Página Inicial / Animação Litúrgica / Solenidade Assunção de Nossa Senhora(19.08)

Solenidade Assunção de Nossa Senhora(19.08)

SOLENIDADE DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA
MARIA, A BENDITA ENTRE AS MULHERES, FOI ELEVADA AO CÉU
Dia das Vocações Religiosas

19 de agosto de 2018
VIGÉSIMO DOMINGO DO TEMPO COMUM – ANO B
ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA, SOLENIDADE.
MÊS VOCACIONAL – VOCAÇÃO À VIDA RELIGIOSA
Cor Litúrgica: Branco
A.: Meus irmãos, a Assunção de Nossa Senhora ao Céu constitui o mistério da Páscoa de Cristo plenamente
realizado na Virgem Santa Maria. Ela está intimamente unida ao seu Filho ressuscitado, vencedor do
pecado e da morte e, por isso, Ela é um sinal seguro de esperança para todos nós e, em especial, para
todos aqueles que dedicam sua vida ao Reino, por meio de uma especial consagração à vida religiosa.
Iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – R.: DE ALEGRIA VIBREI NO SENHOR, POIS VESTIU-ME COM SUA JUSTIÇA,
ADORNOU-ME COM JÓIAS BONITAS, COMO ESPOSA DO REI ME ELEVOU./ 1. Transborda o meu coração
em belos versos ao rei, um poema, uma canção com a língua escreverei. De todos és o mais belo, a graça
desabrochou em teu semblante, em teus lábios pra sempre Deus te abençoou./ 2. Valente, forte, herói.
Pela verdade a lutar, a justiça a defender, vitorioso tu serás. Lutas com arma e poder, o inimigo a correr,
eterno é teu trono, ó Deus, é retidão para valer!/ 3. Ó rei, amas as justiças, odeias sempre a maldade; com
o óleo da alegria ungiu-te o Deus da verdade. Os mais suaves perfumes, as tuas vestes exalam; no teu
palácio luxuoso, belos acordes te embalam./ 4. Princesas são tuas damas, a mãe-rainha lá está, toda de
ouro adornada, à sua direita a pousar. “Escuta, ó filha, atenção! O rei de ti se encantou, esquece os teus, a
tua casa, adora o rei, o teu Senhor!”
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A
graça e a paz de Deus, nosso Pai, e de Jesus Cristo, nosso Senhor, estejam convosco. TODOS: BENDITO
SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: No início desta celebração eucarística, peçamos a conversão do coração, fonte de
reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs. (Pausa). Confessemos os nossos pecados:
TODOS: Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por
pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem
Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor. P.: Deus
todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS:
AMÉM. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, tende
piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS:
SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus,
Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos
glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor
Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós
que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de
nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória
de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Deus eterno e todo-poderoso, que elevastes à glória do céu
em corpo e alma a imaculada Virgem Maria, Mãe do vosso Filho, dai-nos viver atentos às coisas do alto, a
fim de participarmos da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito
Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos, Maria, elevada ao céu, é sinal de consolação e de esperança para nós, povo peregrino que
caminha rumo à vida eterna. Atentos, escutemos o que o Senhor tem a nos falar.
6. 1ª LEITURA (Ap 11, 19a; 12,1-6a.10ab) – Leitura do Livro do Apocalipse de São João.
19aAbriu-se o Templo de Deus que está no céu e apareceu no Templo a arca da Aliança. 12,1Então apareceu
no céu um grande sinal: uma mulher vestida de sol, tendo a lua debaixo dos pés e sobre a cabeça uma
coroa de doze estrelas. 3Então apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão, cor de fogo. Tinha sete
cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete coroas. 4Com a cauda, varria a terça parte das estrelas do
céu, atirando-as sobre a terra. O Dragão parou diante da Mulher que estava para dar à luz, pronto para
devorar o seu Filho, logo que nascesse. 5E ela deu à luz um filho homem, que veio para governar todas as
nações com cetro de ferro. Mas o Filho foi levado para junto de Deus e do seu trono. 6aA mulher fugiu para
o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um lugar. 10abOuvi então uma foz forte do céu, proclamando:
“Agora realizou-se a salvação, a força e a realeza do nosso Deus, e o poder do seu Cristo”. Palavra do
Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (DO SALMO 44/45)
R.: À VOSSA DIREITA SE ENCONTRA A RAINHA , COM VESTE ESPLENDENTE DE OURO DE OFIR./ 1. As filhas
de reis vêm ao vosso encontro, e à vossa direita se encontra a rainha com veste esplendente de ouro de
Ofir./ 2. Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto: “Esquecei vosso povo e a casa paterna!” Que o Rei se encante
com vossa beleza! Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!/ 3. Entre cantos de festa e com grande alegria,
ingressam, então, no palácio real.
8. 2ª LEITURA (1 Cor 15, 20-27a) – Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios.
Irmãos: 20Cristo ressuscitou dos mortos como primícias dos que morreram. 21Com efeito, por um homem
veio a morte e é também por um homem que vem a ressurreição dos mortos. 22Como em Adão todos
morrem, assim também em Cristo todos reviverão. 23Porém, cada qual segundo uma ordem determinada:
Em primeiro lugar, Cristo, como primícias; depois, os que pertencem a Cristo, por ocasião de sua vinda. 24A
seguir, será o fim, quando ele entregar a realeza a Deus-Pai, depois de destruir todo principado e todo
poder e força. 25Pois é preciso que ele reine até que todos os seus inimigos estejam debaixo de seus pés.
26O último inimigo a ser destruído é a morte. 27aCom efeito, “Deus pôs tudo debaixo de seus pés”. Palavra
do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA/ Maria é elevada ao céu. Alegrem-se os
coros dos anjos!
10. EVANGELHO – (Lc 1, 39-56) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naqueles dias, 39Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade
da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de
Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito,
exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!” 43Como posso merecer que
a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança
pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o
Senhor lhe prometeu”. 46Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se
alegra em Deus, meu Salvador, 48porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as
gerações me chamarão bem-aventurada, 49porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O
seu nome é santo, 50e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o respeitam.
51Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os soberbos de coração. 52Derrubou do trono os poderosos e
elevou os humildes. 53Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos de mãos vazias. 54Socorreu Israel,
seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, 55conforme prometera aos nossos pais, em favor de Abraão e
de sua descendência, para sempre”. 56Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa. Palavra
da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos caríssimos, neste dia em que celebramos a Assunção de Maria,
peçamos a Deus por intercessão da Cheia de Graça, dizendo: Interceda por nós a Virgem Maria!
TODOS: INTERCEDA POR NÓS A VIRGEM MARIA!
1) Pelo Santo Padre, o Papa Francisco, filho dileto de Maria, para que continue nos incentivando a
evangelizar, com renovada fé e santidade, rezemos ao Senhor.
TODOS: INTERCEDA POR NÓS A VIRGEM MARIA!
2) Pelos dirigentes de todos os povos, para que, pelos caminhos da justiça, da liberdade e da paz,
promovam os direitos humanos e ajudem na construção do bem comum, rezemos ao Senhor.
TODOS: INTERCEDA POR NÓS A VIRGEM MARIA!
3) Por todos os que se têm consagrado ao serviço do Reino, como religiosos, para que sejam, sempre mais
sinais do Evangelho, agentes da profecia e arautos da esperança, rezemos ao Senhor.
TODOS: INTERCEDA POR NÓS A VIRGEM MARIA!
4) Pelo IX Encontro Mundial das Famílias, que será aberto no próximo dia 21, em Dublin, na Irlanda, para
que o Espírito Santo sustente o trabalho dos sacerdotes, das famílias e de todas as pessoas envolvidas
na realização deste evento, rezemos ao Senhor.
TODOS: INTERCEDA POR NÓS A VIRGEM MARIA!
5) Por todos nós, para que a Virgem Maria, Rainha assunta aos Céus, nos ensine o desapego aos bens
terrenos e nos fortaleça em nossa correspondência ao amor de Cristo, rezemos ao Senhor.
TODOS: INTERCEDA POR NÓS A VIRGEM MARIA!
(Preces Espontâneas)
P.: Subam até vós, ó Deus, os nossos pedidos, e, pela intercessão da Virgem Maria, assunta ao céu, acendei
em nossos corações o desejo de chegar até vós. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM!
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – 1. Os grãos que formam a espiga se unem pra serem pão; os homens que são
Igreja se unem pela oblação./ R.: DIANTE DO ALTAR, SENHOR, ENTENDO MINHA VOCAÇÃO: DEVO
SACRIFICAR A VIDA POR MEU IRMÃO./ 2. O grão caído na terra só vive se vai morrer; é dando que se
recebe, morrendo se vai viver./ 3. O vinho e o pão ofertamos, são nossa resposta de amor. Pedimos
humildemente: “aceita-nos, ó Senhor.”
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Suba até vós, ó Deus, o nosso sacrifício, e, pela intercessão da
Virgem Maria, elevada ao céu, acendei em nossos corações o desejo de chegar até vós. Por Cristo, nosso
Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA III – Prefácio A Glória de Maria – (MR p. 639)
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – R.: A MINH’ALMA ENGRANDECE O SENHOR. MEU CORAÇÃO MUITO SE
ALEGROU EM DEUS, MEU SALVADOR, EM DEUS, MEU SALVADOR!/ 1. Minh’alma exalte o Senhor! E o
meu coração, vibrando, se alegra em Deus, que é meu Salvador, o Deus que minh’alma alegre celebra./ 2.
Ele voltou seu olhar para a pequenez de sua servidora e todas as gerações me proclamarão feliz e ditosa!/
3. Ele, que é todo poder, me fez grandes coisas , santo é seu nome! Sua bondade se estende de pais para
filhos sobre os que o temem!/ 4. Ele agiu com o braço forte e os cheios de orgulho ele dispersou! Botou
abaixo os potentes. Humildes, pequenos, ele elevou!/ 5. Ele enricou os famintos, e os ricos, sem nada,
embora mandou! Ele a seu povo acudiu, de sua promessa aos pais se lembrou!/ 6. Ele aliou-se a Abraão e a
seus descendentes, sem fim, também! Glória ao Pai, por seu Filho, no Espírito Santo, pra sempre, amém!
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Ó Deus, que nos alimentastes com o
sacramento da salvação, concedei-nos, pela intercessão da virgem Maria elevada ao céu, chegar à glória da
ressurreição. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21. 21. ORAÇÃO PARA O ENCONTRO MUNDIAL DAS FAMÍLIAS 2018
Deus, nosso Pai, somos irmãos e irmãs de Jesus, Teu Filho, uma família, no Espírito do Teu amor.
Abençoa-nos com a alegria do amor. Faça-nos pacientes e compassivos, amáveis e generosos, acolhendo
os que mais precisam. Ajuda-nos a viver o Teu perdão e a Tua paz. Protege todas as famílias com o
cuidado do Teu amor, especialmente aqueles por quem rezamos agora. Aumenta a nossa fé, fortalece a
nossa esperança, protege-nos com o Teu amor, faça-nos sempre agradecidos pelo dom da vida que
partilhamos. Isto te pedimos, por Cristo nosso Senhor. Amém! Maria, Mãe e guia, rogai por nós. São José,
pai e protetor, rogai por nós. Santos Joaquim e Ana, rogai por nós. Santos Luís e Zélia Martin, rogai por
nós!
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL – MR (p. 527)
P.: O Deus de bondade, que pelo Filho da Virgem Maria quis salvar a todos, vos enriqueça com sua bênção.
TODOS: AMÉM
P.: Seja-vos dado sentir sempre e por toda parte a proteção da Virgem, por quem recebestes o autor da
vida.
TODOS: AMÉM
P.: E vós, que vos reunistes hoje para celebrar sua solenidade, possais colher a alegria espiritual e o prêmio
eterno.
TODOS: AMÉM
P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo.
TODOS: AMÉM
LEITURAS DA SEMANA
Seg.: S. Bernardo AbDr, memória; Ez 24, 15-24; Dt 32, 18-19.20.21; Mt 19, 16-22
Ter.: S. Pio X Pp, memória. Ez 28, 1-10; Dt 32, 26-27ab.27 cd-28.30.35cd-36ab; Mt 19, 23-30
Qua.: Nossa Senhora Rainha, memória. Is 9,1-6; Sl 112(113); Lc 1,26-38
Qui.: Sta Rosa de Lima Vg., padroeira da América Latina, festa. 2Cor 10,17 – 11,2; Sl 148,1-2. 11-13a. 13c-
14 (R/. cf. 12a. 15a); Mt 13,44-46
Sex.: São Bartolomeu ap, festa. Ap; 21,9b-14; Sl 144(145); Jo 1,45-51
Sab.: S. Luís Rei da França, M Fac. S. José Calasanz Presb, M Fac. Ez 43, 1-7a; Sl 84(85); Mt 23,1-12
Quarta Semana do Saltério
Vigésimo Domingo do Tempo Comum

Preparando a Partilha da Palavra
Maria Assunta ao céu é a criatura que atingiu a plenitude da salvação. Ela já experimenta aquilo
que nós experimentaremos, se formos fieis aos ensinamentos de Jesus. Maria é a concretização
do destino que Deus deseja para todos nós. Na Assunção vemos que em Deus há espaço para
o homem, Deus mesmo é a casa com muitas moradas. O Evangelho de Lucas, mostra-nos Maria
em movimento: deixa a sua casa em Nazaré e põe-se em viagem rumo à montanha, para ir às
pressas a uma cidade de Judá. Devemos imitar esta atitude de Maria: ela saiu às pressas, não somente para colocar-se a serviço de Isabel, mas porque desejava levar o Salvador, até os demais. Levemos, também nós, o Salvador aos nossos irmãos e irmãs. Saiamos, às pressas, corramos, hoje, levando Cristo aos demais, levando Seu amor, amor este que, antes, nós experimentamos! Deus nos espera, nos aguarda, não caminhamos no vazio. Esta é a grande
alegria e a grande esperança. Somos esperados por Deus, porque no Seu coração há espaço para nós e em nossa vida Ele também deverá encontrar acolhida. Nesta solenidade da Assunção olhemos para Maria: sua história é serviço humilde e glória escondida em Deus. Sempre fel ao projeto do Pai, nos ensina a sermos solidários diante das necessidades dos irmãos sofredores. O sonho de um mundo novo começa a se tornar realidade com o nosso compromisso a serviço da justiça e da fraternidade. Maria aponta-nos o caminho da esperança e ajuda-nos a acolher o seu Filho na fé; nunca perder a amizade com Ele, deixar-nos iluminar e orientar pela Sua palavra; segui-Lo todos os dias, pois só a presença de Deus pode garantir um mundo melhor. A nossa participação na missão de Jesus e em sua experiência pascal se dá no cotidiano da vida. A Solenidade da Assunção nos anima a confiar na força do bem e lutar pela dignidade do ser humano.

Você pode Gostar de:

29º Domingo do Tempo Comum(21.10)

SERVIR É DAR A VIDA: EIS O CAMINHO! Dia das Missões e da Infância Missionária …