Página Inicial / Animação Litúrgica / 20º Domingo do Tempo Comum (14.08)

20º Domingo do Tempo Comum (14.08)

Ano C – cor verde – 14/08/2022

1. Saudação Presidente – Queridos irmãos e irmãs, sejam todos bem-vindos a esta celebração do Mistério da nossa fé. Hoje o Senhor nos convida a assumir com fidelidade o compromisso de anunciar o Seu Reino de amor e paz onde vivemos. Com a certeza que Ele nos acompanha e nos fortalece nesta missão, façamos o sinal que nos reúne na fé. Em nome do Pai…
Presidente – O Deus da esperança, que nos cumula de toda alegria e paz em nossa fé, pela ação do Espírito Santo esteja convosco. Bendito seja Deus…
Presidente – Reunidos pelo amor de nosso Deus, é com grande alegria que hoje comemoramos o dia dos pais e iniciamos a Semana Nacional da Família, que traz como tema “Amor familiar, vocação e caminho de santidade”. Neste momento vamos trazer presente os fatos que marcaram a semana que passou (recordação da vida).
2. Deus nos perdoa Presidente – Com o coração humilde e arrependido, aproximemo-nos do Deus Justo e Santo e peçamos perdão de nossas faltas e omissões (silêncio). Arrependidos, cantemos.
3. Hino do Glória Presidente – Glorifiquemos ao nosso Deus, que em Jesus manifestou Seu grande amor por nós, cantando o Hino do Glória.
Deus nos fala
4. Leitura do Livro do Profeta Jeremias 38, 4-6.8-10)
5. Salmo Responsorial (39) (CD Cantando os Salmos – Ano C) Socorrei-me, ó Senhor, vinde logo em meu auxílio!
6. Leitura da Carta aos Hebreus (12, 1-4)
7. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (12, 49-53)
8. Partilha da Palavra
Nossa resposta
9. Profissão de Fé Presidente – No Deus Pai, que nos envia a sermos profetas anunciadores do vosso Reino, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai…
Presidente – Rezemos a Oração pela Família.
Deus, te agradeço pela minha família e por tua presença em meu lar. Te agradeço pelo pão de cada dia, que nunca nos deixou faltar. Nos dê paz, sabedoria, compreensão e carinho um com outro. Abençoe todos os nossos dias e nos livre de todo mal, hoje e sempre. Amém!
10. Apresentação dos Dons
Coleta Fraterna
Ação de Graças
11. Louvação Presidente – Com o coração cheio de esperança, louvemos e agradecemos a Deus por todas as famílias, equipes, pastorais, serviços, organizações, associações, movimentos… que continuam anunciando os valores do Seu Reino de amor entre nós.
Deus nos faz irmãos
12. Pai Nosso Presidente – Unidos como irmãos e irmãs, rezemos a Deus nosso Pai, como Jesus nos ensinou. Pai Nosso…
13. Momento da Paz Presidente – O amor familiar é paciente. Os relacionamentos não podem ser impulsionados e levados à agressividade. Sem cultivarmos a paciência, sempre acharemos desculpas para responder com ira e “a família tornar-se-á um campo de batalha”. Rezemos em silêncio pedindo que a paz reine em nossas famílias, nas comunidades e no mundo.
14. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Unidos a Cristo por este encontro fraterno, (e pela Comunhão) nós vos imploramos, ó Deus, para que fortaleça em nossos corações o desejo de andar em Vossos caminhos e que nenhum sofrimento nos impeça de perseverar nos Vossos mandamentos. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Deus nos envia.
15. Breves Avisos
16. Bênção
Presidente – O Senhor esteja convosco. Ele está no meio de nós.
– Deus, Pai da família humana, guardai e ajudai a prosperar o lar de todos vós. Amém.
– O Senhor Jesus, que viveu na família de Nazaré, concedei que em vossas casas e moradias sejam um lugar de aconchego, respeito, diálogo e harmonia cristã. Amém.
– Abençoe-vos Deus todo-poderoso: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
– Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe.
Graças a Deus.

 

Meditando a Palavra de Deus
A proposta de Jesus no Evangelho de Lucas é mesmo provocante, inquieta-nos: “Vós pensais que vim trazer a paz sobre a terra? Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer a divisão” (Lc 12,51). O projeto de Jesus é o do Reino; o próprio Cristo é o Reino, é a vida plena para todos nós. Veio “lançar fogo à terra” para consumir todo egoísmo, todas as desavenças, todo o ódio, todas as mentiras, toda a escravidão e todas as estruturas injustas, geradoras de morte, para que surja um mundo novo, de acordo com o Reino e seus valores. Cristo sabe que o Reino é exigente e radical e que provocará a oposição de muitos. Mas, como o profeta, Jesus não está preocupado com a perseguição, nem mesmo com a morte, pois quer com fidelidade realizar o plano do Pai. Certamente ainda precisamos aprender a viver a fá com mais radicalidade. Não sejamos, pois, uma Igreja acomodada, preocupada com ritualismos e exterioridades, mas uma Igreja samaritana, uma Igreja do lavapés, da solidariedade e do compromisso com a justiça. O Senhor espera que sejamos assim, como cristãos e como comunidade. A preocupação com a salvação deve ser nossa todos os dias. Estreita é a porta para entrar no Reino. Fácil, largo e espaçoso é aquele que nos leva para longe dele. Viver o projeto de Jesus, em nossos dias, é puro desafio, como também o foi em outros tempos, em circunstâncias diferentes, mas com o mesmo teor. O convite de Jesus é exigente, verdadeiro, e nenhum cristão deveria se assustar ou estranhar sua Palavra. Aproveitemos essa Palavra de Deus tão rica para todos nós, para nos enriquecermos na fé e no amor a Deus a aos irmãos. Deus Conosco – Reflexões e Sugestões Litúrgicas – 2022

Leituras da Semana
2ª feira: Ez 24,15-24; Dt 32,18-21; Mt 19,16-22
3ª feira: Ez 28,1-10; Dt 32,26-36; Mt 19, 23-30
4ª feira: Ez 34,1-11; Sl 22; Mt 20,1-16
5ª feira: Ez 36,23-28; Sl 50; Mt 22,1-14
6ª feira: Ez 37,1-14; Sl 106; Mt 22,34-40
Sábado: Ez 43,1-7a; Sl 84; Mt 23,1-12
Domingo: Ap 11,19a; 12,1.3-6a.10ab; Sl 44; 1Cor 15,20-27a; Lc 1,39-56

Você pode Gostar de:

16º Domingo do Tempo Comum (17.07)

Ano C – cor verde – 17/07/2022 1. Saudação Presidente – Amados irmãos e irmãs …