Página Inicial / Animação Litúrgica / 31º Domingo do Tempo Comum (31.10)

31º Domingo do Tempo Comum (31.10)

31º Domingo do Tempo Comum
Ano B – XXXI – cor verde – 31/10/2021

1. Saudação Presidente – Irmãos e irmãs, bem-vindos para celebrar o Mistério Pascal de Cristo. Neste trigésimo primeiro Domingo do Tempo Comum, onde comemoramos o Dia Nacional da Juventude, o Senhor Jesus nos orienta que, só uma vida vivificada pelo amor a Deus e ao próximo adquire sentido e vale a pena ser vivida. Felizes por este encontro de filhos e filhas que se sentem amados pelo Pai, saudemos a Santíssima Trindade. Em nome do Pai… Presidente – O Deus da esperança, que nos cumula de toda alegria e paz em nossa fé, pela ação do Espírito Santo, estejam convosco. Bendito seja Deus…
Animador(a) – “Neste tempo de pandemia, perante a tentação de mascarar e justificar a indiferença e a apatia em nome de um distanciamento social saudável, a missão de compaixão é urgentemente necessária por sua capacidade de fazer, desse distanciamento recomendável, uma oportunidade de encontro, cuidado e promoção. (Papa Francisco). Reunidos pela graça de Deus, neste Dia Nacional da Juventude, vamos trazer presentes ações realizadas pelos jovens na Igreja e na sociedade e outros fatos que marcaram a semana que passou (recordação da vida).
2. Deus nos perdoa
Presidente – Reconhecendo-nos pecadores e necessitados da misericórdia do Pai, peçamos perdão pelas vezes em que dizemos que amamos a Deus, e por motivos tão banais negamos o nosso amor a Ele e ao próximo (silêncio). Cantemos, pedindo ao Senhor que perdoe nossas faltas.
3. Hino do Glória Presidente – Glorifiquemos ao Senhor, nosso Deus, que nos ama e nos ensina que o amor é a síntese de toda lei e de todo mandamento.
4. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Pai, concedei a Vossa Igreja, reunida para celebrar a Páscoa semanal, amar incondicionalmente todos os irmãos(as) até mesmo os nossos inimigos. Ajudainos a seguir, os exemplos do Vosso Filho Jesus, que amou-nos até o fim. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
5. Leitura do Livro do livro do Deuteronômio (6, 2-6)
6. Salmo Responsorial (17) (CD Cantando os Salmos) Eu vos amo, ó Senhor, sois minha força e salvação. (bis)
7. Leitura da Carta aos Hebreus (7, 23- 28)
8 Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos (12, 28b-34 )
. Partilha da Palavra
Nossa resposta
9. Profissão de Fé Presidente – No Deus que nos ensina amar o próximo como a nós mesmos, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai…
10. Preces da Comunidade Presidente – Ao Senhor único Deus do céu e da terra, elevemos nossas súplicas. A cada pedido, digamos: Deus de amor ouvi-nos.
Presidente – Acolhei, Pai de bondade, os pedidos que nossa comunidade vos apresenta. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.
Coleta Fraterna
Ação de Graças
11. Louvação Presidente – “Bendito sejas Tu, Senhor, que nos escolhestes dentre todas as nações e nos deste a tua lei”. Cantemos louvando ao Senhor nosso Deus.
Deus nos faz irmãos
12. Pai Nosso Presidente – “Se alguém disser: ‘Amo a Deus’ mas odeia seu irmão é mentiroso. Rezemos confiantes a oração que nos ensina a fazer sempre a vontade do Pai, como Jesus nos ensinou. Pai Nosso…
13. Momento da Paz Animador(a) – Aceitar os dons de Deus, participar do Seu projeto em benefício do bem comum é tornar-se instrumento de Seu amor. Rezemos em silêncio, pedindo a Ele que nos ajude a sermos construtores de um mundo onde reine a justiça e a paz.
14. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Senhor, nós vos bendizemos por este encontro. Alimentados pela Vossa Palavra (e pela Comunhão), somos fortalecidos em nossa fé. Dai-nos viver no dia a dia os ensinamentos da Vossa lei e Vossos mandamentos com os mesmos sentimentos de Jesus para com os irmãos. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Deus nos envia
15. Breves Avisos
16. Bênção
Presidente – O Senhor dirija sobre vós o seu olhar
e vos dê a paz. Amém.
– O Senhor que ama e acolhe o seu povo desperte
em vós o dom de servir amando o próximo como
a si mesmo. Amém.
– Abençoe-vos o Deus todo-poderoso: Pai e Filho
e Espírito Santo. Amém.
– Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe:
Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
A liturgia deste Domingo, leva a Comunidade Eucarística a confrontar-se com o grande mandamento: O amor que se expressa no amor a Deus e no amor ao próximo. Quem compreende que este é o grande mandamento, e estiver disposto a vivê-lo, não está longe do Reino de Deus. A primeira leitura de hoje começa exortando-nos a “temer a Deus” à primeira vista parece uma advertência a “ter medo de Deus”, mas não é este o sentido. “Temer a Deus” não quer dizer “ter medo” mas sim assumir diante Dele uma atitude de confiança total; significa aceitar os seus projetos os seus desígnios, a sua vontade de difundir o bem. O amor a Deus é que dirige a ação, as intenções, o olhar que deve ser vivido nas famílias e na sociedade. O amor a Deus se expressa em todas as relações humanas. O salmista suplica ao Senhor porque não tem a quem recorrer a seu favor. Ele confia que só poderá ser salvo pelas maravilhas do amor de Deus, por um milagre. A segunda leitura nos confirma que Jesus Cristo é o único mediador perfeito entre Deus e os homens. Ele o Filho de Deus, ofereceu não oferta externa, mas a própria vida pela nossa salvação, pela nossa felicidade. A única coisa que caracteriza a felicidade do homem é o projeto de Deus, portanto só pode dizer que o ama quem se compromete “com todo coração, com toda alma e com todas as forças” para que a salvação chegue ao alcance de todos. Só amando conseguimos nos aproximar de Deus e do Próximo. Só uma vida vivificada pelo amor adquire sentido e vale a pena ser vivida. O amor que tem sua nascente em Deus e se expande para todos os homens é a síntese de todos os mandamentos. E as nossas Comunidades, como manifestam o próprio amor a Deus? Só com imponentes manifestações e com palavras ou com um envolvimento concreto para a construção de um mundo novo que ele quer implantar aqui na terra?

Leituras da Semana
2ª feira: Rm 11,29-36; Sl 68; Lc 14,12-14
3ª feira: Is 25,6a.7-9; Sl 24; Rm 8,14-23; Mt 25,31-46
4ª feira: Rm 13,8-10; Sl 111; Lc 14,25-33
5ª feira: Rm 14,7-12; Sl 26; Lc 15,1-10
6ª feira: Rm 15,14-21; Sl 97; Lc 16,1-8
Sábado: Rm 16,3-9.16.22-27; Sl 144; Lc 16,9-15
Domingo: Ap 7,2-4.9-14; Sl 23; 1Jo 3,1-3; Mt 5,1-12a

Você pode Gostar de:

26º Domingo do Tempo Comum (26.09)

26º Domingo do Tempo Comum Ano B – cor verde – 26/09/2021 1. Saudação Presidente …