Página Inicial / Animação Litúrgica / Solenidade da Santíssima Trindade(27.05)

Solenidade da Santíssima Trindade(27.05)

ANO NACIONAL DO LAICATO
SOLENIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE
SANTÍSSIMA TRINDADE: EXEMPLO DE AMOR E UNIDADE A SER SEGUIDO

27 de maio de 2018
SOLENIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE
Cor Litúrgica: branco
A.: Meus irmãos, nesta Solenidade da Santíssima Trindade, nós contemplamos o amor de Deus que se
revela como Pai, Filho e Espírito Santo. Acolhendo com fé a revelação do Deus, Uno e Trino, e nos
comprometendo a viver em Seu amor, iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – 1. Bendito sejas tu, Senhor de nossos pais, és pródigo de graças, ó Senhor!/ R.:
GLÓRIA AO SENHOR, CRIADOR PARA SEMPRE! (bis) / 2. Bendito sejas tu, ó Verbo de Deus Pai; a morte
que sofreste nos deu vida. / 3. Bendito sejas tu, Espírito de Deus, operas na Igreja a salvação!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A
graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco!
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: O Senhor Jesus, que nos convida à mesa da Palavra e da Eucaristia, nos chama à
conversão. Reconheçamos ser pecadores e invoquemos com confiança a misericórdia do Pai. (Pausa).
Tende compaixão de nós, Senhor. TODOS: PORQUE SOMOS PECADORES. P.: Manifestai, Senhor, a Vossa
misericórdia. TODOS: E DAI-NOS A VOSSA SALVAÇÃO. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós,
perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM. P.: Senhor, tende piedade de nós.
TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE
PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus,
Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos
glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor
Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós
que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de
nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória
de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus, nosso Pai, enviando ao mundo a Palavra da verdade e
o Espírito santificador, revelastes o vosso inefável mistério. Fazei que, professando a verdadeira fé,
reconheçamos a glória da Trindade e adoremos a Unidade onipotente. Por nosso Senhor Jesus Cristo,
vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Meus irmãos, a Liturgia da Palavra nos convida a aprofundar a nossa fé trinitária. Abramos nossos
corações aos ensinamentos do Deus Uno e Trino.
6. 1ª LEITURA (Dt 4, 32-34.39-40) – Leitura do Livro do Deuteronômio
Moisés falou ao povo dizendo: 32“Interroga os tempos antigos que te precederam, desde o dia em que
Deus criou o homem sobre a terra, e investiga de um extremo ao outro dos céus, se houve jamais um
acontecimento tão grande, ou se ouviu algo semelhante. 33Existe, porventura, algum povo que tenha
ouvido a voz de Deus falando-lhe do meio do fogo, como tu ouviste, e tenha permanecido vivo? 34Ou terá
jamais algum Deus vindo escolher para si um povo entre as nações, por meio de provações, de sinais e
prodígios, por meio de combates, com mão forte e braço estendido, e por meio de grandes terrores, como
tudo o que por ti o Senhor vosso Deus fez no Egito, diante de teus próprios olhos? 39Reconhece, pois, hoje,
e grava-o em teu coração, que o Senhor é o Deus lá em cima do céu e cá embaixo na terra, e que não há
outro além dele. 40Guarda suas leis e seus mandamentos que hoje te prescrevo, para que sejas feliz, tu e
teus filhos depois de ti, e vivas longos dias sobre a terra que o Senhor teu Deus te vai dar para sempre.
Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (DO SALMO 32/33)
R.: FELIZ O POVO QUE O SENHOR ESCOLHEU POR SUA HERANÇA. / 1. Reta é a palavra do Senhor, e tudo
que Ele faz merece fé. Deus ama o direito e a justiça, transborda em toda a terra a sua graça. / 2. A palavra
do Senhor criou os céus, e o sopro de seus lábios, as estrelas. Ele falou e toda a terra foi criada, / Ele
ordenou e as coisas todas existiram./ 3. Mas o Senhor pousa o olhar sobre os que o temem e que confiam
esperando em seu amor, para da morte libertar as suas vidas e alimentá-los quando é tempo de penúria./
4. No Senhor nós esperamos confiantes, porque Ele é nosso auxílio e proteção! Sobre nós venha, Senhor, a
vossa graça, da mesma forma que em vós nós esperamos!
8. 2ª LEITURA (Rm 8, 14-17) – Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos
Irmãos: 14Todos aqueles que se deixam conduzir pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. 15De fato, vós
não recebestes um espírito de escravos, para recairdes no medo, mas recebestes um espírito de filhos
adotivos, no qual todos nós clamamos: Abá, ó Pai! 16O próprio Espírito se une ao nosso espírito para nos
atestar que somos filhos de Deus. 17E, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e
coerdeiros de Cristo; se realmente sofremos com ele, é para sermos também glorificados com ele. Palavra
do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!/ Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Divino, ao Deus
que é, que era e que vem pelos séculos. Amém.
10. EVANGELHO – (Mt 28, 16-20) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, 16os onze discípulos foram para a Galileia, ao monte que Jesus lhes tinha indicado.
17Quando viram Jesus, prostraram-se diante dele. Ainda assim alguns duvidaram. 18Então Jesus aproximouse e falou: “Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. 19Portanto, ide e fazei discípulos meus
todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, 20e ensinando-os a observar
tudo o que vos ordenei! Eis que eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo”. Palavra da
Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos caríssimos, por meio do Espírito Santo, o amor de Deus foi derramado
em nossos corações. Justificados pela fé na Sua Palavra, supliquemos com confiança: Deus Uno e Trino,
escutai a nossa prece!
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
1) Para que a Santa Igreja, edificada à imagem da Santíssima Trindade, atraia novos fiéis a Cristo pelo
testemunho da alegria do Evangelho, rezemos ao Senhor.
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
2) Pelas autoridades públicas, para que exerçam suas funções com espírito de desprendimento de si e de
serviço ao povo, rezemos ao Senhor.
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
3) Pelos fiéis leigos, para que possam alegrar-se e exultar na busca da santidade como discípulos
missionários de Cristo, na Igreja e no mundo, rezemos ao Senhor.
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
4) Por nossos irmãos enfermos, para que por meio de nossa caridade experimentem o amor e o cuidado
da Trindade Santa, rezemos ao Senhor.
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
5) Por todos nós aqui reunidos, para que testemunhemos nossa fé no Pai, no Filho e no Espírito Santo e
sejamos para o mundo morada da Santíssima Trindade, rezemos ao Senhor.
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
(Preces Espontâneas)
P.: A Vós confiamos, ó Deus, a nossa oração; Vós, que por amor nos criastes, nos remistes e continuamente
nos santificais no Vosso Espírito. Por Cristo, Nosso Senhor.
TODOS: Amém.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – 1. Ó Trindade imensa e una, vossa força tudo cria; Vossa mão que rege os
tempos, antes deles existia./ 2. Pai, da graça fonte viva, luz da glória de Deus Pai, Santo Espírito da vida,
que no amor os enlaçais./ 3. Só por vós, Trindade Santa, suma origem, todo bem, todo ser, toda beleza,
toda vida se mantém./ 4. Nós, os filhos adotivos, pela graça consagrados, nos tornemos templos vivos, a
vós sempre dedicados.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Senhor nosso Deus, pela invocação do vosso nome, santificai as
oferendas de vossos servos e servas, fazendo de nós uma oferenda eterna. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II – Prefácio: O Mistério da Santíssima Trindade – MR (p. 379) 18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – R.: Ó TRINDADE, VOS LOUVAMOS, VOS LOUVAMOS PELA VOSSA
COMUNHÃO! QUE ESTA MESA FAVOREÇA, FAVOREÇA NOSSA COMUNICAÇÃO./ 1- Contra toda tentação
da ganância do poder, nossas bocas gritem juntas a palavra do viver. A palavra do viver./ 2- Na montanha
com Jesus, no encontro com o Pai, recebemos a mensagem: ide ao mundo e o transformai. Ide ao mundo
e o transformai./ 3- Deus nos fala na história e nos chama à conversão. Vamos ser palavras vivas
proclamando a salvação. Proclamando a salvação./ 4- Vamos juntos festejar cada volta de um irmão. E o
amor que nos acolhe, restaurando a comunhão. Restaurando a comunhão./ 5- Comunica quem transmite a
verdade e a paz. Quem semeia a esperança e o perdão que nos refaz. E o perdão que nos refaz.
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Possa valer-nos, Senhor nosso Deus, a
comunhão no vosso sacramento, ao proclamarmos nossa fé na Trindade eterna e santa, e na sua indivisível
Unidade. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.

21. ORAÇÃO PARA O ANO NACIONAL DO LAICATO

Ó Trindade Santa, Amor pleno e eterno, que estabelecestes a Igreja como Vossa “imagem terrena”: Nós
Vos agradecemos pelos dons, carismas, vocações, ministérios e serviços que todos os membros de Vosso
povo realizam como “Igreja em saída”, para o bem comum, a missão evangelizadora e a transformação
social, no caminho de Vosso Reino. Nós Vos louvamos pela presença e organização dos cristãos leigos e
leigas no Brasil, sujeitos eclesiais, testemunhas de fé, santidade e ação transformadora. Nós Vos pedimos
que todos os batizados atuem como sal da terra e luz do mundo: na família, no trabalho, na política e na
economia, nas ciências e nas artes, na educação, na cultura e nos meios de comunicação; na cidade, no
campo e em todo o planeta, nossa “casa comum”. Nós Vos rogamos que todos contribuam para que os
cristãos leigos e leigas compreendam sua vocação e identidade, espiritualidade e missão, e atuem de
forma organizada na Igreja e na sociedade à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres. Isto Vos
suplicamos pela intercessão da Sagrada Família, Jesus, Maria e José, modelos para todos os cristãos.
Amém!

RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL

Preparando a Partilha da Palavra

Os discípulos do Reino são batizados “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”. Em nome
de, significa que suas vidas trazem a marca da Trindade Santa e, por ela, devem ser plasmadas,
modeladas. Sua existência assume uma dimensão nova, transcendente, conferindo-lhe a dignidade de filhos e filhas de Deus. O Batismo em nome da Trindade comporta exigências precisas para os discípulos. A primeira delas consiste na vida em comunidade, inspirada no modelo trinitário. Com a Trindade, os discípulos aprendem a se respeitar mutuamente, a ajudar uns aos outros, sem espírito de competição. Ninguém se sente superior aos demais. Pelo contrário, cultiva o espírito de colaboração e de integração. Assim como a comunhão da Trindade resulta do amor, da mesma forma a união da comunidade dos discípulos. O egoísmo é banido, varrido, do coração dos irmãos de fé, pois o perdão e a reconciliação falam mais forte. A gratuidade é marca característica do amor cristão; os discípulos fazem o bem, sem nada esperar em troca. O ideal trinitário leva os discípulos a se precaverem quanto tudo causa desunião: fofocas, intrigas, invejas, competições, inimizades e tantas outras armadilhas para o ideal cristão da unidade. Viver desunido é uma das muitas negações da fé. Viver na direção contrária, a fé é professada na busca de união de corações e na pluralidade em todos os sentidos, por causa da Trindade. Senhor Jesus, que a profissão de fé na Trindade transforme a nossa existência, reforçando em nós o desejo de vivermos em comunidade de fé e de amor.

(Do Livro: Dia a dia nos passos com o Jesus – Ano B Jaldemir Vitório, SJ)

LEITURAS DA SEMANA
2ª-feira – 1 Pd 1,3-9; Sl 110(111); Mc 10-17-27
3ª-feira – 1 Pd 1,10-16; Sl 97(98); Mc 10,28-31
4ª-feira – 1 Pd 1,18-25; Sl 147(147B); Mc 10,32-45
5ª-feira. – SSMO. CORPO E SANGUE DE CRISTO, SOLENIDADE. Ex 24,3-8; Sl 115(116); Hb 9,11-15; Mc 14,12-16.22-26
6ª-feira – S. Justino Mt, memória. 1 Pd 4,7-13; Sl 95(96); Mc 11,11-26
Sábado – Ss. Marcelino* e Pedro* Mts, MFac. Jd 17.20b-25; Sl 62(63); Mc 11,27-33
2ª Semana do Saltério
Ofício Solene Próprio

Você pode Gostar de:

5º Domingo do Tempo da Quaresma(18.03)

“SE O GRÃO DE TRIGO CAIR NA TERRA E MORRER, PRODUZIRÁ MUITO FRUTO.” (Jo 12,24) …