!
P.: Lembrai-vos, ó Pai, dos Vossos filhos e filhas que partiram desta vida, marcados com o sinal da fé. A
eles, e a todos os que adormeceram no Cristo, concedei a felicidade, a luz e a paz.
TODOS: LEMBRAI-VOS, Ó PAI, DOS VOSSOS FILHOS!
P.: E a todos nós, pecadores, que confiamos na Vossa imensa misericórdia, concedei, não por nossos
méritos, mas por Vossa bondade, o convívio dos Apóstolos e Mártires: João Batista e Estêvão, Matias e
Barnabé, (Inácio, Alexandre, Marcelino e Pedro; Felicidade e Perpétua, Águeda e Luzia, Inês, Cecília,
Anastácia) e todos os Vossos santos. Por Cristo, Senhor nosso.
TODOS: CONCEDEI-NOS O CONVÍVIO DOS ELEITOS!
P.: Por Ele não cessais de criar e santificar estes bens e distribuí-los entre nós. Por Cristo, com Cristo, em
Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e
para sempre.
TODOS: AMÉM.
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO
a) 1. Quando teu Pai revelou o segredo a Maria que, pela força do Espírito, conceberia a Ti, Jesus, ela não
hesitou logo em responder: Faça-se em mim, pobre serva, o que a Deus aprouver! Hoje imitando Maria,
que é imagem da Igreja, nossa família outra vez te recebe e deseja, cheia de fé, de esperança e de amor,
dizer sim a Deus: Eis aqui os teus servos, Senhor! R.: QUE A GRAÇA DE DEUS CRESÇA EM NÓS SEM
CESSAR. E DE TI, NOSSO PAI, VENHA O ESPÍRITO SANTO DE AMOR, PRA GERAR E FORMAR CRISTO EM
NÓS./ 2. Por um decreto do Pai ela foi escolhida para gerar-te, ó Senhor, que és origem da vida; cheia do
Espírito Santo no corpo e no coração, foi quem melhor cooperou com a tua missão. Na comunhão
recebemos o Espírito Santo, e vem contigo, Jesus, o teu Pai sacrossanto; vamos agora ajudar-te no plano
da salvação: Eis aqui os teus servos, Senhor! / 3. No coração de Maria, no olhar doce, terno, sempre tiveste
na vida um apoio materno. Desde Belém, Nazaré, só viveu para te servir; quando morrias na Cruz tua Mãe
estava ali. Mãe amorosa da Igreja, quer ser nosso auxílio, reproduzir no cristão as feições de seu Filho.
Como ela fez em Caná, nos convida a te obedecer: Eis aqui os teus servos, Senhor! / 4. De outra Mãe, a
igreja, um dia nascemos; pelo Batismo, tua vida imortal recebemos. Sendo fiel conservou tuas palavras e
transmitiu a nós seus filhos amados, e a ti conduziu. Vendo que os homens têm fome de amor e verdade,
tantos são pobres e fracos, sem paz e amizade; deste à Igreja a missão de gerar-te nos corações: Eis aqui os
teus servos, Senhor!
b) 1. É bom estarmos juntos nesta Mesa do Senhor e sentirmos sua presença no calor do nosso irmão./
Deus nos reúne aqui em um só Espírito, em um só coração. Toda a família vem, não falta ninguém nesta
comunhão./ R.: E VEM CANTANDO ENTRE NÓS, MARIA DE DEUS, SENHORA DA PAZ./ E VEM, ORANDO
POR NÓS, A MÃE DE JESUS!/ 2. Maria, nossa mãezinha, nos convida à união. Sua presença une e faz-nos
todos mais irmãos./ Nossa Senhora, escuta o nosso silêncio, a nossa oração e apresenta ao Filho que se dá
no vinho, que se dá no pão.
20. AÇÃO DE GRAÇAS
21. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
P.: OREMOS: (Pausa) Alimentados com o Corpo e o Sangue do vosso Filho, nós vos suplicamos, ó Deus: dai
ao vosso povo, sob o olhar de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, irmanar-se nas tarefas de cada dia
para a construção do vosso Reino. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
22 – PROCISSÃO EM HONRA DE NOSSA SENHORA APARECIDA
1. Graças demos à Senhora que por Deus foi escolhida para ser a mãe de Cristo, a Senhora Aparecida.
Virgem santa, virgem bela, mãe amável, mãe querida, amparai-nos, socorrei-nos, ó Senhora Aparecida.
Nos momentos de perigo que são tantos nesta vida, confiantes recorramos à Senhora Aparecida. Protegei
a santa Igreja, nossa mestra, nossa guia; protegei a nossa pátria, ó Senhora Aparecida. Pelos lares
brasileiros, pela infância desvalida, oh! velai maternalmente, Virgem Mãe Aparecida.
23. BÊNÇÃO DOS DOENTES
Com minha Mãe estarei, na santa glória um dia; ao lado de Maria no céu triunfarei. No céu, no céu com
minha mãe estarei. Com minha mãe estarei, aos anjos me ajuntando, do onipotente ao mando, hosanas
lhe darei. Com minha mãe estarei, e então coroa digna de mão tão benigna feliz receberei. Com minha
mãe estarei, e sempre neste exílio, de seu piedoso auxílio com fé me valerei.
24. BÊNÇÃO DOS GOVERNANTES
R.: MÃE DO CÉU MORENA, SENHORA DA AMÉRICA LATINA! DE OLHAR E CARIDADE TÃO DIVINA… DE
COR IGUAL À COR DE TANTAS RAÇAS! VIRGEM TÃO SERENA, SENHORA DESTES POVOS TÃO SOFRIDOS,
PATRONA DOS PEQUENOS E OPRIMIDOS, DERRAMA SOBRE NÓS AS TUAS GRAÇAS! / 1. Derrama sobre os
jovens tua luz, aos pobres vem mostrar o teu Jesus. Ao mundo inteiro traz o teu amor de mãe. Ensina
quem tem tudo a partilhar, ensina quem tem pouco a não cansar, e faz o nosso povo caminhar em paz. / 2.
Derrama a esperança sobre nós, ensina o povo a não calar a voz, desperta o coração de quem não
acordou. Ensina que a justiça é condição de construir um mundo mais irmão, e faz o nosso povo conhecer
Jesus.
25. BÊNÇÃO DAS FAMÍLIAS
1. Que nenhuma família comece em qualquer de repente, que nenhuma família termine por falta de amor.
Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente, e que nada no mundo separe um casal sonhador.
Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte, que ninguém interfira no lar e na vida dos dois. Que
ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte, que eles vivam do ontem, do hoje e em função de um
depois./ R.: QUE A FAMÍLIA COMECE E TERMINE SABENDO ONDE VAI, E QUE O HOMEM CARREGUE NOS
OMBROS A GRAÇA DE UM PAI. QUE A MULHER SEJA UM CÉU DE TERNURA, ACONCHEGO E CALOR, E QUE
OS FILHOS CONHEÇAM A FORÇA QUE BROTA DO AMOR. ABENÇOA, SENHOR, AS FAMÍLIAS! AMÉM!
ABENÇOA, SENHOR, A MINHA TAMBÉM./ 2. Que marido e mulher tenham força de amar sem medida,
que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão. Que as crianças aprendam no colo o sentido da
vida, que a família celebre a partilha do abraço e do pão. Que marido e mulher não se traiam, nem traiam
seus filhos, que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois. Que no seu firmamento, a estrela que
tem maior brilho seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois.
26. BÊNÇÃO FINAL COM A IMAGEM DE NOSSA SENHORA APARECIDA.
R.: DÁ-NOS A BÊNÇÃO, Ó MÃE QUERIDA, NOSSA SENHORA APARECIDA! 1. Sob este manto do azul do
céu, guardai-nos, sempre, no amor de Deus. (2x) 2. Tu és a rosa do puro amor, suave exalando celeste
odor, até dos lírios o resplendor se perde em vista do teu fulgor. 3. É da humildade a meiga flor o teu
ornato, Mãe do Senhor, És nossa vida, és nossa luz, ó Mãe querida do bom Jesus 4. Corredentora, ó Mãe
de dor, dos sofredores ouve o clamor! Ao teu amparo nos dá viver, fiéis servir-te até morrer!
BÊNÇÃO FINAL – MR (p. 527)
P.: O Deus de bondade, que pelo Filho da Virgem Maria quis salvar a todos, vos enriqueça com sua bênção.
TODOS: AMÉM.
P.: Seja-vos dado sentir sempre e por toda parte a proteção da Virgem, por quem recebestes o autor da
vida.
TODOS: AMÉM.
P.: E vós, que vos reunistes hoje para celebrar sua solenidade, possais colher a alegria espiritual e o prêmio
eterno.
TODOS: AMÉM.
P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.

Você pode Gostar de:

19º Domingo do Tempo Comum(11.08)

VIGIAR E CAMINHAR NA FÉ À ESPERA DO SENHOR Dia dos Pais e da Vocação …