Página Inicial / Animação Litúrgica / 4º Domingo da Páscoa(12.05)

4º Domingo da Páscoa(12.05)

JESUS É O BOM PASTOR, NÓS SOMOS SEU POVO E SEU REBANHO
Dia das Mães e Dia Mundial de Oração pelas Vocações
12 de maio de 2019
QUARTO DOMINGO DA PÁSCOA
JORNADA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES PRESBITERAIS E RELIGIOSAS
ANO JUBILAR ARQUIDIOCESANO – ANO C
Cor Litúrgica: Branco
A.: Irmãos, Cristo é o Bom Pastor que nos ensina a escutar a Sua voz e nos fortalece no testemunho da
santidade. Neste dia, de modo especial, nós somos chamados a rezar por todos os que escutaram o chamado
de Jesus e se dispõem a segui-Lo numa vida de consagração. Hoje, celebramos também o Dia das Mães e, por
isso, queremos agradecer a Deus por essas pessoas que são sinais e instrumentos do Seu amor por nós.
Iniciemos a celebração da Santa Missa.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – HINÁRIO LITÚRGICO DA CNBB, FASC 2, P. 209
R.: CRISTO RESSUSCITOU, ALELUIA! VENCEU A MORTE COM AMOR! (BIS) ALELUIA! / 1. Tendo vencido a
morte, o Senhor ficará para sempre entre nós / para manter viva a chama do amor que reside em cada cristão
a caminho do Pai. / 2. Tendo vencido a morte, o Senhor nos abriu horizonte feliz / pois nosso peregrinar pela
face do mundo terá seu final lá na casa do Pai.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A vós,
irmãos e irmãs, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo! TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE
NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – Pode ser substituído pelo Rito da aspersão (MR p. 1002).
P.: Irmãos e irmãs, reconheçamos as nossas culpas para celebrarmos dignamente os santos mistérios. (Pausa).
Senhor, que viestes salvar os corações arrependidos, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE
PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, que viestes chamar os pecadores humilhados, tende piedade de nós. TODOS:
CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, que intercedeis por nós, junto a Deus Pai que nos perdoa, tende
piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus de bondade e misericórdia tenha
compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. HINO DE LOUVOR
Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai
todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos
damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus,
Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do
mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Só Vós sois o Santo, só
Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Deus eterno e todo-poderoso, conduzi-nos à comunhão das
alegrias celestes, para que o rebanho possa atingir, apesar de sua fraqueza, a fortaleza do Pastor. Por nosso
Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Meus irmãos, como ovelhas sedentas de salvação, ouçamos a voz do Bom Pastor por meio das leituras de
hoje.
6. 1ª LEITURA (At 13, 14.43-52) – Leitura dos Atos dos Apóstolos.
Naqueles dias, Paulo e Barnabé, 14partindo de Perge, chegaram a Antioquia da Pisídia. E, entrando na sinagoga
em dia de sábado, sentaram-se. 43Muitos judeus e pessoas piedosas convertidas ao judaísmo seguiram Paulo
e Barnabé. Conversando com eles, os dois insistiam para que continuassem fiéis à graça de Deus. 44No sábado
seguinte, quase toda a cidade se reuniu para ouvir a palavra de Deus. 45Ao verem aquela multidão, os judeus
ficaram cheios de inveja e, com blasfêmias, opunham-se ao que Paulo dizia. 46Então, com muita coragem,
Paulo e Barnabé declararam: “Era preciso anunciar a palavra de Deus primeiro a vós. Mas, como a rejeitais e
vos considerais indignos da vida eterna, sabei que vamos dirigir-nos aos pagãos. 47Porque esta é a ordem que
o Senhor nos deu: ‘Eu te coloquei como luz para as nações, para que leves a salvação até os confins da terra’”.
48Os pagãos ficaram muito contentes, quando ouviram isso, e glorificavam a palavra do Senhor. Todos os que
eram destinados à vida eterna abraçaram a fé. 49Desse modo, a palavra do Senhor espalhava-se por toda a
região. 50Mas os judeus instigaram as mulheres ricas e religiosas, assim como os homens influentes da cidade,
provocaram uma perseguição contra Paulo e Barnabé e expulsaram-nos do seu território. 51Então os
apóstolos sacudiram contra eles a poeira dos pés, e foram para a cidade de Icônio. 52Os discípulos, porém
ficaram cheios de alegria e do Espírito Santo. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 99/100)
R.: SABEI QUE O SENHOR, SÓ ELE, É DEUS, NÓS SOMOS SEU POVO E SEU REBANHO. / 1. Aclamai ao Senhor,
ó terra inteira, servi ao Senhor com alegria, ide a Ele cantando jubilosos! / 2. Sabei que o Senhor, só Ele é
Deus, Ele mesmo nos fez e somos seus, nós somos seu povo e seu rebanho./ 3. Sim, é bom o Senhor e nosso
Deus, sua bondade perdura para sempre, seu amor é fiel eternamente.
8. 2ª LEITURA (Ap 7, 9.14b-17) – Leitura do Livro do Apocalipse de São João.
Eu, João, 9
vi uma multidão imensa de gente de todas as nações, tribos, povos e línguas, e que ninguém podia
contar. Estavam de pé diante do trono e do Cordeiro; trajavam vestes brancas e traziam palmas na mão.
14bEntão um dos anciãos me disse: “Esses são os que vieram da grande tribulação. Lavaram e alvejaram as
suas roupas no sangue do Cordeiro. 15Por isso, estão diante do trono de Deus e lhe prestam culto, dia e noite,
no seu templo. E aquele que está sentado no trono os abrigará na sua tenda. 16Nunca mais terão fome, nem
sede. Nem os molestará o sol, nem algum calor ardente. 17Porque o Cordeiro, que está no meio do trono, será
o seu pastor e os conduzirá às fontes de água da vida. E Deus enxugará as lágrimas de seus olhos”. Palavra do
Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! (BIS) / 1. Eu sou o Bom Pastor, diz o
Senhor; eu conheço minhas ovelhas e elas me conhecem a mim.
10. EVANGELHO – (Jo 10, 27-30) – P.: O Senhor esteja convosco! TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo João. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, disse Jesus: 27“As minhas ovelhas escutam a minha voz, e eu as conheço e elas me
seguem. 28Eu dou-lhes a vida eterna e elas jamais se perderão. E ninguém vai arrancá-las de minha mão.
29Meu Pai, que me deu estas ovelhas, é maior que todos, e ninguém pode arrebatá-las da mão do Pai. 30Eu e
o Pai somos um”. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu
sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro
dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os
mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados,
na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, oremos a Jesus ressuscitado, o Bom Pastor que nos guia para o
Pai, dizendo: Jesus, Bom Pastor, ouvi-nos!
TODOS: JESUS, BOM PASTOR, OUVI-NOS!
1) Pelo Santo Padre, o Papa Francisco, para que, atento às necessidades da Igreja, seja hoje a voz do Bom
Pastor, rezemos ao Senhor.
TODOS: JESUS, BOM PASTOR, OUVI-NOS!
2) Pelos sacerdotes de nossa Arquidiocese, para que sejam discípulos e missionários do Bom Pastor,
acolhendo com dignidade e caridade os desafios pastorais que Cristo lhes apresenta, rezemos ao Senhor.
TODOS: JESUS, BOM PASTOR, OUVI-NOS!
3) Pela nossa comunidade, para que siga a Cristo com amor e fidelidade e reconheça n’Ele a voz do Bom
Pastor, rezemos ao Senhor.
TODOS: JESUS, BOM PASTOR, OUVI-NOS!
4) Por todas as mães, para que, com docilidade, fé e confiança, promovam a paz e a harmonia, o respeito e o
bem-estar na sociedade e em suas famílias, rezemos ao Senhor.
TODOS: JESUS, BOM PASTOR, OUVI-NOS!
(Preces Espontâneas)
P.: Senhor Jesus Cristo, Bom Pastor, ensinai-nos a reconhecer a vossa voz e não nos deixeis afastarmo-nos de
vosso caminho. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – HINÁRIO LITÚRGICO DA CNBB, FASC 2, P. 298
R.: SOU BOM PASTOR, OVELHAS GUARDAREI: NÃO TENHO OUTRO OFÍCIO, NEM TEREI. QUANTA VIDA EU
TIVER EU LHES DAREI! / 1. Maus pastores em dia de sombra, não cuidaram e o rebanho se perdeu. Vou sair
pelo campo, reunir o que é meu, conduzir e salvar. / 2. Verdes prados e belas montanhas hão de ver o pastor,
rebanho atrás. Junto a mim as ovelhas terão muita paz, poderão descansar.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Concedei, ó Deus, que sempre nos alegremos por estes mistérios
pascais, para que nos renovem constantemente e sejam fonte de eterna alegria. Por Cristo, nosso Senhor. –
TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II – MR (p. 478) – Prefácio da Páscoa V: O Cristo Sacerdote e Vítima – (MR. p. 425)
18. RITO DA COMUNHÃO – HINÁRIO LITÚRGICO DA CNBB, FASC 2, P. 26
R.: VÓS SOIS MEU PASTOR, Ó SENHOR, NADA ME FALTARÁ, SE ME CONDUZIS! / 1. Em verdes pastagens me
leva a repousar. Em fontes bem tranquilas, as forças recobrar. / 2. Por justos caminhos, meu Deus, vem me
guiar. De todos os perigos, meu Deus, vem me livrar. / 3. Meu Deus, junto a mim, o mal não temerei, seguro
em seu cajado, tranquilo eu estarei. / 4. Me preparais a mesa, perante o opressor, me perfumais a fronte,
minha taça transbordou. / 5. Felicidade e amor, sem fim, me seguirão, um dia em vossa casa, meus dias
passarão!
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Velai com solicitude, ó Bom Pastor, sobre o
vosso rebanho e concedei que vivam nos prados eternos as ovelhas que remistes pelo sangue do vosso Filho,
que vive e reina para sempre. TODOS: AMÉM.
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL – (MR. p. 523)
P.: O Senhor esteja convosco! TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS! P.: Deus, que pela ressurreição do seu
Filho único vos deu a graça da redenção e vos adotou como filhos e filhas, vos conceda a alegria da bênção.
TODOS: AMÉM. P.: Aquele que, por sua morte, vos deu a eterna liberdade, vos conceda, por sua graça, a
herança eterna. TODOS: AMÉM. P.: E vivendo agora retamente, possais no céu unir-vos a Deus, para o qual,
pela fé, já ressuscitastes no batismo. TODOS: AMÉM. P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e
Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: Ide em paz e o Senhor vos acompanhe! TODOS: GRAÇAS A DEUS!

Preparando a Partilha da Palavra
Neste 4º Domingo da Páscoa, a liturgia nos apresenta Cristo como o Bom Pastor, aquele que dá vida plena ao seu rebanho. Jesus é o Bom Pastor, não simplesmente em oposição à figura dos pastores mercenários, mas porque valoriza e conhece suas ovelhas e é reconhecido por elas. Ele se apresenta à comunidade como Bom Pastor, movido pela lógica do amor, da misericórdia e não dos interesses e favores pessoais. Quem não ama sua comunidade (o Povo de Deus) não pode ser considerado pastor exemplar. Ser pastor hoje é desenvolver a ética do cuidado, da ternura, da compaixão e da misericórdia. É se fazer escutar pelas ovelhas e despertar no coração do povo confiança e esperança. É trazer o pobre e o excluído para o centro de nossa evangelização, de nossas atenções com a mesma compaixão e amor de Jesus. Pela atuação do Papa, bispos, presbíteros, religiosos (as) e das lideranças leigas, Jesus, o Bom Pastor, continua doando sua vida, manifestando seu carinho e atenção por nós, em especial pelos doentes e sofredores. Por isso, a Igreja neste domingo, reza pelas vocações sacerdotais e religiosas. Mas todos os batizados foram configurados com Cristo sacerdote, profeta e pastor, por meio do sacerdócio comum do Povo de Deus. Devem sentir-se corresponsáveis na construção da sociedade segundo os critérios do Evangelho, com entusiasmo e em comunhão com os seus pastores. A exemplo de Jesus, de Paulo e Barnabé, não podemos fugir de nossas responsabilidades. Precisamos ser profetas e profetizas da esperança, e denunciar todo tipo de morte. Precisamos entregar nossa vida, nosso tempo, nossas ideias pela causa do Reino, para que Deus governe a história, sendo um sinal de vida e esperança para todos. Jesus é aquele que conduz as ovelhas por caminhos de luz, onde a vitória é da vida. Ao mesmo tempo em que somos chamados a ouvir sua voz, sendo ovelhas, exercemos também a missão de pastores, conduzindo as pessoas até a fonte da vida. O que significa ser pastor? O que faz o bom pastor para que as ovelhas lhes deem ouvidos? As lideranças religiosas, políticas, sindicais, dos movimentos sociais agem como bons pastores? Que tipo de pastor você é na família, na comunidade e na sociedade?

LEITURAS DA SEMANA
2ª-feira: Nossa Senhora de Fátima, MFAC – At 11,1-18; Sl 41(42),2.3; 42(43),3. 4 (R/. cf. Sl 41[42],3a) ; Jo 10,1-10 Ou
próprias de Nossa Senhora de Fátima: Is 61, 9-11; Sl 44 (45); Lc 11, 27-28.
3ª-feira: S. Matias Ap, festa. At 1,15-17.20-26; Sl 112(113); Jo 15,9-17
4ª-feira: At 12,24 – 13,5a ; Sl 66(67),2-3. 5. 6 e 8 (R/. 4) ; Jo 12,44-50
5ª-feira: At 13,13-25; Sl 88(89),2-3.21-22.25.27 (R/. cf. 2a) ; Jo 13,16-20
6ª-feira: At 13,26-33; Sl 2,6-7. 8-9. 10-11 (R/. 7) ; Jo 14,1-6
Sábado: S. João I PpMt, MFac. At 13,44-52; Sl 97(98),1. 2-3ab. 3cd-4 (R/. 3cd) ; Jo 14,7-14
Quarta Semana do Saltério
Quarto Domingo da Páscoa

Você pode Gostar de:

Solenidade da Assunção de Nossa Senhora(18.08)

A EXEMPLO DE MARIA, DEVEMOS ANUNCIAR AS MARAVILHAS DE DEUS 18 de agosto de 2019 …