Página Inicial / Notícias / Boletim informativo CNLB

Boletim informativo CNLB

Feliz ano Novo.
 
Coordenadores diocesanos de pastoral
Está na hora de dar mais um passo na organização dos leigos. Seria bom reunir o CAL e organizar grupos de estudos para participarem dos processos formativos oferecidos pelo CNLB. São três cursos e se a gente conseguir em cada paróquia ter um núcleo, ou pelo menos em todas que pudermos organizar, com certeza, oferecerá subsídio para a articulação dos leigos. Reenvio em anexo as propostas de cursos e boa sorte. Os que possuem sites, blog’s, poderiam disponibilizar, bem como repassar aos movimentos, pastorais, etc.
Bom trabalho,
Marilza

Ano 3 – No. 12 – dezembro de 2009 – BOLETIM DO CONSELHO NACIONAL DO LAICATO DO BRASIL
Especial Formação
(Tire algumas cópias e distribua aos leigos e leigas de suas relações)
Reflexão
Formar é construir a autonomia
Carlos Signorelli
Presidente do CNLB
Neste último número de nosso Boletim Informativo, referente ao ano de 2009, queremos conversar um pouco sobre FORMAÇÃO para os leigos e leigas. E o faremos através de algumas afirmações:
1. O laicato nasceu como “não” ordenado, e tornou-se o “não” letrado, tanto que em latim muitas vezes tornou-se o “idiotae”, ou seja, o ignorante. Por isso mesmo, no ambiente social, leigo = ignorante, aquele que não sabe.
2. Como eu não sei nada sobre mim e nem sobre o outro, a afirmação sobre mim me chega de fora, e eu a aceito como verdade. Eu sou um objeto cuja essência é determinada de fora.
3. Assim a Igreja pode não ser comunhão, já que as coisas, os objetos, não constituem comunhão. E se a Igreja não é comunhão, está lhe faltando algo para ser plenamente Igreja.
4. A construção do leigo e da leiga como sujeito eclesial passa, então, pela formação. Esta deve ser profunda, seqüencial, metódica, e não apenas momentos de palestras e cursos que, no mais das vezes, não consolidam um conhecimento.
5. E o Conselho de Leigos e Leigas existe para isso: formar a consciência crítica dos leigos e das leigas, para que construam a sua autonomia e nela o seu sujeito eclesial.
Por isso este ano de 2010 o CNLB vai proporcionar a todos e a todas, entre outros momentos, 3 possibilidades de uma formação profunda, qualificada, para que os que as façam sejam presença subjetiva na Igreja e no mundo.
São três as ofertas:
a) TEMA ANUAL DE ESTUDOS.
São 8 grandes textos, de teólogos, filósofos e sociólogos e primeira grandeza, que serão estudados por nós via chat, via fórum, ao longo do ano de 2010.
Entre em nossa página www.cnl.org.br, clique no “banner” correspondente, informe-se no texto e no folder, e faça a sua inscrição. É grátis.
O primeiro texto será enviado aos inscritos(as) no dia 4 de janeiro.
b) CURSO “CONSTRUINDO O SUJEITO ECLESIAL”
Será dado na modalidade à distância, via correio e via internet. Aqui daremos preferência a grupos ( de 3 a 6 participantes).
São 10 aulas – veja conteúdos, metodologia, forma de estudos, forma de constituição dos grupos em www.cnl.org.br, clicando no “banner” correspondente. Se você for fazer na forma individual são 50,00, mas se você montar um grupo de pelo menos 3, cada um sai por 20,00. Faça lá suas inscrições.
c)  CURSO DE FORMAÇÃO POLÍTICA PARA A CIDADANIA
Será dado na modalidade à distância. São 10 blocos, dados por renomados professores de todo o Brasil.
Você fará lá em seu local de moradia, na sua comunidade ou paróquia. E porque não chamar mais gente para participar? Grupos de 3 a 5 participantes são bem vindos.
Para fazer frente aos custos, a inscrição individual custa R$ 50,00 e em grupos fica em R$ 30,00 cada.
Entre em www.cnl.org.br ,clique no “banner”  correspondente, leia as informações, tire cópia do folder, converse com seus amigos, inscreva-se e inscreva-os, e forme sua “classe” aí.
NATAL: A RESPONSABILIDADE PELO OUTRO
Deus se fez humano na história dos humanos. Mas isto foi apenas uma demonstração de sua própria essência: a transcendência na imanência.
Como o diz Bento XVI magistralmente: a opção pelos pobres é uma opção cristológica porque assim Deus o fez em Jesus de Nazaré.
O Natal é apenas a lembrança de que Deus é caminhante conosco, é o Outro que se responsabiliza pela sua criação, não como quem cria objetos e marionetes, mas como quem cria o filho porque o ama antes de criá-lo e para amá-lo até que este seja na sua essência.
O Natal é a lembrança de que o outro aí está como nossa responsabilidade, porque Deus, o absolutamente Outro, assim o fez.
O Natal é o sinal do infinito Amor agindo na finitude da história. Mas é também o sinal de que a nossa salvação e a salvação do mundo vem do pequeno, do pobre, do enjeitado. Deus o demonstrou assim na manjedoura.
Seja feliz neste Natal, assumindo a total responsabilidade pelo outro.
VISITE NOSSA PÁGINA NA INTERNET
Visite a página do CNLB (www.cnl.org.br). Ao acessá-la você poderá assistir vídeos, mandar mensagens, comentar textos ou notícias, e muito mais.
Quer se formar? Quer ler artigos que o coloquem em dia com as últimas reflexões de gente de peso, de gente competente e com conteúdo? Navegue por ela.
Mas lembre-se: você também a constrói! Suas notícias, do seu regional ou diocesano são importantes e merecem ser partilhadas. Aquele comunicado, aquele texto apresentado podem ser enviados ao Silvestre.
Faça à página do CNLB uma visita diária. Com certeza você se aprofundará na vocação laical.
Expediente
Conselho Nacional do Laicato do Brasil
Secretaria: Rua Fausto Dias de Melo, 149, CEP 13043-550 – Campinas – S.P. – Fone: (19) 3326 6069 (c/ Márcia)
e-mail: cnl@cnl.org.br
Elaboração: Presidência

Você pode Gostar de:

Paróquia São José Operário – Festa do Padroeiro

A Paróquia Universitária São José Operário convida para Santa Missa em honra a São José …