Página Inicial / Animação Litúrgica / 3º Domingo do Advento(16.12)

3º Domingo do Advento(16.12)

“COM JESUS CRISTO, RENASCE SEM CESSAR A ALEGRIA” (EG, nº 1)
Dia da Campanha Nacional para a Evangelização
16 de dezembro de 2018
TERCEIRO DOMINGO DO ADVENTO – DOMINGO GAUDETE
ANO C – SÃO LUCAS
Cor Litúrgica: roxo ou róseo
A: Meus irmãos: a virtude da alegria deve estar especialmente presente em nosso coração, neste tempo
de espera do Senhor, pois nós temos a consciência de que Deus é rico em amor e misericórdia. Hoje a
Igreja no Brasil realiza a coleta da Campanha para a Evangelização. Sejamos, pois, generosos; afinal, a obra
da evangelização conta com o nosso apoio espiritual e material. Fiquemos de pé e iniciemos a nossa
celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – HINÁRIO DA CNBB P. 6
R.: ALEGRAI-VOS, ELE ESTÁ BEM PERTO. SIM, ALEGRAI-VOS MAIS NO SENHOR!/ 1. Foste amigo, Senhor,
da tua terra, libertaste os cativos de Jacó. Perdoaste o pecado de teu povo, encobriste toda a tua falta, não
guardaste rancor contra nós, acalmaste o furor da tua ira./ 2. Restaura-nos, ó Deus e Salvador, esquece a
tua mágoa contra nós; ficarás irritado para sempre? Guardarás tua cólera sem fim?/ 3. Não darás tua vida
novamente ao teu povo que em ti se alegrará? Mostra-nos, Senhor, tua bondade, concede-nos a tua
salvação!/ 4. Quero ouvir o que diz o Senhor: é de paz que ele vai nos falar. A paz para seu povo e seus
amigos, aos que trazem ao Senhor seu coração. Está perto a salvação dos que o temem e a glória habitará
em nossa terra./ 5. Fidelidade e amor se encontrarão, vão beijar-se a justiça e a paz. Da terra brotará
fidelidade e do céu olhará a justiça./ 6. O Senhor nos dará o que é bom. Nossa terra dará o seu fruto. A
justiça virá na sua frente, a salvação seguirá os seus passos./ 7. Demos glória ao Pai onipotente, ao seu
Filho, Jesus, nosso Senhor, e ao Espírito que habita em nosso peito, pelos séculos dos séculos. Amém!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A
graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. COROA DO ADVENTO
A: A terceira vela que acendemos hoje na coroa do advento é sinal da alegria por saber que o Senhor está
próximo.
(O celebrante acende as velas e reza a seguinte oração:)
P.: Oremos: Senhor, acendemos as velas desta coroa para que possamos preparar nossos corações para o
advento do Vosso Filho. Protegei-nos dos maus costumes e inflamai nossos corações a uma contínua
conversão de vida, para que, servindo a Vós em nossos irmãos, possamos fugir da escuridão do pecado e ir
ao encontro do nosso Salvador, Jesus Cristo, que vive e reina na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM
4. ATO PENITENCIAL – P.: De coração contrito e humilde, aproximemo-nos do Deus justo e santo, para que
tenha piedade de nós, pecadores. Senhor, que vindes visitar vosso povo na paz, tende piedade de nós.
TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, que vindes salvar o que estava perdido, tende
piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, que vindes criar um mundo novo,
tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo-poderoso tenha
compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus de bondade, que vedes o vosso povo esperando
fervoroso o natal do Senhor, dai chegarmos às alegrias da Salvação e celebrá-las sempre com intenso júbilo
na solene liturgia. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS:
AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A: Irmãos, a alegria cristã tem o seu fundamento na fidelidade de Deus, na certeza de que Ele mantém
sempre as Suas promessas. Ouçamos as leituras de hoje.
6. 1ª LEITURA (Sf 3, 14- 18a) – Leitura do Livro do Profeta Sofonias.
14Canta de alegria, cidade de Sião; rejubila, povo de Israel! Alegra-te e exulta de todo o coração, cidade de
Jerusalém! 15O Senhor revogou a sentença contra ti, afastou teus inimigos; o rei de Israel é o Senhor, ele
está no meio de ti, nunca mais temerás o mal. 16Naquele dia, se dirá a Jerusalém: “Não temas, Sião, não te
deixes levar pelo desânimo! 17O Senhor, teu Deus, está no meio de ti, o valente guerreiro que te salva; ele
exultará de alegria por ti, movido por amor; exultará por ti, entre louvores, 18como nos dias de festa”.
Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Is 12, 2-3.4bcd.5-6).
R.: EXULTAI CANTANDO ALEGRES, HABITANTES DE SIÃO, / PORQUE É GRANDE EM VOSSO MEIO O DEUS
SANTO DE ISRAEL! / 1. Eis o Deus, meu Salvador, eu confio e nada temo; o Senhor é minha força, meu
louvor e salvação. Com alegria bebereis no manancial da salvação, e direis naquele dia: “Dai louvores ao
Senhor./ 2. Invocai seu santo nome, anunciai suas maravilhas, entre os povos proclamai que seu nome é o
mais sublime. / 3. Louvai cantando ao nosso Deus, que fez prodígios e portentos, publicai em toda a terra
suas grandes maravilhas.” Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o
Deus Santo de Israel!”
8. 2ª LEITURA (Fl 4, 4-7) – Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses.
Irmãos: 4Alegrai-vos sempre no Senhor; eu repito, alegrai-vos. 5Que a vossa bondade seja conhecida de
todos os homens! O Senhor está próximo! 6Não vos inquieteis com coisa alguma, mas apresentai as vossas
necessidades a Deus, em orações e súplicas, acompanhadas de ação de graças. 7E a paz de Deus, que
ultrapassa todo o entendimento, guardará os vossos corações e pensamento em Cristo Jesus. Palavra do
Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – ALELUIA, ALELUIA! ALELUIA! O Espírito do Senhor sobre mim fez a sua
unção; enviou-me aos empobrecidos a fazer feliz proclamação!
10. EVANGELHO – (Lc 3, 10-18) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, 10as multidões perguntavam a João: “Que devemos fazer?” 11João respondia: “Quem
tiver duas túnicas, dê uma a quem não tem; e quem tiver comida, faça o mesmo!” 12Foram também para o
batismo cobradores de impostos, e perguntaram a João: “Mestre, que devemos fazer?” 13João respondeu:
“Não cobreis mais do que foi estabelecido”.14Havia também soldados que perguntavam: “E nós, que
devemos fazer?” João respondia: “Não tomeis à força dinheiro de ninguém, nem façais falsas acusações;
ficai satisfeitos com o vosso salário!” 15O povo estava na expectativa e todos se perguntavam no seu íntimo
se João não seria o Messias. 16Por isso, João declarou a todos: “Eu vos batizo com água, mas virá aquele
que é mais forte do que eu. Eu não sou digno de desamarrar a correia de suas sandálias. Ele vos batizará no
Espírito Santo e no fogo. 17Ele virá com a pá na mão: vai limpar sua eira e recolher o trigo no celeiro; mas a
palha ele a queimará no fogo que não se apaga”.18E ainda de muitos outros modos, João anunciava ao
povo a Boa-Nova. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, na expectativa alegre do Natal, apresentemos a Deus nossos
pedidos, suplicando confiantes: Cristo, Luz do mundo, ouvi-nos!
TODOS: CRISTO, LUZ DO MUNDO, OUVI-NOS!
1) Pelo Santo Padre, o Papa Francisco, que no próximo dia dezessete comemora o seu aniversário
natalício, para que, sustentado pela força do Espírito Santo, continue guiando a Igreja nos caminhos da
humildade, da alegria e da misericórdia, rezemos ao Senhor.
TODOS: CRISTO, LUZ DO MUNDO, OUVI-NOS!
2) Pelos governantes de todas as nações, para que respeitem os direitos humanos e usem dos recursos
naturais para o progresso civil e moral dos povos, rezemos ao Senhor.
TODOS: CRISTO, LUZ DO MUNDO, OUVI-NOS!
3) Pelas famílias de nossa Arquidiocese, para que busquem no diálogo, no perdão e no acolhimento dos
idosos e dos doentes o caminho para a convivência alegre e fraterna, rezemos ao Senhor.
TODOS: CRISTO, LUZ DO MUNDO, OUVI-NOS!
4) Por todos nós, para que preparemos o ambiente de nossas casas para bem celebrar o Natal, mediante
o testemunho de nossa fé em Cristo, rezemos ao Senhor.
TODOS: CRISTO, LUZ DO MUNDO, OUVI-NOS!
5) Para que a nossa doação para a coleta da Evangelização ajude na difusão do Evangelho de Cristo,
rezemos ao Senhor.
TODOS: CRISTO, LUZ DO MUNDO, OUVI-NOS!
(Preces Espontâneas)
P.: Derramai, Senhor, sobre o povo suplicante a abundância da Vossa graça, para que, seguindo os Vossos
mandamentos, receba estímulo e ajuda na vida presente e felicidade sem fim na pátria futura. Por Cristo
nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – HINÁRIO DA CNBB p. 24
1. As nossas mãos se abrem mesmo na luta e na dor / e trazem pão e vinho para esperar o Senhor./ R.:
DEUS AMA OS POBRES E SE FEZ POBRE TAMBÉM. DESCEU À TERRA E FEZ POUSADA EM BELÉM./ 2. As
nossas mãos se elevam para num gesto de amor retribuir a vida que vem das mãos do Senhor./ 3. As
nossas mãos se encontram na mais fraterna união. Façamos deste mundo a grande casa do pão./ 4. As
nossas mãos sofridas nem sempre têm o que dar; mais vale a própria vida de quem prossegue a lutar.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Possamos, ó Pai, oferecer-vos sem cessar estes dons da nossa
devoção, para que, ao celebrarmos o sacramento que nos destes, se realizem em nós as maravilhas da
salvação. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II – MR (p. 477) – Prefácio do Advento II – A dupla espera de Cristo – MR (p.
408) –
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – HINÁRIO DA CNBB – p. 84
R. O SENHOR VIRÁ LIBERTAR O SEU POVO E DO MUNDO VELHO NASCERÁ O NOVO./ 1. Se, quem tem
sede, procura a fonte, nós procuramos, o teu altar. Vem, ó Deus vivo, salvar teu povo, vem, sem demora,
nos libertar!/ 2. Teu povo, outrora, sofreu no Egito todas as dores da servidão. Teu novo povo, também
sofrido, de ti espera libertação./ 3. Marchaste, outrora, com teus amigos e os conduziste com segurança.
Vem, novamente, marchar conosco, Senhor da história, nossa esperança./ 4. Vem, sem demora, guiar teu
povo, pelos caminhos de cada dia. Se estás conosco, a noite é clara e até do pranto nasce alegria.
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Imploramos, ó Pai, vossa clemência para que
estes sacramentos nos purifiquem dos pecados e nos preparem para as festas que se aproximam. Por
Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21. ORAÇÃO DA CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO:
Deus, nosso Pai, quereis a salvação de todos os povos da Terra. Nós vos pedimos que susciteis em nós o
compromisso com a Evangelização, para que todos conheçam a vida que de Vós provém. Nós vos pedimos
que nossos projetos evangelizadores sirvam para nossa santificação e da sociedade inteira que, assim, será
justa, fraterna e solidária. Nós vos pedimos que, em nossas comunidades e em toda a Igreja no Brasil,
cresça o sentimento de partilha e que, por meio da Coleta para a Evangelização e do testemunho de
comunhão, todas as comunidades recebam a força do Evangelho. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL – MR (p. 520)
P.: O Senhor esteja convosco.
TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS.
P.: Que o Deus onipotente e misericordioso vos ilumine com o advento do seu Filho, em cuja vinda credes
e cuja volta esperais, e derrame sobre vós as suas bênçãos.
TODOS: AMÉM.
P.: Que durante esta vida ele vos torne firmes na fé, alegres na esperança, solícitos na caridade.
TODOS: AMÉM.
P.: Alegrando-vos agora pela vinda do Salvador feito homem, sejais recompensados com a vida eterna,
quando vier de novo em sua glória.
TODOS: AMÉM.
P.: Abençoe-vos o Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
Preparando a Partilha da Palavra
Apesar de toda a informação fornecida pelos meios de comunicação, temos dificuldade em tomar consciência de que vivemos numa espécie de “ilha da abundância”, no meio de um mundo no qual mais de um terço da humanidade vive na miséria. No entanto, basta voar algumas horas em qualquer direção para topar com a  fome e a destruição. Essa situação tem um nome: injustiça. E só admite uma explicação:
inconsciência. Como podemos sentir-nos humanos quando a poucos quilômetros de nós – o que são, definitivamente, seis mil quilômetros? – há seres humanos que não têm casa, nem terra alguma para viver, homens e mulheres que passam o dia procurando algo para comer, crianças que já não poderão superar a desnutrição? Nossa primeira reação  costuma ser quase sempre a mesma: “Mas nós, o que podemos fazer diante de tanta miséria?” enquanto nós fazemos perguntas deste gênero, sentimo-nos mais ou menos tranquilos. E vêm as justificativas de sempre: não é fácil estabelecer uma ordem internacional mais justa; é preciso respeitar a autonomia de cada país; é difícil assegurar canais eficazes para distribuir alimentos; mais ainda mobilizar um país para que saia da miséria. Mas tudo isto vem abaixo quando ouvimos uma resposta direta, clara e prática, como aquela que recebem do Batista os que lhe perguntam o que devem
fazer para “preparar o caminho para o Senhor”. O profeta do deserto responde-lhes com genial simplicidade: “Quem tiver duas túnicas, dê uma a quem não tem nenhuma; e quem tem o que comer faça o mesmo”. Aqui terminam as nossas teorias e justificativas. O que podemos fazer? Simplesmente não acumular mais do que precisamos, enquanto houver povos que necessitam disso para viver. Não continuar
desenvolvendo sem limites nosso bem-estar, esquecendo os que morrem de fome. O verdadeiro progresso não consiste em que uma minoria alcance um bem-estar material cada vez mais, mas em que a humanidade inteira viva com mais dignidade e menos sofrimento. (O caminho aberto por Jesus: Lucas – José Antonio Pagola) Podemos nós cristãos acolher cantando o menino de Belém enquanto fechamos nosso coração a tantas crianças do Terceiro Mundo passando fome?
LEITURAS DA SEMANA
Seg.: Gn 49, 2. 8-10; Sl 71 (72); Mt 1, 1-17
Ter.: Jr 23, 5-8; Sl 71 (72); Mt 1, 18-24
Qua.: Jz 13, 2-7.24-25a; Sl 70 (71); Lc 1, 5-25
Qui.: Is 7, 10-14; Sl 23 (24); Lc 1, 26-38
Sex.: Ct 2, 8-14 ou Sf 3, 14-18a; Sl 32 (33); Lc 1, 39-45
Sáb.: 1Sm 1, 24-28; Cânt.: 1Sm 2, 1. 4-5. 6-7. 8abcd (R/. 1a); Lc 1, 46-56
Terceira Semana do Saltério
Terceiro Domingo do Advento – ANO C

Você pode Gostar de:

28º Domingo do Tempo Comum(14.10)

SEGUIR JESUS É PRATICAR OS SEUS ENSINAMENTOS 14 de outubro de 2018 VIGÉSIMO OITAVO DOMINGO …