Missa do Natal

Irmãos e irmãs em Cristo Jesus, é Natal! Celebramos nos dias 24 e 25 de dezembro a realização da promessa de Deus em fazer uma aliança de amor com toda a humanidade e em estabelecer seu Reino no mundo. Recordando o nascimento de Jesus em Belém, acolhemos o anúncio dos anjos e a proclamação da paz a todos os filhos de Deus:
“Glória a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens por ele amados.

(cor branca ou dourada) – ANO A – 25/12/2010 – NATAL DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO
DEUS SE FEZ HOMEM POR AMOR A NÓS
Arrumar a Igreja com flores, velas e símbolos natalinos. Acolher os fiéis no espírito do Natal. Enquanto as pessoas vão chegando a equipe de canto entoa hinos natalinos. Se a celebração for à noite, a Igreja deverá estar na penumbra e permanecer assim até a entrada da imagem do Menino Jesus. Iniciando a celebração, uma pessoa com veste dourada (ou branca), entra com o Círio Pascal aceso, jovens ou adolescentes incensam o espaço celebrativo, enquanto se canta o refrão abaixo.
1. No princípio era o Verbo e o Verbo se fez homem, habitando entre nós, para a nossa salvação. Nasceu para nós um menino, um filho nós ganhamos, o filho da Virgem Maria, que em Deus é nosso irmão.
DEUS NASCEU ENTRE NÓS COMO CRIANÇA E COM ELE NASCEU UMA NOVA ESPERANÇA. (bis)
01. ACOLHIDA
Animador(a) – Irmãos e irmãs em Cristo Jesus, é Natal! Hoje celebramos a realização da promessa de Deus em fazer uma aliança de amor com toda a humanidade e em estabelecer seu Reino no mundo. Recordando o nascimento de Jesus em Belém, acolhemos o anúncio dos anjos e a proclamação da paz a todos os filhos de Deus:
“Glória a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens por ele amados!” Alegres, cantemos expressando o mistério que vamos celebrar.
Procissão de entrada como de costume.
02. CANTO INICIAL
NASCEU-NOS HOJE UM MENINO E UM FILHO NOS FOI DADO, GRANDE É ESTE PEQUENINO, REI DA PAZ SERÁ CHAMADO. ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!
(bis)
1. Cantai, cantai ao Senhor, um canto novo, um louvor! Por maravilha tão grande, um canto novo, um louvor! Por tal vitória e poder, um canto novo, um louvor! Por um amor tão fiel, um canto novo, um louvor!
2. A salvação resplendeu, um canto novo, um louvor! Justiça apareceu, um canto novo, um louvor! Toda a terra contemplou, um canto novo, um louvor! Com alegria aplaudi, um canto novo, um louvor!
Presidente – Cheios da alegria que nos vem do nascimento de Jesus, façamos o sinal da nossa fé, cantando.
Todos – EM NOME DO PAI E DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO. AMÉM! (bis)
Presidente – Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.
Todos – BENDITO SEJA DEUS QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
03. PROCLAMAÇÃO DO NATAL
À luz de velas, duas pessoas entoam, da mesa da Palavra, a proclamação do Natal.
Solo 1 – Ouçamos um canto novo tomando conta da terra: “Glória a Deus e paz ao povo, ódio ao ódio, guerra à guerra!”
Solo 2 – Miséria, mentira e morte não vão nos fazer parar. Ó venham, cantemos forte, ainda é tempo de louvar!
Presidente – O Senhor esteja convosco!
Todos – Ele está no meio de nós!
Presidente – Os corações para o alto!
Todos – A Deus ressoe nossa voz.
Solo 1 – Ó noite silenciosa! O desejado chegou! A promessa foi cumprida: tempo de espera acabou!
Todos – Bendito seja o Cristo Senhor, hoje nascido nosso Salvador.
Solo 2 – Ó noite silenciosa! Chegou-nos o Emanuel! O clamor foi atendido, choveu justiça do céu!
Solo 1 – Ó noite silenciosa! A sede foi saciada! O esposo está à porta! Encontra a sua amada!
Solo 2 – Ó noite silenciosa! Deus enviou o seu Filho! Nasceu o Sol do Oriente, a luz espalha o seu brilho!
Solos 1 e 2 – A vós, ó Pai, nesta noite, os servos cantam louvor. Tornados filhos no Filho, no Espírito de amor.
04. ENTRADA DA IMAGEM DO MENINO JESUS
Uma criança entra pelo corredor central da Igreja tocando uma campainha ou sineta. Em seguida, um casal vestido como Maria e José (se possível), entram com a imagem do Menino Jesus, acompanhado por um grupo de crianças vestidas de anjo, enquanto se canta. À medida que a imagem vai se aproximando do presépio, acendem-se aos poucos as luzes da Igreja. Quando a imagem for colocada na manjedoura, os jovens ou adolescentes incensam o presépio.
1. Noite feliz! Noite feliz! Ó Senhor, Deus de amor, pobrezinho nasceu em Belém. Eis na lapa, Jesus nosso bem. Dá-no a paz, ó Jesus. (bis)
2. Noite feliz! Noite feliz! Ó Senhor, Deus da luz, quão afável é teu coração que quiseste nascer
nosso irmão e a nós todos salvar. (bis)
3. Noite feliz! Noite feliz! Eis que no ar vêm cantar aos pastores os anjos do céu, anunciando a
chegada de Deus, de Jesus Salvador. (bis)
05. HINO DO GLÓRIA
Presidente – “Eu vos anuncio uma grande alegria: hoje nasceu para vós um Salvador!” Assim como os pastores e os anjos, louvemos também ao Pai do Céu, que nos enviou seu Filho Jesus, nosso Salvador, cantando.
Podem-se tocar sinos ou campainhas, soltar fogos.

Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos Céus, Deus Pai todo-poderoso: nós vos louvamos, vos bendizemos, vos adoramos, vos glorificamos, nós vos damos graças por vossa imensa glória. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. Vós que tirais o pecado do mundo acolhei a nossa súplica. Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo, só Vós, o Senhor, só Vós, o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai, na glória de Deus Pai. Amém. (5x)
06. ORAÇÃO
Presidente – Ó Deus, que enchestes de luz esta noite (este dia) em que nasce Jesus Cristo, a verdadeira luz do mundo. Dai a nós, que o recebemos como Deus e Salvador, participar de sua luz eternamente no céu. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. AMÉM.
ATENÇÃO! As leituras propostas neste folheto são para a celebração do dia 24 à noite (Missa da Noite). As comunidades que celebram no dia 25 pela manhã devem utilizar as leituras da Missa da Aurora, e as que celebram à tarde e à noite devem utilizar as leituras da Missa do Dia (conforme Lecionário Dominical).
07. APRESENTAÇÃO DO LIVRO DA PALAVRA
A PALAVRA DE DEUS VEIO QUANDO JESUS NASCEU. FORÇA DO ESPÍRITO SANTO E DO AMOR DO PAI. (bis)
08. LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS (9, 1-6)
09. SALMO RESPONSORIAL (95)
HOJE NASCEU PARA NÓS O SALVADOR, QUE É CRISTO, O SENHOR. (bis)
– Cantai ao Senhor Deus um canto novo, cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! Cantai e bendizei seu santo nome!
– Dia após dia anunciai sua salvação, manifestai a sua glória entre as nações, e entre os povos do universo seus prodígios!
– O céu se rejubile e exulte a terra, aplauda o mar com o que vive em suas águas; os campos com seus frutos rejubilem e exultem as florestas e as matas.
– Na presença do Senhor, pois ele vem, porque vem para julgar a terra inteira. Governará o mundo todo com justiça, e os povos julgará com lealdade.
10. LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO A TITO (2,11-14)
11. CANTO DE ACLAMAÇÃO
ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! (bis)
1. Eu vos trago a Boa- Nova de uma grande alegria: é que hoje vos nasceu o Salvador, Cristo, o Senhor.
12. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO LUCAS (2, 1-14)
13. PARTILHA DA PALAVRA
14. PROFISSÃO DE FÉ
Presidente – Professemos nossa fé no Deus que assumiu nossa humanidade, se encarnou e  eio iluminar nossas trevas.
Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra, e de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos; Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, consubstancial ao Pai; por ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação, desceu dos céus: (todos se inclinam) e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. E de novo há de vir, em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: ele que falou pelos profetas. Creio na igreja, una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. AMÉM!
15. PRECES DA COMUNIDADE
Presidente – Ao Deus fiel, que cumpriu sua promessa de salvação, elevemos os nossos pedidos. A cada prece, cantemos: Ó SENHOR, SENHOR, NESTE DIA, ESCUTAI NOSSA PRECE.
– Senhor, concedei que todas as crianças recebam o mesmo cuidado e a mesma ternura que o
Menino Jesus recebeu da Virgem Maria para que cresçamos em sabedoria e graça. Nós vos pedimos.
– Senhor, abençoai todos os nossos irmãos que estão abandonados, tristes e sozinhos nos asilos, nos presídios, nas ruas e nos hospitais para que sejam amados e respeitados por todos. Nós vos pedimos.
– Senhor, iluminai nossos governantes e legisladores para que se tornem mais sensíveis aos pequenos e aos pobres e aprendam, à luz do Natal, a promover a paz e a vida humana. Nós vos pedimos.
– Senhor, olhai por todos nós aqui reunidos e por todos os nossos familiares que estão ausentes, para que a ninguém falte a paz que vem de Vós. Nós vos pedimos.
Presidente – Deus de infinita bondade, que nos enviastes vosso Filho Jesus para nos trazer a luz do céu, acolhei as súplicas que humildemente vos apresentamos. Por Cristo, nosso Senhor. AMÉM.
16. APRESENTAÇÃO DOS DONS
Animador(a) – O grande presente que damos a Deus é nosso coração renovado de ardor missionário, pois queremos levar a muitos a realidade esplêndida de um Deus que se torna gente como nós. Apresentemos ao Senhor os dons que trazemos e queremos oferecer aos mais necessitados de nossa comunidade.
Durante o canto das oferendas, a comunidade oferece alimentos, fraldas, leite, brinquedos etc. que serão doados às famílias carentes da comunidade.
17. CANTO DAS OFERENDAS
Adeste fidelis –  .Cristãos. vinde todos, com alegres cantos Oh! vinde, oh! vinde até? Belém.
Vêde nascido vosso Rei eterno.
Ref.: Oh! vinde adoremos!Oh! vinde adoremos!Oh! vinde adoremos Salvador!
2.Humildes pastores deixam seus rebanhos E alegres acorrem ao Rei dos céus
Nós igualmente, cheios de alegria.
3.O Deus invisível de eternal grandeza, Sob véus de humildade, podemos ver.
Deus pequenino, Deus envolto em faixas!
4.Nasceu em pobreza, repousando em palhas,O nosso afeto lhe vamos dar.
Tanto amou-nos! Quem não há de amá-lo?
5.A estrela do Oriente conduziu os Magos E a este Mistério envolve em luz.
Tal claridade, também, seguiremos.
18. PAI NOSSO
Presidente – Irmãos e irmãs, juntemos nossas mãos e cantando, rezemos com amor e confiança a oração que Jesus nos ensinou.
Pai Nosso que estais no céu, santificado seja o vosso Nome. (bis) Venha a nós o vosso Reino, seja  feita a vossa vontade, assim na terra, como no céu, assim na terra como no céu, Senhor. O pão nosso, de cada dia, nos dai hoje e sempre, nos dai hoje e sempre. (bis) E perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos, a quem nos ofendeu, Senhor. A quem nos ofendeu, Senhor. Mas não nos deixeis cair, cair em tentação, Senhor. Mas livrai-nos do mal. Livrainos do mal, Senhor.
19. CANTO DE COMUNHÃO .
Da Cepa brotou a rama
Da cepa brotou a rama,/ Da rama brotou a flor,/ Da flor nasceu Maria,de Maria,  o Salvador (bis).                     
1.O Espírito de Deus/ Sobre ele pousará/ De saber, de entendimento/Este Espírito será/ De conselho e fortaleza/ De ciência e de temor/Achará sua alegria/ No temor do seu Senhor.
2.Não será pela ilusão/ Do olhar, do ouvir falar/ Que ele irá julgar os homens.Como é praxe acontecer/Mas os pobres desta terra/ Com justiça julgará. E dos fracos o direito/
Ele é quem defenderá.                                       
3. A palavra de sua boca/ Ferirá o violento/ E o sopro de seus lábios.Matará o avarento/ A justiça é o cinto/ Que circunda a sua cintura/E o manto da lealdade/ É a sua vestidura.                                       
4. Neste dia, neste dia/ O incrível, verdadeiro/ Coisa que nunca se viu/Morar lobo com cordeiro/
A comer do mesmo pasto/ Tigre e boi, burro e leão/Por um menino guiados/ Se confraternizarão.                                                 
5. Um menino, uma criança/ Com as feras a brincar/ E nenhum mal nenhum dano.Mais na terra se fará/ Da ciência do Senhor/ Cheio o mundo estará.Como o sol inunda a terra/ E as águas enchem o mar.                         
20. ORAÇÃO
Presidente – Ó Deus, ao celebrarmos com alegria o Natal do vosso Filho, nosso Salvador, dai-nos aprofundar nossa fé em tão grande mistério, crescer cada vez mais no vosso amor e O reconhecer em cada ser humano. Por Cristo, nosso Senhor. AMÉM
21. NOTÍCIAS E AVISOS
22. MENSAGEM DE NATAL
A festa de Natal tem algo de mágico. Faz ressuscitar em nós a saudade do bonito, do verdadeiro, do bem. Por mais que o mundo tente hoje apagar no coração das pessoas a presença de Deus ou inventar um Deus mágico e acomodado a uma sociedade de consumo, o verdadeiro Deus se apresenta na pobreza de um Presépio e na loucura de uma Cruz. Este Deus que conhecemos em Jesus Cristo nos incomoda e provoca mudança. Contemplemos o Menino Deus no Presépio e acreditemos na força do pequeno e no amor-solidariedade. Um Feliz Natal para todos.
23. BÊNÇÃO
Presidente – O Deus de infinita bondade, que, pela encarnação do seu Filho, expulsou as trevas do mundo e, com seu glorioso nascimento, transfigurou esta noite santa (este dia santo), expulse dos vossos corações as trevas dos vícios e vos transfigure com a luz das virtudes. AMÉM.
– Aquele que anunciou aos pastores pelo Anjo a grande alegria do nascimento do Salvador derrame em vossos corações a sua alegria e vos torne mensageiros do Evangelho. AMÉM.
– Aquele que, pela encarnação de seu Filho, uniu a terra ao céu, vos conceda sua paz e seu amor, e vos torne participantes da Igreja celeste. AMÉM.
– Abençoe-vos Deus todo-poderoso, PAI E FILHO E ESPÍRITO SANTO. AMÉM.
– Na alegria do nascimento do Salvador, ide em paz, desejando a todos um FELIZ NATAL!
24. CANTO FINAL E ABRAÇO DA PAZ
Hoje a Noite é bela ,vamos a capela sob a luz da vela felizes a rezar. Ao soar o sino , sino pequenino vai o Deus menino nos abençoar.Bate o sino pequenino, sino de Belém já nasceu Deus menino para nosso bem.Paz na terra pede o sino alegre a tocar abençoa Deus menino este nosso lar.
Vamos minha gente vamos a Belém , vamos ver Maria e Jesus também , já deu meia noite já chegou o Natal, já tocou o sino lá na Catedral.
PREPARANDO A PARTILHA DA PALAVRA
Alegremo-nos todos no Senhor. Esta é a grande característica da festa que estamos celebrando. Festa da luz, festa da esperança. Deus dá um sinal nascendo no meio dos pobres. No meio da noite eles recebem esta Boa Notícia que os envolve na luz da salvação. Por isso, hoje não deveria haver lugar para tristeza. Vamos comemorar juntos a chegada do Menino que vem trazer a paz e a salvação. O nascimento de Jesus que hoje festejamos mostra que Deus está próximo de nós, amanos e salva-nos. Precisamos ser realistas e lembrar que nem todos os nossos irmãos e irmãs têm razões para estar completamente felizes neste Natal, porque lhes falta o essencial para ter uma vida digna. Quantos irmãos e irmãs nossos vão passar o Natal longe de casa, da família? Quantos de nossos irmãos e irmãs serão vítimas da violência e do descaso nesses dias de festas? O Evangelho de hoje nos fala da alegria dos pastores. Eles eram os mais pobres entre os pobres. Tinham muitas razões para desanimar. No entanto, são eles que saem apressados a ver Jesus. A pressa deles é uma lição para nós, pois é um sinal da esperança que habitava em seus corações. É uma prova da aliança e confiança nas promessas de Deus. A pressa dos pastores nos lembra que o nascimento é um presente de Deus para aqueles que realmente o esperam. Se nos apegarmos às pequenas satisfações pessoais, aos bens que possuímos, não seremos capazes de deixar tudo como os pastores para acolher o Salvador. O fato de Jesus ter nascido em uma manjedoura não é o suficiente. É preciso que Ele nasça em nossos corações. Estamos dispostos a acolher Jesus mesmo que isso venha mexer com nossa tranquilidade? A alegria que Jesus nos oferece é profunda e grande. Ninguém pode nos dar uma alegria maior. Ela não vem de graça. Supõe luta da luz com as trevas, da liberdade contra a opressão, do amor contra o ódio, dos valores da sociedade individualista e consumista contra os valores do Reino. Em nossa vida familiar e social há, muitas vezes, tensões porque não espalhamos em nosso meio o amor de Deus pelo seu povo. Ao invés de sermos filhos da luz, comportamo-nos como filhos das trevas. O Natal nos convida a manter acesa a lâmpada do seu Evangelho e levar ao nosso povo a luz dos valores do Reino de Deus. Em um mundo de violência, o Menino que nasce nos convida a termos atitude de paz e solidariedade, a sermos mais tolerantes entre nós, pois Ele vem nos trazer a paz e quer que sejamos pessoas de paz. Natal é tomar consciência de que estamos em Deus e Ele está em nós. Portanto, levemos a todos a alegria de Deus-conosco neste Natal, apesar das dificuldades que vamos enfrentando.

SOLENIDADE DO NATAL DE JESUS – COR BRANCA – CICLO A – 25 de Dezembro de 2010. 
SUGESTÕES DA PAROQUIA SÃO GONÇALO PORTO – CUIABA – “NATAL DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO”
Irmãos e irmãs, hoje, a Igreja celebra a encarnação do Verbo divino e se alegra pelo nascimento de Jesus. A alegria que tomou conta dos pastores de Belém é também experimentada por nós que celebramos a Liturgia do Natal. Nossa comunidade participa, por meio desta celebração, no mistério que fez da noite de Natal um dia iluminado pela presença da Salvação na figura de uma criança recém-nascida, evento sobre o qual podemos dizer juntamente com o salmista: este é o dia que o Senhor fez para nós; alegremo-nos e nele exultemos.
Ato Penitencial: O Senhor Jesus, que nos convida à mesa da Palavra e da Eucaristia, nos chama à conversão. Reconheçamos ser pecadores e invoquemos com confiança a misericórdia do Pai. Cantando.
Glória: Hino de Louvor com sinos
Entrada da Bíblia:
Liturgia da Palavra: 1ª Leitura: (Is 9, 1-6) O profeta prevê a chegada de um mestre sábio, pacificador e fiel a Deus.  (in Dehonianos)   
Salmo: Sl 96(95)  “Hoje nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, o Senhor!”                                                            
2ª Leitura: (Tt 2, 11-14)  A manifestação de Deus muda o comportamento cristão para a realização gloriosa de Jesus.
Evangelho:(Lc 2, 1-14)  Jesus nasceu no meio dos pobres e marginalizados. E é para eles que nasceu o Salvador. 
Aclamação ao Evangelho: Aclamemos a boa nova cantando….  
Preces da Comunidade:
Ofertório: – Apresentemos ao Senhor os dons que trazemos e queremos oferecer aos mais necessitados de nossa comunidade. (motivar a oferta) Cantando….
Comunhão: Levaram água a Jesus e Ele devolveu em vinho. Levamos pão e vinho e Jesus nos devolve em seu corpo e sangue. Vamos participar com alegria desta comunhão.
Mensagem Final: Alegremo-nos todos no Senhor. Esta é a grande característica da festa que estamos celebrando. Festa da luz, festa da esperança. Deus dá um sinal nascendo no meio dos pobres. No meio da noite eles recebem esta Boa Notícia que os envolve na luz da salvação. Por isso, hoje não deveria haver lugar para tristeza. Vamos comemorar juntos a chegada do Menino que vem trazer a paz e a salvação. O nascimento de Jesus que hoje festejamos mostra que Deus está próximo de nós, amanos e salva-nos. Precisamos ser realistas e lembrar que nem todos os nossos irmãos e irmãs têm razões para estar completamente felizes neste Natal, porque lhes falta o essencial para ter uma vida digna. Quantos irmãos e irmãs nossos vão passar o Natal longe de casa, da família? Quantos de nossos irmãos e irmãs serão vítimas da violência e do descaso nesses dias de festas? O Evangelho de hoje nos fala da alegria dos pastores. Eles eram os mais pobres entre os pobres. Tinham muitas razões para desanimar. No entanto, são eles que saem apressados a ver Jesus. A pressa deles é uma lição para nós, pois é um sinal da esperança que habitava em seus corações. É uma prova da aliança e confiança nas promessas de Deus.

Você pode Gostar de:

16º Domingo do Tempo Comum (18.07)

16º Domingo do Tempo Comum Ano B – cor verde – 18/07/2021 1. Saudação Presidente …