Página Inicial / Animação Litúrgica / 2º Domingo de Páscoa

2º Domingo de Páscoa

 8 de abril de 2018
SEGUNDO DOMINGO DA PÁSCOA – ANO B
DOMINGO DA DIVINA MISERICÓRDIA
Cor Litúrgica: Branco
A.: Queridos irmãos, a misericórdia divina é o dom pascal que o Cristo Ressuscitado confiou à Sua Igreja, para que seja sempre mais um sinal visível do Seu acolhimento e do Seu perdão. Iniciemos, com alegria, a
nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – R.: CRISTO RESSUSCITOU, ALELUIA! VENCEU A MORTE COM AMOR! (BIS)
ALELUIA! / 1. Tendo vencido a morte, o Senhor ficará para sempre entre nós para manter viva a chama do
amor que reside em cada cristão a caminho do Pai./ 2. Tendo vencido a morte, o Senhor nos abriu
horizonte feliz, pois nosso peregrinar pela face do mundo terá seu final lá na casa do Pai.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A
graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – Pode ser substituído pelo Rito da aspersão (MR p. 1002).
P.: No dia em que celebramos a vitória de Cristo sobre o pecado e a morte, também nós somos convidados
a morrer para o pecado e a ressurgir para uma vida nova. Reconheçamo-nos necessitados da misericórdia
do Pai (Pausa). P.: Senhor, nossa paz, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.:
Cristo, nossa páscoa, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, nossa
vida, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo-poderoso tenha
compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus,
Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos
glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor
Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós
que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de
nós! Só vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória
de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus de eterna misericórdia, que reacendeis a fé do vosso
povo na renovação da festa pascal, aumentai a graça que nos destes e fazei que compreendamos melhor o
batismo que nos lavou, o espírito que nos deu nova vida, e o sangue que nos redimiu. Por nosso Senhor
Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos, na alegria do encontro com Cristo Ressuscitado, ouçamos com atenção a Sua Palavra.
6. 1ª LEITURA (At 4, 32-35) – Leitura dos Atos dos Apóstolos.
32
A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava como próprias as coisas que
possuía, mas tudo entre eles era posto em comum. 33Com grandes sinais de poder, os apóstolos davam
testemunho da ressurreição do Senhor Jesus. E os fiéis eram estimados por todos. 34Entre eles ninguém
passava necessidade, pois aqueles que possuíam terras ou casas, vendiam-nas, levavam o dinheiro, 35e o
colocavam aos pés dos apóstolos. Depois, era distribuído conforme a necessidade de cada um. Palavra do
Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (SALMO 117/118) R.: DAI GRAÇAS AO SENHOR, PORQUE ELE É BOM! ETERNA
É A SUA MISERICÓRDIA!/ 1. A casa de Israel agora o diga: “Eterna é a sua misericórdia!” A casa de Aarão
agora o diga: “Eterna é a sua misericórdia.” Os que temem o Senhor agora o digam: “Eterna é a sua
misericórdia! ”/ 2. Empurraram-me, tentando derrubar-me, mas veio o Senhor em meu socorro. O Senhor é minha força e o meu canto e tornou-se para mim o Salvador. Clamores de alegria e de vitória ressoem
pelas tendas dos fiéis./ 3. A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular. Pelo
Senhor é que foi feito tudo isso: que maravilhas ele fez a nossos olhos! Este é o dia que o Senhor fez para
nós, alegremo-nos e nele exultemos!
8. 2ª LEITURA (1 Jo 5, 1-6) – Leitura da Primeira Carta de São João.
Caríssimos: 1Todo o que crê que Jesus é o Cristo, nasceu de Deus, e quem ama aquele que gerou alguém, amará também aquele que dele nasceu. 2Podemos saber que amamos os filhos de Deus quando amamos a
Deus e guardamos os seus mandamentos. 3Pois isto é amar a Deus: observar os seus mandamentos. E os
seus mandamentos não são pesados, 4pois todo o que nasceu de Deus vence o mundo. E esta é a vitória
que venceu o mundo: a nossa fé. 5Quem é o vencedor do mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho
de Deus? 6Este é o que veio pela água e pelo sangue: Jesus Cristo. (Não veio somente com a água, mas com
a água e o sangue.) E o Espírito é que dá testemunho, porque o Espírito é a Verdade. Palavra do Senhor.
TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!/ Acreditaste, Tomé, porque me viste;
felizes os que creram sem ter visto.
10. EVANGELHO – (Jo 20, 19-31) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.:19Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medo dos judeus, as portas do
lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e, pondo-se no meio deles, disse: “A paz esteja
convosco”. 20Depois dessas palavras, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então os discípulos se alegraram por
verem o Senhor. 21Novamente, Jesus disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos
envio”. 22E depois de ter dito isto, soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo. 23A quem
perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos”.
24Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, não estava com eles quando Jesus veio. 25Os outros
discípulos contaram-lhe depois: “Vimos o Senhor! ” Mas Tomé disse-lhes: “Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não
acreditarei”. 26Oito dias depois, encontravam-se os discípulos novamente reunidos em casa, e Tomé estava
com eles. Estando fechadas as portas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: “A paz esteja convosco”.
27Depois disse a Tomé: “Põe o teu dedo aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu
lado. E não sejas incrédulo, mas fiel”. 28Tomé respondeu: “Meu Senhor e meu Deus!” 29Jesus lhe disse:
“Acreditaste porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!” 30Jesus realizou muitos
outros sinais diante dos discípulos, que não estão escritos neste livro. 31Mas estes foram escritos para que
acrediteis que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais a vida em seu nome. Palavra da
Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, oremos a Jesus Cristo que, ressuscitando dos mortos, destruiu
a morte e renovou a vida. Rezemos confiantes: Pai misericordioso, ouvi-nos!
TODOS: PAI MISERICORDIOSO, OUVI-NOS!
1) Pela Santa Igreja de Deus, para que, pela docilidade ao Espírito Santo, seja sempre no mundo presença
da misericórdia, promovendo a reconciliação, a unidade e a paz, rezemos ao Senhor.
TODOS: PAI MISERICORDIOSO, OUVI-NOS!
2) Pelos Bispos do Brasil, que estarão reunidos em Aparecida, São Paulo, de 11 a 20 de abril, para a 56ª
Assembleia Geral dos Bispos, para que sejam assistidos pelas luzes do Espírito Santo e sejam
revigorados em sua missão pela convivência, estudos e celebrações destes dias, rezemos ao Senhor.
TODOS: PAI MISERICORDIOSO, OUVI-NOS!
3) Pelo nosso Bispo Auxiliar,  para que, com carinho e humildade, continue testemunhando
os sinais da misericórdia de Cristo, rezemos a Senhor.
TODOS: PAI MISERICORDIOSO, OUVI-NOS!
4) Por todos nós aqui reunidos, para que aumente em nossos corações a estima pelo Sacramento da
Reconciliação, a fim de o recebermos com frequência, experimentando a misericórdia do Pai, rezemos
ao Senhor.
TODOS: PAI MISERICORDIOSO, OUVI-NOS!
5) Para que a Virgem Maria, Mãe da Divina Misericórdia, nos ajude a testemunhar, nos mais diversos
ambientes sociais, o amor gratuito e misericordioso de Cristo, rezemos ao Senhor.
TODOS: PAI MISERICORDIOSO, OUVI-NOS!
(Preces espontâneas)
P.: Ó Jesus misericordioso, ouvi nossos pedidos e dai-nos um coração misericordioso como o Vosso. Vós
que sois Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – 1. Bendito sejas, ó Rei da glória! Ressuscitado, Senhor da Igreja! Aqui trazemos
as nossas ofertas./ R.: VÊ COM BONS OLHOS NOSSAS HUMILDES OFERTAS. TUDO O QUE TEMOS, SEJA
PRA TI, Ó SENHOR!/ 2. Vidas se encontram no altar de Deus, gente se doa, dom que se imola. Aqui
trazemos as nossas ofertas./ 3. Irmãos da terra, irmãos do céu, juntos cantemos glória ao Senhor. Aqui
trazemos as nossas ofertas.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Acolhei, ó Deus, as oferendas do vosso povo (e dos que
renasceram nesta Páscoa), para que, renovados pela profissão de fé e pelo batismo, consigamos a eterna
felicidade. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II – MR (p. 478) Prefácio da Páscoa II: A vida nova em Cristo – (MR. p. 422) 18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – 1. Antes da morte e ressurreição de Jesus, Ele, na Ceia, quis se entregar: deu-se em comida e bebida para nos salvar./ R.: E QUANDO AMANHECER O DIA ETERNO, A PLENA VISÃO,
RESSURGIREMOS POR CRER NESTA VIDA ESCONDIDA NO PÃO./ 2. Para lembramos a morte, a cruz do
Senhor, nós repetimos, como Ele fez: gestos, palavras, até que volte outra vez./ 3. Este banquete alimenta
o amor dos irmãos e nos prepara a glória do céu. Ele é força na caminhada pra Deus./4. Eis o pão vivo
mandado a nós por Deus Pai! Quem O recebe, não morrerá. No último dia, vai ressurgir, viverá./ 5. Cristo
está vivo, ressuscitou para nós! Esta verdade vai anunciar a toda terra, com alegria, cantar.
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Concedei, ó Deus onipotente, que
conservemos em nossa vida o sacramento pascal que recebemos. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
21. ORAÇÃO A DEUS MISERICORDIOSO:
Deus, Pai misericordioso que revelaste o Teu amor no Teu Filho Jesus Cristo e o derramaste sobre nós no
Espírito Santo, Consolador, confiamos-Te hoje o destino do mundo e de cada ser humano. Inclina-Te sobre
nós, pecadores, cura a nossa debilidade, vence o mal, faze com que todos os habitantes da terra conheçam
a Tua misericórdia, para que, em Ti, Deus Uno e Trino, encontrem sempre a esperança. Pai eterno, pela
dolorosa Paixão e Ressurreição do Teu Filho, tem misericórdia de nós e do mundo inteiro. Amém!
(São João Paulo II, Homilia na inauguração do Santuário da Divina Misericórdia, na Polônia, em 17 de
agosto de 2002).
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL – (MR. p. 523)
P.: O Senhor esteja convosco! TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS! P.: Deus, que pela ressurreição do seu
Filho único vos deu a graça da redenção e vos adotou como filhos e filhas, vos conceda a alegria da bênção.
TODOS: AMÉM. P.: Aquele que, por sua morte, vos deu a eterna liberdade, vos conceda, por sua graça, a
herança eterna. TODOS: AMÉM. P.: E vivendo agora retamente, possais no céu unir-vos a Deus, para o
qual, pela fé, já ressuscitastes no batismo. TODOS: AMÉM. P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso: Pai, Filho
e Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: Ide em paz, e o Senhor vos acompanhe, aleluia, aleluia! TODOS:
GRAÇAS A DEUS, ALELUIA, ALELUIA!

LEITURAS DA SEMANA
2ªf: Anunciação do Senhor, solenidade transferida do dia 25 de março; Is 7, 10-1414; 8,10; Sl 39 (40); Hb
10,4-10; Lc 1, 26-38
3ªf: At 4, 32-37; Sl 92 (93), 1ab. 1c-2. 5 (R/. 1a); Jo 3, 7b-15
4ªf: Sto. Estanislaw, BMt, memória. At 5,17-26; Sl 33 (34),2-3.4-5.6-7.8-9 (R/. 7a); Jo 3,16-21
5ªf: At 5, 27-33; Sl 33 (34), 2.9.17-18.19-20 (R/. 7a); Jo 3, 31-36
6ªf: S. Martinho I PpMt. MFac.; At 5, 34-42; Sl 26 (27), 1. 4. 13-14 (R/. cf. 4ab); Jo 6, 1-15
Sáb.: At 6,1-7; Sl 32 (33), 1-2.4-5.18-19 (R/. 22); Jo 6, 16-21
Segunda Semana do Saltério
Segundo Domingo da Páscoa

Você pode Gostar de:

23º Domingo do Tempo Comum (05.09)

23º Domingo do Tempo Comum Ano B cor verde – 05/09/2021 1. Saudação Presidente – …