Página Inicial / Animação Litúrgica / Festa do Batismo do Senhor Jesus(12.01)

Festa do Batismo do Senhor Jesus(12.01)

FESTA DO BATISMO DO SENHOR
12 de janeiro de 2020
ANO A – SÃO MATEUS
COR LITÚRGICA: BRANCA
A.: Meus irmãos, celebrando hoje a Festa do Batismo do Senhor, nós somos convidados a refletir sobre a nossa condição de batizados e a rezar para que, por meio do testemunho da fé, sejamos sinal e presença de Cristo nos diversos ambientes sociais. Iniciemos, com entusiasmo, a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – HINÁRIO DA CNBB, P. 12
R.: EIS QUE VEIO O SENHOR DOS SENHORES, EM SUAS MÃOS, O PODER E A REALEZA./ 1. Dai ao rei vossos poderes, Senhor Deus, vossa justiça ao descendente da realeza! Com justiça ele governe o vosso povo, com equidade ele julgue os vossos pobres./ 2. Libertará o indigente que suplica, e o pobre ao qual ninguém quer ajudar. Todos os povos serão nele abençoados, todas as gentes cantarão o seu louvor!/ 3. Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito, como era no princípio, agora e sempre.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM. P.: A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: No início desta celebração eucarística, peçamos a conversão do coração, fonte de reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs. (Pausa). Confessemos os nossos pecados: TODOS: Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus nosso Senhor. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS.
4. HINO DE LOUVOR- Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Deus eterno e todo-poderoso, que, sendo o Cristo batizado no Jordão, e pairando sobre ele o Espírito Santo, o declarastes solenemente vosso Filho, concedei aos vossos filhos adotivos, renascidos da água e do Espírito Santo, perseverar constantemente em vosso amor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos, pela recepção do Batismo, o cristão passa a fazer parte de um povo, e a Igreja apresenta-se como a família dos filhos de Deus. Ouçamos atentamente as leituras de hoje.
6. 1ª LEITURA (Is 42, 1- 4.6-7) – Leitura do Livro do Profeta Isaías.
Assim fala o Senhor: 1“Eis o meu servo, eu o recebo; eis o meu eleito, nele se compraz minh’alma; pus meu espírito sobre ele, ele promoverá o julgamento das nações. 2Ele não clama nem levanta a voz, nem se faz ouvir pelas ruas. 3Não quebra uma cana rachada nem apaga um pavio que ainda fumega; mas promoverá o julgamento para obter a verdade. 4Não esmorecerá nem se deixará abater, enquanto não estabelecer a justiça na terra; os países distantes esperam seus ensinamentos. 6Eu, o Senhor, te chamei para a justiça e te tomei pela mão; eu te formei e te constituí como o centro de aliança do povo, luz das nações, 7para abrires os olhos dos cegos, tirar os cativos da prisão, livrar do cárcere os que vivem nas trevas”. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Sl 28/29)
R.: QUE O SENHOR ABENÇOE, COM A PAZ, O SEU POVO!/ 1. Filhos de Deus, tributai ao Senhor, tributai-lhe a glória e o poder! Dai-lhe a glória devida ao seu nome; adorai-o com o santo ornamento!/ 2. Eis a voz do Senhor sobre as águas, sua voz sobre as águas imensas! Eis a voz do Senhor com poder! Eis a voz do Senhor majestosa!/ 3. Sua voz no trovão reboando! No seu templo os fiéis bradam: “Glória!” É o Senhor que domina os dilúvios, o Senhor reinará para sempre.
8. 2ª LEITURA (At 10, 34 -38) – Leitura dos Atos dos Apóstolos.
Naqueles dias, 34Pedro tomou a palavra e disse: “De fato, estou compreendendo que Deus não faz distinção entre as pessoas. 35Pelo contrário, ele aceita quem o teme e pratica a justiça, qualquer que seja a nação a que pertença. 36Deus enviou sua palavra aos israelitas e lhes anunciou a Boa-nova da paz, por meio de Jesus Cristo, que é o Senhor de todos. 37Vós sabeis o que aconteceu em toda a Judeia, a começar pela Galileia, depois do batismo pregado por João: 38como Jesus de Nazaré foi ungido por Deus com o Espírito Santo e com poder. Ele andou por toda a parte, fazendo o bem e curando a todos os que estavam dominados pelo demônio, porque Deus estava com ele”. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA./ Abriram-se os céus e fez-se ouvir a voz do Pai: “Eis meu Filho muito amado; escutai-o, todos vós!”
10. EVANGELHO – (Mt 3, 13-17) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, 13Jesus veio da Galileia para o rio Jordão, a fim de se encontrar com João e ser batizado por ele. 14Mas João protestou, dizendo: “Eu preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?” 15Jesus, porém, respondeu-lhe: “Por enquanto deixa como está, porque nós devemos cumprir toda a justiça!” E João concordou. 16Depois de ser batizado, Jesus saiu logo da água. Então o céu se abriu e Jesus viu o Espírito de Deus, descendo como pomba e vindo pousar sobre ele. 17E do céu veio uma voz que dizia: “Este é o meu Filho amado, no qual eu pus o meu agrado”. Palavra da Salvação.
TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, no dia em que celebramos o Batismo do Senhor, elevemos ao Pai os nossos pedidos, na certeza de que, renascidos na fonte da salvação e fortalecidos pelo banquete eucarístico, somos chamados à vida nova do Reino de Deus. Rezemos juntos: Senhor, atendei-nos!
TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
1) Acompanhai a Santa Igreja, Senhor, com a Vossa graça, para que, por meio dos Sacramentos da Iniciação Cristã, gere muitos filhos para testemunharem ao mundo os sinais do Vosso amor, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
2) Iluminai, Senhor, os nossos governantes na promoção da justiça, na edificação do bem comum e na defesa dos direitos humanos, nós Vos rogamos.

TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
3) Impulsionai, Senhor, a nossa Arquidiocese, a fim de que continue desempenhando um papel marcante na história da Igreja em nosso país, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
4) Abençoai, Senhor, a todos nós, católicos batizados, as nossas Paróquias e comunidades, para que tenhamos alegria em nossa fé e disponibilidade para os serviços da Igreja, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR, ATENDEI-NOS!
(Preces Espontâneas)
P.: Ó Deus, confiantes, vos apresentamos nossos pedidos, porque desde o dia do nosso batismo vós nos acolhestes como filhos e nos concedestes a graça de vos chamar de Pai. Aceitai nossas preces e abençoai-nos em Vossa misericórdia. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – HINÁRIO DA CNBB, P. 10
R.: CANTAI AO SENHOR UM CANTO NOVO! CANTAI AO SENHOR, Ó TERRA INTEIRA!/ 1. Dai ao Senhor, ó famílias das nações, dai ao Senhor o poder e toda a glória, dai ao Senhor toda glória do seu nome!/ 2. Oferecei um sacrifício nos seus átrios, adorai-o no esplendor da santidade, terra inteira, estremecei diante dele!/ 3. Publicai entre as nações: “Reina o Senhor!” Ele firmou o universo inabalável e os povos ele julga com justiça.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Recebei, ó Pai, as oferendas que vos apresentamos no dia em que revelastes vosso Filho, para que se tornem o sacrifício do Cordeiro que lavou em sua misericórdia os pecados do mundo. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II – MR (p. 478) – Prefácio: O Batismo do Cristo no Jordão – MR (p. 166) –
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – HINÁRIO DA CNBB P. 65
R: DA CEPA BROTOU A RAMA, DA RAMA BROTOU A FLOR. DA FLOR NASCEU MARIA, DE MARIA, O SALVADOR./ 1. O Espírito de Deus sobre ele pousará, de saber, de entendimento este Espírito será. De conselho e fortaleza, de ciência e de temor, achará sua alegria no temor do seu Senhor!/ 2. Não será pela ilusão do olhar, do ouvir dizer, que Ele irá julgar os homens, como é praxe acontecer… Mas os pobres desta terra com justiça julgará, e dos fracos o direito ele é quem defenderá!/ 3. A palavra de sua boca ferirá o violento e o sopro de seus lábios matará o avarento… A justiça é o cinto que circunda a sua cintura, e o manto da lealdade é a sua vestidura!/ 4. Neste dia, neste dia, o incrível verdadeiro, coisa que nunca se viu, morar lobo com cordeiro… A comer do mesmo pasto, tigre, boi, burro e leão, por um menino guiados, se confraternizarão./ 5. Um menino, uma criança com as feras a brincar e nenhum mal, nenhum dano mais na terra se fará… Da ciência do Senhor cheio o mundo estará, como o sol inunda a terra e as águas enchem o mar.
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Nutridos pelo vosso sacramento, dai-nos, ó Pai, a graça de ouvir fielmente o vosso Filho amado, para que, chamados filhos de Deus, nós o sejamos de fato. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21. RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL
Meditando a Palavra de Deus
Com a Festa do Batismo do Senhor, encerramos o Tempo do Natal. Saímos do Evangelho da infância de Jesus e nos colocamos na vigília de sua vida pública, na qual Ele se empenha em anunciar publicamente o Reino de Deus. O Batismo, para nós, significa a entrada na comunhão com Deus, na sua Divindade. Para Jesus, o Batismo significou o contrário, pois, já sendo Deus, ele se deixa batizar para entrar plenamente em comunhão com a nossa humanidade. Essa é a grandeza do nosso Deus. Ele se humilha, vem ao nosso encontro, conhece nossas dores. A simplicidade que se dá no Batismo de Jesus não diminui sua grandeza, como a simplicidade dos cristãos de hoje não diminui nem lhes tira a missão de anunciar o Evangelho. Pelo nosso Batismo fomos habilitados pelo mesmo Espírito e convocados para seguir o exemplo de Cristo, divulgar Sua mensagem e continuar Sua missão. Batismo e missão constituem duas dimensões inseparáveis da vida cristã. Por isso não podemos dizer que fomos batizados, como se fosse um acontecimento do passado. Convictos de nossa fé, temos de proclamar com a vida que somos batizados. O Batismo de Jesus nos remete a considerar nosso próprio batismo, seu significado, os compromissos que dele decorrem. O Espírito Santo desce sobre Jesus que ouve a voz do Pai: “Tu és o meu Filho amado, em ti ponho o meu bem-querer”. Com certeza, o Espírito também paira sobre nós e o amor paternal do Pai lança sobre nós seu imenso bem-querer. Não basta termos recebido o batismo. Não são suficientes belas celebrações. O que se requer é um compromisso com a justiça que cria novas relações na comunidade e fora dela, como Jesus fez. Ser batizado é viver “mergulhado” no projeto de Jesus, a fim de que, em um mundo de jogo de poder e corrupção, haja mais justiça em favor dos pobres e excluídos. Banhados em Cristo recebemos a missão de passar pela vida fazendo o bem e curando as pessoas dos males de nosso tempo. Em Cristo, também somos filhos amados do Pai Celestial, plenos da força de seu Santo Espírito. Pensemos no Batismo de Jesus e em nossa missão de cristãos batizados. Como estamos vivendo nossa missão de cristãos batizados?
LEITURAS DA SEMANA
Seg. Sto. Hilário BDr., MFac. 1 S m 1 ,1-8; Sl 115, 12-13. 14.17. 18-19 (R. 17a); Mc 1, 14-20
Ter. 1 Sm 1, 9-20; 1Sm 2,1. 4-5. 6-7. 8abcd (R. Cf. 1a); Mc 1,21b-28
Qua. 1 Sm 3, 1-10.19-20 ; Sl 39,2.5. 7-8a. 8b-9. 10 (R.8a. 9a); Mc 1,29-39
Qui. 1Sm 4, 1-11; Sl 43, 10-11.14-15.24-25 (R. 26d) ; Mc 1,40-45
Sex. Santo Antão, abade, mem. 1Sm 8,4-7.10-22ª; Sl 88, 16-17. 18-19 (R. Cf. 2a); Mc 2, 1-12
Sáb. 1 Sm 9, 1-4.17-19; 10.1a; Sl Sl 20,2-3. 4-5. 6-7 (R. 2a); Mc 2, 13-17
Primeira Semana do Saltério
Primeiro Domingo do Tempo Comum

Você pode Gostar de:

1º Domingo no Tempo do Advento(01.12)

VIGILANTES À ESPERA DO SENHOR –  01 de Dezembro de 2019 PRIMEIRO DOMINGO DO ADVENTO …