Página Inicial / Animação Litúrgica / 5º Domingo do Tempo Quaresmal(29.03)

5º Domingo do Tempo Quaresmal(29.03)

QUINTO DOMINGO DA QUARESMA
CAMPANHA DA FRATERNIDADE – “FRATERNIDADE E VIDA: DOM E COMPROMISSO.
29 de março de 2020
ANO A
COR LITÚRGICA: ROXO
A.: Meus irmãos, por ser o Deus da vida que vence a morte, Cristo se compadece com o sofrimento humano e nos ensina a sair dos túmulos do pecado e a vencer a cultura da morte com o compromisso de testemunhar os sinais da vida para o nosso próximo. Contritos, iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – (Hinário da CNBB, Liturgia XIII, Quaresma, Ano A, faixa 1)
R.: SENHOR, EIS AQUI O TEU POVO QUE VEM IMPLORAR TEU PERDÃO; É GRANDE O NOSSO PECADO, PORÉM É MAIOR O TEU CORAÇÃO. / 1. Sabendo que acolheste Zaqueu, o cobrador, e assim lhe devolveste tua paz e teu amor, também nos colocamos ao lado dos que vão buscar no teu altar a graça do perdão. / 2. Revendo em Madalena a nossa própria fé, chorando nossas penas diante dos teus pés, também nós desejamos o nosso amor te dar porque só muito amor nos pode libertar. / 3. Motivos temos nós de sempre confiar, de erguer a nossa voz, de não desesperar, olhando aquele gesto que o bom ladrão salvou, não foi, também por nós, teu sangue que jorrou?
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: Irmãos eleitos segundo a presciência de Deus Pai, pela santificação do Espírito para obedecer a Jesus Cristo e participar da bênção da aspersão do seu sangue, graça e paz vos sejam concedidas abundantemente. TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: O Senhor disse: “Quem dentre vós estiver sem pecado, atire a primeira pedra”. Reconheçamo-nos todos pecadores e perdoemo-nos mutuamente do fundo do coração. (pausa). Confessemos os nossos pecados: TODOS: CONFESSO A DEUS TODO-PODEROSO E A VÓS, IRMÃOS E IRMÃS, QUE PEQUEI MUITAS VEZES POR PENSAMENTOS E PALAVRAS, ATOS E OMISSÕES, POR MINHA CULPA, MINHA TÃO GRANDE CULPA. E PEÇO À VIRGEM MARIA, AOS ANJOS E SANTOS E A VÓS, IRMÃOS E IRMÃS, QUE ROGUEIS POR MIM A DEUS NOSSO SENHOR. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS.
4. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Senhor nosso Deus, dai-nos por vossa graça caminhar com alegria na mesma caridade que levou o vosso Filho a entregar-se à morte no seu amor pelo mundo. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos amados, a Palavra de Deus nos tira da escuridão da morte e nos oferece uma vida nova em Cristo. Ouçamos as leituras de hoje.
5. 1ª LEITURA (Ez 37,12-14) – Leitura da Profecia de Ezequiel.
12Assim fala o Senhor Deus: “Ó meu povo, vou abrir as vossas sepulturas e conduzir-vos para a terra de Israel; 13e quando eu abrir as vossas sepulturas e vos fizer sair delas, sabereis que eu sou o Senhor. 14Porei em vós o meu Espírito, para que vivais e vos colocarei em vossa terra. Então sabereis que eu, o Senhor, digo e faço – oráculo do Senhor”. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
6. SALMO RESPONSORIAL – (SALMO 129/130) R.: NO SENHOR TODA GRAÇA E REDENÇÃO! / 1. Das profundezas eu clamo a Vós, Senhor, escutai a minha voz! Vossos ouvidos estejam bem atentos ao clamor da minha prece! / 2. Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir? Mas em vós se encontra o perdão, eu vos temo e em vós espero. / 3. No Senhor ponho a minha esperança, espero em sua palavra. A minh’alma espera no Senhor mais que o vigia pela aurora. / 4. Espere Israel pelo Senhor mais que o vigia pela aurora. Pois no Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção. Ele vem libertar a Israel de toda a sua culpa.
7. 2ª LEITURA (Rm 8,8-11) – Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos.
Irmãos: 8Os que vivem segundo a carne não podem agradar a Deus. 9Vós não viveis segundo a carne, mas segundo o Espírito, se realmente o Espírito de Deus mora em vós. Se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo. 10Se, porém, Cristo está em vós, embora vosso corpo esteja ferido de morte por causa do pecado, vosso espírito está cheio de vida, graças à justiça. 11E, se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos mora em vós, então aquele que ressuscitou Jesus Cristo dentre os mortos vivificará também vossos corpos mortais por meio do seu Espírito que mora em vós. Palavra do Senhor.
TODOS: GRAÇAS A DEUS.
8. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: LOUVOR E GLÓRIA A TI, SENHOR, CRISTO PALAVRA DE DEUS, CRISTO PALAVRA DE DEUS! / Eu sou a ressurreição, eu sou a vida. Quem crê em mim não morrerá eternamente.
9. EVANGELHO – (Jo 11, 1-45) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
Naquele tempo, 1Havia um doente, Lázaro, que era de Betânia, o povoado de Maria e de Marta, sua irmã. 2Maria era aquela que ungia o Senhor com perfume e enxugava os pés dele com seus cabelos. O irmão dela, Lázaro, é que estava doente. 3As irmãs mandaram então dizer a Jesus: “Senhor, aquele que amas está doente”. 4Ouvindo isto, Jesus disse: “Esta doença não leva à morte; ela serve para a glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela”. 5Jesus era muito amigo de Marta, de sua irmã Maria e de Lázaro. 6Quando ouviu que este estava doente, Jesus ficou ainda dois dias no lugar onde se encontrava. 7Então, disse aos discípulos: “Vamos de novo à Judeia”. 8Os discípulos disseram-lhe: “Mestre, ainda há pouco os judeus queriam apedrejar-te, e agora vais outra vez para lá?” 9Jesus respondeu: “O dia não tem doze horas? Se alguém caminha de dia, não tropeça, porque vê a luz deste mundo. 10Mas se alguém caminha de noite, tropeça, porque lhe falta a luz”. 11Depois acrescentou: “O nosso amigo Lázaro dorme. Mas eu vou acordá-lo”. 12Os discípulos disseram: “Senhor, se ele dorme, vai ficar bom”. 13Jesus falava da morte de Lázaro, mas os discípulos pensaram que falasse do sono mesmo. 14Então Jesus disse abertamente: “Lázaro está morto. 15Mas por causa de vós, alegro-me por não ter estado lá, para que creiais. Mas vamos para junto dele”. 16Então Tomé, cujo nome significa Gêmeo, disse aos companheiros:
“Vamos nós também para morrermos com ele”. 17Quando Jesus chegou, encontrou Lázaro sepultado havia quatro dias. 18Betânia ficava a uns três quilômetros de Jerusalém. 19Muitos judeus tinham vindo à casa de Marta e Maria para as consolar por causa do irmão. 20Quando Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro dele. Maria ficou sentada em casa. 21Então Marta disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido. 22Mas mesmo assim eu sei que o que pedires a Deus, ele to concederá”. 23Respondeu-lhe Jesus: “Teu irmão ressuscitará”. 24Disse Marta: “Eu sei que ele ressuscitará na ressurreição, no último dia”. 25Então Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá.26E todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá jamais. Crês isto?” 27Respondeu ela: “Sim, Senhor, eu creio firmemente que tu és o Messias, o Filho de Deus, que devia vir ao mundo”. 28Depois de ter dito isto, ela foi chamar a sua irmã, Maria, dizendo baixinho: “O Mestre está aí e te chama”. 29Quando Maria ouviu isso, levantou-se depressa e foi ao encontro de Jesus. 30Jesus estava ainda fora do povoado, no mesmo lugar onde Marta se tinha encontrado com ele. 31Os judeus que estavam em casa consolando-a, quando a viram levantar-se depressa e sair, foram atrás dela, pensando que fosse ao túmulo para ali chorar. 32Indo para o lugar onde estava Jesus, quando o viu, caiu de joelhos diante dele e disse-lhe: “Senhor, se tivesses estado aqui, o meu irmão não teria morrido”. 33Quando Jesus a viu chorar, e também os que estavam com ela, estremeceu interiormente, ficou profundamente comovido, 34e perguntou: “Onde o colocastes?” Responderam: “Vem ver, Senhor”. 35E Jesus chorou. 36Então os judeus disseram: “Vede como ele o amava!” 37Alguns deles, porém, diziam: “Este, que abriu os olhos ao cego, não podia também ter feito com que Lázaro não morresse?” 38De novo, Jesus ficou interiormente comovido. Chegou ao túmulo. Era uma caverna, fechada com uma pedra. 39Disse Jesus: “Tirai a pedra!” Marta, a irmã do morto, interveio: “Senhor, já cheira mal. Está morto há quatro dias”. 40Jesus lhe respondeu: “Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?” 41Tiraram então a pedra. Jesus levantou os olhos para o alto e disse: “Pai, eu te dou graças porque me ouviste. 42Eu sei que sempre me escutas. Mas digo isto por causa do povo que me rodeia, para que creia que tu me enviaste”. 43Tendo dito isso, exclamou com voz forte: “Lázaro, vem para fora!” 44O morto saiu, atado de mãos e pés com os lençóis mortuários e o rosto coberto com um pano. Então Jesus lhes disse: “Desatai-o e deixai-o caminhar!” 45Então, muitos dos judeus que tinham ido à casa de Maria e viram o que Jesus fizera, creram nele. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
10. HOMILIA
11. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
12. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, bendigamos o Autor da nossa salvação, que quis renovar o ser humano em si mesmo, para que as coisas antigas passassem e tudo se fizesse novo. Apoiados nesta esperança viva, digamos: Senhor da vida, escutai a nossa prece!
TODOS: SENHOR DA VIDA, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
1) Ajudai a Vossa Igreja no serviço da valorização da vida, a fim de que sejam criados muitos projetos de promoção humana, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR DA VIDA, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
2) Fortalecei os nossos governantes e todas as pessoas que têm o dever de promover o bem-estar e o progresso do nosso povo, para que o façam com justiça e caridade, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR DA VIDA, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
3) Acompanhai todos aqueles que estão espiritualmente mortos pelo desânimo, pelos sofrimentos ou pelos hábitos de pecado e fazei que eles redescubram a fortaleza da Vossa graça, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR DA VIDA, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
4) Senhor, Vós que ressuscitastes Lázaro, volvei o Vosso olhar para os membros dos Movimentos e das Pastorais de nossa Arquidiocese, para que possam colaborar, generosamente, na superação dos sinais de morte, anunciando os fecundos sinais da vida, da fraternidade e da comunhão, nós Vos rogamos.
TODOS: SENHOR DA VIDA, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
(Preces Espontâneas)
P.: Senhor Jesus, atendei nossas preces e concedei-nos que, seguindo os Vossos mandamentos, nos preparemos dignamente para as Festas que se aproximam. Vós que sois Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
13. CANTO DE OFERTAS – Hinário da CNBB, Liturgia XIV, Quaresma, Ano B, faixa 6)
R.: EIS O TEMPO DE CONVERSÃO, EIS O DIA DA SALVAÇÃO: AO PAI VOLTEMOS, JUNTOS ANDEMOS. EIS O TEMPO DE CONVERSÃO. / 1. Os caminhos do Senhor são verdade, são amor. Dirigi os passos meus: em vós espero, ó Senhor! / 2. Ele guia ao bom caminho quem errou e quer voltar. Ele é bom, fiel e justo. Ele busca e vem salvar. / 3. Viverei com o Senhor. Ele é o meu sustento. Eu confio, mesmo quando minha dor não mais aguento. / 4. Tem valor aos olhos seus meu sofrer e meu morrer. Libertai o vosso servo e fazei-o reviver! / 5. A palavra do Senhor é a luz do meu caminho; Ela é vida, é alegria. Vou guardá-la com carinho. / 6. Sua lei, seu mandamento é viver a caridade. Caminhemos todos juntos, construindo a unidade!
14. P.: Orai, irmãos e irmãs…
15. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Deus todo-poderoso, concedei aos vossos filhos e filhas que, formados pelos ensinamentos da fé cristã, sejam purificados por este sacrifício. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
16. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II – MR (p. 478) – Prefácio: Ressurreição de Lázaro (MR p. 212)
17. RITO DA COMUNHÃO
18. CANTO DE COMUNHÃO – (Hinário da CNBB, Liturgia XIII, Quaresma, Ano A, faixa 13)
R.: EU VIM PARA QUE TODOS TENHAM VIDA, QUE TODOS TENHAM VIDA PLENAMENTE. / 1. Reconstrói a tua vida em comunhão com teu Senhor; Reconstrói a tua vida em comunhão com teu irmão: onde está o teu irmão, eu estou presente nele. / 2. “Eu passei fazendo o bem, eu curei todos os males”. Hoje és minha presença junto a todo sofredor: onde sofre o teu irmão, eu estou sofrendo nele. / 3. “Entreguei a minha vida pela salvação de todos”. Reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes: onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele. / 4. “Vim buscar e vim salvar o que estava já perdido.” Busca, salva e reconduze a quem perdeu toda a esperança: onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele. / 5. “Este pão, meu corpo e vida para a salvação do mundo.” É presença e alimento nesta santa comunhão: onde está o teu irmão, eu estou, também, com ele.
19. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Concedei, ó Deus todo-poderoso, que sejamos sempre contados entre os membros de Cristo cujo Corpo e Sangue comungamos. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
20. ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE – 2020
Deus, nosso Pai, fonte da vida e princípio do bem viver, criastes o ser humano e lhe confiastes o mundo como um jardim a ser cultivado com amor. Dai-nos um coração acolhedor para assumir a vida como dom e compromisso. Abri nossos olhos para ver as necessidades dos nossos irmãos e irmãs, sobretudo dos mais pobres e marginalizados. Ensinai-nos a sentir a verdadeira compaixão expressa no cuidado fraterno, próprio de quem reconhece no próximo o rosto do vosso Filho. Inspirai-nos palavras e ações para sermos construtores de uma nova sociedade, reconciliada no amor. Dai-nos a graça de vivermos em comunidades eclesiais missionárias que, compadecidas, vejam, se aproximem e cuidem daqueles que sofrem, a exemplo de Maria, a Senhora da Conceição Aparecida, e de Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom do Brasil. Por Jesus, o Filho amado, no Espírito, Senhor que dá a vida. Amém!
RITOS FINAIS
21. BREVES AVISOS
22. BÊNÇÃO FINAL – MR (p. 521).
P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.: Deus, Pai de misericórdia, conceda a todos vós, como concedeu ao filho pródigo, a alegria do retorno à casa. TODOS: AMÉM. P.: O Senhor Jesus Cristo, modelo de oração e de vida, vos guie nesta caminhada quaresmal a uma verdadeira conversão. TODOS: AMÉM. P.: O Espírito de sabedoria e fortaleza vos sustente na luta contra o mal, para poderdes com Cristo celebrar a vitória da Páscoa. TODOS: AMÉM. P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: Ide em paz, e o Senhor vos acompanhe. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
CANTO OPCIONAL – HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE – 2020
1. Deus de amor e de ternura, contemplamos este mundo tão bonito que nos deste. (Cf. Gn 1,2-15; 2,1-25). Desse Dom, fonte da vida, recordamos: (Cf. SI 36,10) Cuidadores, guardiões tu nos fizeste. (Cf. Gn 2,15) /
R.: PEREGRINOS, APRENDEMOS NESTA ESTRADA O QUE O “BOM SAMARITANO” ENSINOU: AO PASSAR POR UMA VIDA AMEAÇADA, ELE A VIU, COMPADECEU E CUIDOU. (CF. LC 10,33-34) / 2. Toda vida é um presente e é sagrada, seja humana, vegetal ou animal. (Cf. LS, esp. Cap. IV) É pra sempre ser cuidada e respeitada, desde o início até seu termo natural. / 3. Tua glória é o homem vivo, Deus da Vida; (Cf. Santo Irineu) ver felizes os teus filhos, tuas filhas; é a justiça para todos, sem medida; (Cf. Am 5,24). É formarmos, no amor, bela Família. / 4. Mata a vida o vírus torpe da ganância, da violência, da mentira e da ambição. Mas também o preconceito, a intolerância. O caminho é a justiça e conversão. (Cf. 2Tm 2,22-26)

Meditando a Palavra de Deus
Este 5º Domingo da Quaresma, a exemplo do 3° e 4°, quer levar à fé em Jesus Cristo, a verdadeira vida. Por isso, a vivência pascal deste domingo pode ser caracterizada como a vida plena pela fé em Jesus Cristo. O povo de Israel, no cativeiro da Babilônia, sente-se um povo morto e sepultado. Mas revive pelo espírito do Senhor, que o reconduz à sua terra. O que foi anunciado no Antigo Testamento torna-se realidade em Jesus Cristo. A doença e a morte do amigo Lázaro constituem ótima oportunidade para uma profissão de fé em Jesus Cristo, que se apresenta como a ressurreição e a vida. Isso realiza-se pela boca de uma mulher, Marta, irmã de Maria e de Lázaro. Belíssimo o diálogo entre Jesus e Marta: “Disse Marta a Jesus: ‘Senhor, se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido. Mas ainda agora sei que tudo o que pedires a Deus, ele te concederá’. Disse-lhe Jesus: ‘Teu irmão ressuscitará’. Sei, disse Marta, que ressuscitará na ressurreição, no último dia!’ Disse-lhe Jesus: ‘Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá. E quem vive e crê em mim jamais morrerá! Crês nisso!’ Disse ela: ‘Sim, Senhor, eu creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus que devia vir ao mundo’”Aqui, pela fé em Jesus Cristo, resolve-se a questão mais fundamental do homem: a vida. A pessoa humana busca a felicidade. Ela depende, todavia, da vida após a morte. E Jesus nos garante: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá”. E para dar prova de que podia afirmar isso, ele ressuscita Lázaro. Em vista disso, muitos judeus que tinham vindo à casa de Maria creram nele. O mesmo Espírito de Deus que ressuscitou a Jesus dos mortos habita nos cristãos: “Aquele que ressuscitou Cristo Jesus dentre os mortos dará vida também a vossos corpos mortais, através do seu Espírito que habita em vós” (cf. 2ª leit., Rm 8,8-11). A vida em plenitude após a morte já tem início neste mundo pela fé em Jesus Cristo, celebrada no Batismo. E quem comunica esta vida é o Espírito de Deus, o Espírito que ressuscitou Jesus Cristo dos mortos. A vida pelo Espírito de Deus vem expressa pelos diversos ritos do Batismo: a água, a unção, a luz, a veste, a introdução na Comunidade Eclesial. De tudo isso brota uma consequência: Quem vive pelo Espírito é chamado a pôr-se a serviço da vida. Há muitos Lázaros no sepulcro, esperando por quem grite: “Lázaro, vem para fora!” Quem lhe desate as faixas e o deixe ir. É missão do cristão batizado.
(Viver em Cristo – Frei Alberto Beckhäuser, O.F.M.)

LEITURAS DA SEMANA
Seg: Dn 13,1-9.15-17.19-30.33-62 ou mais breve: Dn 13,41c-62; Sl 22(23),1-3a.3b-4.5.6 (R/. 4a); Jo 8,1-11
Ter: Nm 21,4-9; Sl 101(102), 2-3. 16-18. 19-21(R./ 2) ; Jo 8,21-30
Qua: Dn 3,14-20.24.49a.91-92.95; Cânt.: Dn 3,52.53.54.55.56 (R/. 52b); Jo 8,31-42
Qui: CmFac. de São Francisco de Paula, Eremita, Gn 17,3-9; Sl 104 (105),4-5.6-7.8-9 (R/. 8a); Jo 8,51-59
Sex: Jr 20,10-13; Sl 17 (18), 2-3a. 3bc-4. 5-6.7 (R/. cf. 7); Jo 10,31-42
Sáb: CmFac. De Sto Izidro BDr. Ez 37, 21-28; Cânt.: Jr 31, 10.11-12ab.13 (R/.cf. 10d); Jo 11, 45-56
Primeira Semana do Saltério
Quinto Domingo da Quaresma

Você pode Gostar de:

Festa do Batismo do Senhor Jesus(12.01)

FESTA DO BATISMO DO SENHOR 12 de janeiro de 2020 ANO A – SÃO MATEUS …