Página Inicial / Animação Litúrgica / Solenidade Santíssima Trindade (16.09)

Solenidade Santíssima Trindade (16.09)

SOLENIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE
FONTE DE COMUNHÃO E MODELO DE COMUNIDADE: SANTÍSSIMA TRINDADE
16 de JUNHO de 2019-
SOLENIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE
ANO JUBILAR ARQUIDIOCESANO – ANO C
Cor Litúrgica: Branco
A.: Irmãos, pela ação do Espírito Santo em nossas almas, nós temos acesso aos mistérios de Deus e
descobrimos que Ele é comunhão de luz e de amor, vida doada e recebida num contínuo diálogo entre o
Pai e o Filho, no Espírito Santo. Iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – (Hinário da CNBB, Festas litúrgicas I)
1. Bendito sejas tu, Senhor de nossos pais, és pródigo de graças, ó Senhor!/ R.: GLÓRIA AO SENHOR,
CRIADOR PARA SEMPRE! (bis)/ 2. Bendito sejas tu, ó Verbo de Deus Pai; a morte que sofreste nos deu
vida./ 3. Bendito sejas tu, Espírito de Deus, operas na Igreja a salvação!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A
graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco!
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: O Senhor Jesus, que nos convida à mesa da Palavra e da Eucaristia, nos chama à
conversão. Reconheçamos ser pecadores e invoquemos com confiança a misericórdia do Pai. (Pausa).
Tende compaixão de nós, Senhor. TODOS: PORQUE SOMOS PECADORES. P.: Manifestai, Senhor, a Vossa
misericórdia. TODOS: E DAI-NOS A VOSSA SALVAÇÃO. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós,
perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM. P.: Senhor, tende piedade de nós.
TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE
PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus,
Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos
glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor
Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós
que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de
nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória
de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus, nosso Pai, enviando ao mundo a Palavra da verdade e
o Espírito santificador, revelastes o vosso inefável mistério. Fazei que, professando a verdadeira fé,
reconheçamos a glória da Trindade e adoremos a Unidade onipotente. Por nosso Senhor Jesus Cristo,
vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Meus irmãos, pela adesão à Sua Palavra, Cristo nos revela os mistérios da Trindade Santa, fortalecendo
a nossa participação na comunidade da Igreja. Abramos nossos corações aos ensinamentos do Deus Uno e
Trino.
6. 1ª LEITURA (Pr 8, 22-31) – Leitura do Livro dos Provérbios.
Assim fala a Sabedoria de Deus: 22“O Senhor me possuiu como primícia de seus caminhos, antes de suas
obras mais antigas; 23desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes das origens da terra. 24Fui
gerada quando não existiam os abismos, quando não havia os mananciais das águas, 25antes que fossem
estabelecidas as montanhas, antes das colinas fui gerada. 26Ele ainda não havia feito as terras e os campos,
nem os primeiros vestígios de terra do mundo. 27Quando preparava os céus ali estava eu, quando traçava a
abóbada sobre o abismo, 28quando firmava as nuvens lá no alto e reprimia as fontes do abismo, 29quando
fixava ao mar os seus limites – de modo que as águas não ultrapassassem suas bordas – e lançava os
fundamentos da terra, 30eu estava ao seu lado como mestre de obras; eu era seu encanto, dia após dia,
brincando, todo o tempo, em sua presença, 31brincando na superfície da terra, e alegrando-me em estar
com os filhos dos homens”. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 08)
R.: Ó SENHOR, NOSSO DEUS, COMO É GRANDE VOSSO NOME POR TODO O UNIVERSO!/ 1.
Contemplando estes céus que plasmastes e formastes com dedos de artista; vendo a lua e estrelas
brilhantes, perguntamos: “Senhor, que é o homem, para dele assim vos lembrardes e o tratardes com
tanto carinho?/ 2. Pouco abaixo de Deus o fizestes, coroando-o de glória e esplendor; vós lhe destes poder
sobre tudo, vossas obras aos pés lhe pusestes./ 3. As ovelhas, os bois, os rebanhos, todo o gado e as feras
da mata; passarinhos e peixes dos mares, todo ser que se move nas águas.
8. 2ª LEITURA (Rm 5, 1-5) – Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos.
Irmãos: 1Justificados pela fé, estamos em paz com Deus, pela mediação do Senhor nosso, Jesus Cristo. 2
Por Ele tivemos acesso, pela fé, a esta graça, na qual estamos firmes e nos gloriamos, na esperança da glória de
Deus. 3 E não só isso, pois nos gloriamos também de nossas tribulações sabendo que a tribulação gera a
constância, 4 a constância leva a uma virtude provada, a virtude provada desabrocha em esperança; 5
e a esperança não decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo
que nos foi dado. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! (BIS) / Glória ao Pai, ao Filho e ao
Espírito Divino, ao Deus que é, que era e que vem, pelos séculos. Amém.
10. EVANGELHO – (Jo 16, 12-15) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 12”Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois
capazes de as compreender agora. 13Quando, porém, vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à plena
verdade. Pois Ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido; e até as coisas futuras vos
anunciará. 14Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo anunciará. 15Tudo o que o Pai possui
é meu. Por isso, disse que o que Ele receberá e vos anunciará, é meu”. Palavra da Salvação. TODOS:
GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos caríssimos, por meio do Espírito Santo, o amor de Deus foi derramado
em nossos corações. Justificados pela fé na Sua Palavra, supliquemos com confiança: Deus Uno e Trino,
escutai a nossa prece!
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
1. Pela Santa Igreja de Deus, povo convocado e reunido por Deus Pai, por meio de Cristo, na comunhão
de um só Espírito, para que seja no mundo o sinal vivo da misericórdia de Deus, rezemos ao Senhor.
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
2. Por nosso Cardeal Arcebispo, Dom Milton Santos, nossos bispos auxiliares e todo o clero para que,
neste Ano Jubilar Arquidiocesano, nos ajudem a alimentar a nossa fé no Pai, no Filho e no Espírito
Santo, revigorando assim o nosso compromisso com o Evangelho, rezemos ao Senhor.
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
3) Pelos poderes públicos, para que encontrem na prática da justiça e do bem comum o caminho para
estabelecer a convivência amorosa e pacífica entre as pessoas, rezemos ao Senhor.
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
4) Por todos nós, para que, na convivência fraterna, nas orações e nos serviços de evangelização,
tenhamos sempre presente a Santíssima Trindade como modelo de vida, rezemos ao Senhor.
TODOS: DEUS UNO E TRINO, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
(Preces Espontâneas)
P.: A Vós confiamos, ó Deus, a nossa oração; Vós, que por amor nos criastes, nos remistes e continuamente
nos santificais no Vosso Espírito. Por Cristo, Nosso Senhor.
TODOS: Amém.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – (Hinário da CNBB, Festas litúrgicas I)
1. Ó Trindade imensa e una, vossa força tudo cria; Vossa mão que rege os tempos, antes deles existia./ 2.
Pai, da graça fonte viva, luz da glória de Deus Pai, Santo Espírito da vida, que no amor os enlaçais./ 3. Só
por vós, Trindade Santa, suma origem, todo bem, todo ser, toda beleza, toda vida se mantém./ 4. Nós, os
filhos adotivos, pela graça consagrados, nos tornemos templos vivos, a vós sempre dedicados.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Senhor nosso Deus, pela invocação do vosso nome, santificai as
oferendas de vossos servos e servas, fazendo de nós uma oferenda eterna. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II – MR (p. 478) –
19. RITO DA COMUNHÃO
20. CANTO DE COMUNHÃO – – (Hinário da CNBB, Festas litúrgicas I)
1. Deus eterno a vós louvor. Glória à vossa Majestade. Anjos e homens com fervor Vos adoram, Deus
Trindade. Cante a terra com amor/ Santo, Santo é o Senhor. (Bis)./ 2. Pai Eterno, a criação que tirastes vós
do nada repousando em vossa mão um acorde imenso brada; quem me fez foi vosso amor. Glória a Vós,
Pai Criador. (Bis)./ 3. Filho eterno, nosso irmão, Vossa morte deu-nos vida. Vosso sangue, a salvação toda a
Igreja, agradecida, louva, exalta a Vós, Jesus. Glória canta a vossa cruz. (Bis)./ 4. Deus Espírito, Sol de amor,
procedeis do Pai, do Filho Vossos dons sempre mandais a nós pobres que cantamos: Santo, Santo é o
Senhor Uno e Trino, Deus de amor. (Bis).
22. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Possa valer-nos, Senhor nosso Deus, a
comunhão no vosso sacramento, ao proclamarmos nossa fé na Trindade eterna e santa, e na sua indivisível
Unidade. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
23.
RITOS FINAIS
24. BREVES AVISOS
25. BÊNÇÃO FINAL
CANTOS OPCIONAIS – Comunhão
R.: Ó TRINDADE, VOS LOUVAMOS, VOS LOUVAMOS PELA VOSSA COMUNHÃO! QUE ESTA MESA
FAVOREÇA, FAVOREÇA NOSSA COMUNICAÇÃO./ 1- Contra toda tentação da ganância do poder, nossas
bocas gritem juntas a palavra do viver. A palavra do viver./ 2- Na montanha com Jesus, no encontro com o
Pai. Recebemos a mensagem: ide ao mundo e o transformai. Ide ao mundo e o transformai./ 3- Deus nos
fala na história e nos chama à conversão. Vamos ser palavras vivas proclamando a salvação. Proclamando a
salvação./ 4- Vamos juntos festejar cada volta de um irmão. E o amor que nos acolhe, restaurando a
comunhão. Restaurando a comunhão./ 5- Comunica quem transmite a verdade e a paz. Quem semeia a
esperança e o perdão que nos refaz. E o perdão que nos refaz.

Preparando a Partilha da Palavra
A primeira leitura destaca que todo o universo é obra das mãos de um Deus sábio e providente Antes de qualquer outra coisa, Deus criou a Sabedoria. “O Senhor me criou como primeira de suas tarefas”. Essa criatura sublime acompanha toda a obra da criação ao lado de Deus e “alegra-se em estar com os filhos dos homens”. Assim, a Sabedoria aparece como a manifestação animadora e alegre da solicitude de Deus para com o ser humano. Na segunda leitura, Paulo destaca que, pela fé, as pessoas participam da vida nova no Espírito, obra do Senhor Ressuscitado. A experiência da fé possibilita viver a graça da salvação, o amor e o dom do Espírito. O amor e a graça de Deus, revelados em Cristo pelo Espírito, nos conduz a viver na paz e na esperança. A esperança fundamentada no amor e na graça de Deus fortalece-nos para enfrentar e superar as dificuldades e tribulações. O Evangelho ressalta o mistério da comunhão de Deus-Trindade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Durante a vida na terra, Jesus ensinou muitas coisas aos discípulos(as). Após sua morte e glorificação junto ao Pai, o “Espírito da Verdade” ajuda a compreender o sentido e a importância de Sua Palavra. O Espírito vem de Deus, a fonte de toda a verdade, e ilumina aqueles que continuam seu projeto de salvação. Ele revela a verdade de Jesus Cristo, sua encarnação, vida e ações solidárias em favor da humanidade. Sendo ele mesmo Deus, o Espírito é a verdade e permanece nas comunidades, orientando-as a seguir os ensinamentos e o caminho trilhado por Jesus. Celebrar um mistério tão grande, ao mesmo tempo tão próximo de nós, nos impulsiona a tomar decisões, diante de um mundo tão conturbado, no qual as relações humanas são frágeis e quebram-se facilmente. Muitas vezes por causa da falta de capacidade de conviver, de amar, de se doar, de viver em comunhão perdemos o rumo, a direção certa e colocamos projetos valiosos em risco. Sem essa dimensão maior de amor podemos perder de vista o sentido do ser cristão de verdade, ou seja, seguidor ou seguidora de Jesus Cristo. Que o jeito de amar das Pessoas Divinas nos ensine a formar famílias e comunidades fundamentadas no respeito e na compreensão das diferenças, na disposição de trabalhar em favor da fraternidade universal.

LEITURAS DA SEMANA
Seg.: 2 Cor 6, 1-10; Sl 97 (98); Mt 5, 38-42;
Ter.: 2 Cor 8,1-9; Sl 145 (146); Mt 5, 43-48
Qua: S.Romualdo Ab, MFac. 2 Cor 9,6-11; Sl 111(112); Mt 6,1-6.16-18
Qui.: Ssmo. Corpo e Sangue de Cristo. Sol. Gn 14,18-20; Sl 109(110),1. 2. 3. 4 (R/. 4bc) ; 1Cor 11,23-26; Lc 9,11b-17
Sex.: São Luís Gonzaga Rlg, memória. 2 Cor 11, 18.21b-30; Sl 33(34); Mc 11,11-26
Sáb: S. Paulino de Nola B, MFac; Ss João Fisher B e Tomás Moro Mts., MFac. 2 Cor 12,1-10; Sl 33(34); Mt 6,24-34

Você pode Gostar de:

Domingo de Ramos(14.04)

DOMINGO DE RAMOS E DA PAIXÃO DO SENHOR PAIXÃO E MORTE DE JESUS: VIDA FEITA …