Página Inicial / Notícias / As rádios Católicas

As rádios Católicas

A Unda Brasil e a Rede Católica de Rádio (RCR) abriram na noite desta terça-feira, 20, em Curitiba, sua assembléia com a presença de cerca de 70 representantes das rádios católicas de todo o país. Com o tema Identidade e formas de participação, a assembléia pretende debater a responsabilidade social da Igreja e dos meios de comunicação.

“Vivemos, hoje, um tempo marcado por dinamismos mundiais e é importante que os valores cristãos sejam propostos para contrariar os efeitos perversos da globalização”, disse o presidente da Unda Brasil, Antônio Celso Pinelli. “Temos que estar conscientes do uso dos meios, nos quais estamos inseridos, em prol da dignidade humana”, completou.

Segundo Pinelli, os comunicadores cristãos têm o dever de defender os povos “que vêem suas culturas ameaçadas pelos interesses econômicos e políticos”, além de investir “na solidariedade com os mais pobres e excluídos”.

Já a presidente da RCR, Irmã Helena Corazza, ressaltou, na abertura da assembléia, a importância de se trabalhar em rede. “A Rede Católica de Rádio tem como base para sua ação a solidariedade, a comunhão e a partilha”, explica Irmã Helena.

Saudando os promotores do evento, o presidente a Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (AERP), César Telles, manifestou sua indignação em relação à forma como o Ministério das Comunicações tem tratado a questão do Rádio Digital, um dos temas a ser debatido pela Unda e RCR. “Mais uma vez o rádio é preterido em relação à televisão”, considerou.

Entre os participantes, a expectativa é que a assembléia contribua para fortalecer o trabalho de união das rádios católicas. “A rádio tem muita força. Precisamos nos unir para aumentar essa força”, disse o padre Reginaldo Manzotti, de Curitiba.

Criada há 31 anos, a Unda Brasil reúne 198 emissoras católicas das cerca de 230 existentes. Já a Rede Católica de Rádios, fundada há 13 anos, se destaca pelo jornalismo transmitido em cadeia por 90 emissoras além de outras atividades.

Responsabilidade social da Igreja

O arcebispo de Belém (PA) e presidente da Comissão Episcopal para Comunicação da CNBB, dom Orani João Tempesta, abre os trabalhos desta quarta-feira com a palestra Responsabilidade Social da Igreja e dos meios de Comunicação. A pauta prevê, ainda, a troca de experiências de trabalhos sociais desenvolvidos por emissoras católicas e o debate sobre a fusão da Unda com a Organização Católica Internacional de Cinema (OCIC) para a criação da SIGNIS Brasil.

Você pode Gostar de:

Catedral de Cuiabá celebra 7 anos dedicação do seu novo Altar

Recordamos que no dia 13 de setembro 2014 às 17h00 foi realizada a Santa Missa …