Página Inicial / Animação Litúrgica / Solenidade Maria Mãe de Deus

Solenidade Maria Mãe de Deus

SOLENIDADE DA SANTA MÃE DE DEUS, MARIA POR MARIA, DEUS NOS DÁ SUA GRAÇA E SUA BÊNÇÃO
Dia Mundial da Paz

01. ACOLHIDA
Preparar o espaço celebrativo de maneira simples e acolhedora lembrando que a comunidade está reunida por diversas razões. É oitava de Natal, Solenidade da Mãe de Deus, abertura de um novo ano civil e Dia Mundial de Orações pela Paz. A equipe de acolhida recebe as pessoas que chegam entregando o folheto e desejando um “Feliz Ano Novo”. Para dar início à celebração, cantar de forma orante o refrão meditativo.
1. No princípio era o Verbo e o Verbo se fez homem, habitando entre nós, para a nossa salvação. Nasceu para nós um menino, um filho nós ganhamos, o filho da Virgem Maria, que em Deus é nosso irmão.
DEUS NASCEU ENTRE NÓS COMO CRIANÇA E COM ELE NASCEU UMA NOVA ESPERANÇA. (bis)
Animador(a) – Queridos irmãos e irmãs, é com grande alegria que nos reunimos à luz do Ressuscitado para celebrar a Solenidade da Santa Mãe de Deus, ela que participou do mistério da vinda do Salvador e nos deu como dom mais sublime Jesus Cristo, o Príncipe da Paz.
Animador(a) – Também neste dia sob o olhar e a bênção do Senhor, iniciamos um ano novo com a esperança de uma vida melhor para todos e com o desejo de que os novos governantes que hoje assumem a condução do nosso país e do nosso estado promovam a justiça e a paz, servindo ao povo com respeito e honestidade. Felizes, por estarmos reunidos em comunidade, cantemos.
Procissão de entrada como de costume.
02. CANTO INICIAL
1. Assim como confiaste a Maria, a graça de gerar Jesus o Salvador; recebei pelas mãos de Maria nossas humildes preces, Deus de amor.
ALMA QUE ENGRANDECE AO SENHOR, ESPÍRITO QUE EXULTA DE ALEGRIA. PAI, EM NOME DE JESUS, AS NOSSAS PRECES, RECEBE PELAS MÃOS DE MARIA.
2. Pai, nós aprendemos com Maria amar, servir, viver e te adorar, e hoje, de mãos dadas com Maria, nós vamos teu Filho Jesus anunciar.
Presidente – Neste dia em que o Senhor nos oferece a sua bênção e a sua paz, façamos o sinal que nos reúne na fé, cantando.
Todos – EM NOME DO PAI E DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO. AMÉM! (bis)
Presidente – Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.
Todos – BENDITO SEJA DEUS QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
03. DEUS NOS PERDOA
Presidente – De coração arrependido e humilde, aproximemo-nos do Deus justo e santo, para que tenha piedade de nós, pecadores. (pausa) Confessemos os nossos pecados, cantando.
1. Eu confesso a Deus e a vós, irmãos, tantas vezes pequei, não fui fiel: pensamentos e palavras, atitudes, omissões… Por minha culpa, tão grande culpa.
SENHOR, PIEDADE! CRISTO, PIEDADE! TEM PIEDADE, Ó SENHOR! (bis)
2. Peço à Virgem Maria, nossa Mãe, e a vós, meus irmãos, rogueis por mim a Deus Pai que nos perdoa e nos sustenta em sua mão. Por seu amor, tão grande amor.
Presidente – Deus, rico em misericórdia, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. AMÉM.
04. ORAÇÃO
Presidente – Ó Deus, que pela virgindade fecunda de Maria destes à humanidade a salvação eterna, dai-nos contar sempre com a sua intercessão, para que sejamos agraciados com a vossa bênção e com a vossa paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. AMÉM.
Animador(a) – A Palavra de Deus proclamada nesta solenidade expressa o júbilo pelas  maravilhas feitas pelo Senhor em favor do seu povo. Ouçamos com atenção.
05. LEITURA DO LIVRO DOS NÚMEROS (6,22-27)
06. SALMO RESPONSORIAL (66)
QUE DEUS NOS DÊ A SUA GRAÇA E SUA BÊNÇÃO. (bis)
– Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, e sua face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.
– Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão, e guiais, em toda a terra, as nações.
– Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem! Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins de toda a terra!
07. LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS GÁLATAS (4,4-7)
08. CANTO DE ACLAMAÇÃO
ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!
1. De muitos modos, Deus outrora falou pelos profetas; nestes tempos derradeiros, nos falou pelo seu Filho.
09. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO LUCAS (2,16-21)
10. PARTILHA DA PALAVRA
11. PROFISSÃO DE FÉ
Presidente – No Deus que nos enviou seu Filho como sinal de amor por nós, professemos a nossa fé. Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra, e de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos; Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, consubstancial ao Pai; por ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação, desceu dos céus: (todos se inclinam) e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. E de novo há de vir, em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos profetas. Creio na Igreja, una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. AMÉM!
12. PRECES DA COMUNIDADE
Presidente – Irmãos, pela intercessão de Maria, elevemos ao Pai os nossos pedidos.
– Senhor, fortalecei a vossa santa Igreja e seus pastores, o Papa, os bispos, os padres, os diáconos, para que não deixem de lutar pela paz e pela fraternidade entre os povos. Nós vos pedimos.
– Senhor, abençoai todos os que, como Maria, meditam em seu coração as Palavras de Jesus e por isso confiam e esperam a vitória da paz. Nós vos pedimos.
– Senhor, iluminai todos os que assumem neste dia a administração dos Estados e do País, para que governem buscando o bem comum. Nós vos pedimos.
– Senhor, olhai por cada um de nós, para que tenhamos a bênção de um ano novo repleto de paz e harmonia. Nós vos pedimos.
(preces espontâneas)
Presidente – Pai Santo, acolhei com bondade a oração de nossa comunidade aqui reunida. Por Cristo, nosso Senhor. AMÉM.
13. APRESENTAÇÃO DOS DONS
Animador(a) – Hoje, Maria nos é apresentada como modelo de todas as mães. Seu Filho foi um homem de paz. Sempre manifestou palavras e gestos de amor, de reconciliação, de ajuda para os outros. Apresentemos ao altar do Senhor o compromisso de todos os pais, avós, professores, catequistas em educar as crianças para a vida, o amor e o bem.
Enquanto se canta, um casal entra trazendo um recém-nascido ou um catequista acompanhado por um grupo de crianças da catequese e se apresentam diante do altar.
CONTIGO PAI DE AMOR EU QUERO CAMINHAR E ASSIM POR ONDE EU FOR IRÁS ME ACOMPANHAR. (bis)
14. CANTO DAS OFERENDAS
1. No templo santo, a te ofertar um dom sublime, ó Deus de amor. Teu Filho infante, a nos salvar da vida escrava, Libertador!
NATAL! FESTA DE HARMONIA, O AMOR VEIO NOS LIBERTAR. E DEUS, NA FELIZ LITURGIA, NOS FAZ TAMBÉM DONS NESTE ALTAR.
2. Repica o sino lá em Belém e gente simples vem adorar. É o Deus menino, salvar-nos vem do mal, da morte, vem nos livrar.
3. Mãe oferente, Mãe tão feliz, que tudo guarda no coração. Assim, por todos o céu bendiz e dá seu Filho em oblação.
15. MOMENTO DE LOUVOR
Presidente – Como os anjos e os pastores que glorificaram e louvaram a Deus, entoemos o nosso louvor.
GLÓRIA, GLÓRIA, ANJOS NO CÉU CANTAM TODOS SEU AMOR! E NA TERRA, HOMENS DE PAZ: “DEUS MERECE O LOUVOR”!
1. Deus e Pai nós vos louvamos, adoramos bendizemos, damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos!
2. Senhor nosso Jesus Cristo, Unigênito do Pai. Vós, de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
3. Vós que estais junto do Pai como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
4. Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor, com o Espírito Divino, de Deus Pai o esplendor!
16. PAI NOSSO
Presidente – Guiados pelo Espírito de Jesus e iluminados pela sabedoria do Evangelho, ousamos dizer. PAI NOSSO…
17. ABRAÇO DA PAZ
Animador(a) – Como filhos e filhas do Deus da paz, saudemo-nos com um gesto de comunhão fraterna. (à escolha)
18. CANTO DE COMUNHÃO
1. Já o céu contemplamos neste dia pois nasceu para nós o Salvador. E, feliz, eis a terra ao céu unida no louvor, puro e santo ao Deus amor.
JÁ CUMPRIU-SE A PROFECIA, JÁ NASCEU O SALVADOR. CÉUS E TERRAS, NA ALEGRIA, CANTAM HOJE UM SÓ LOUVOR. NO PRESÉPIO PEQUENINO E NO PÃO CELESTIAL HONRA E GLÓRIA AO DEUS MENINO NUM LOUVOR SEMPRE ETERNAL.
2. Vem do céu o esplendor de nova aurora, uma luz que é celeste o mundo viu. No clarão redentor que brilha agora, no deserto a esperança então floriu.
3. Tudo é pobre na gruta e tão singelo, mas transborda de paz como um jardim. E Natal é mistério assim tão belo, pois quis Deus ser também pequeno assim.
4. Vindo a nós, entre pobres, na alegria, o Senhor sempre é luz para as nações. E se humilde em Belém nasceu um dia, hoje vem renascer nos corações.
19. ORAÇÃO
Presidente – Ó Deus, fonte de toda bênção, fizestes de Maria a Mãe de vosso Filho Jesus, o Senhor da Paz. Alimentados pela vossa Palavra (e pela Comunhão), concedei-nos viver cada dia do novo ano em santidade e justiça, celebrando o vosso louvor, pelo nome bendito de Jesus, que vive e reina para sempre. AMÉM.
20. NOTÍCIAS E AVISOS
– Amanhã dia 02/01 celebraremos a Solenidade da Epifania do Senhor. Preparemos bem esta
liturgia, valorizando as folias de reis, de congo e outras tradições da comunidade, se houver.
– Este folheto não deve ser jogado em via pública e/ou no lixo. Recicle-o!
21. MENSAGEM DE ANO NOVO
Feliz Ano Novo! Esta espontânea saudação é sempre afirmação da esperança. A novidade por excelência é Jesus: Caminho, Verdade e Vida. Um mundo que se organiza sem Deus gera sempre mais desespero: jovens eliminados pela droga, violência no trânsito, desrespeito à vida nascente, separações, depressões, infindáveis doenças. Desejar um Feliz Ano Novo é abrir espaço para que em nossas vidas, em nossas famílias, em nossa sociedade, reine Deus. Com Ele a esperança não morre. Feliz Ano Novo!
22. BÊNÇÃO
Presidente – Deus vos abençoe e vos guarde. AMÉM.
– Ele vos mostre a sua face e se compadeça de vós. AMÉM.
– Volva para vós o seu olhar e vós dê a sua paz. AMÉM.
– Abençoe-vos Deus todo-poderoso: PAI E FILHO E ESPÍRITO SANTO. AMÉM.
– Acolhendo a bênção de Deus em vossa vida e jubilosos pelo novo ano que começa, saudemo-vos na paz de Cristo, desejando a todos um FELIZ ANO NOVO!
23. CANTO FINAL
1. Mãe Maria um dia fizeste o mundo cantar ao trazer o teu Filho Menino pra nos alegrar.
Ó MARIA TU ÉS VENERADA, PELO MUNDO TU ÉS ACLAMADA, O TEU POVO A CADA MOMENTO MAIS QUER TE AMAR. (bis)
2. Mãe Maria, o mundo caminha com muita aflição, procurando buscar em teus braços a libertação.
3. Mãe Maria, abençoa este povo com teu manto azul! E o protege da fome, da guerra de Norte a Sul.
PREPARANDO A PARTILHA DA PALAVRA
Dia 1º de janeiro! A comunidade eclesial encontra-se reunida por diversas razões. É Oitava de Natal, Solenidade da Mãe de Deus, Maria Santíssima, abertura de um novo ano civil, Dia Mundial de Orações pela Paz. Podemos dizer que existe um elemento que pode unificar todos esses aspectos: a bênção. Hoje, ao nos saudarmos, dizemos: “Feliz Ano Novo”. É uma forma de abençoar. As três leituras nos falam de bênção. Na primeira temos a chamada bênção de Aarão; na segunda, Paulo nos fala que Deus enviou o Filho, nascido de mulher, para que recebêssemos a adoção filial, e no Evangelho os pastores encontram Maria, José e o recém-nascido deitado em uma manjedoura. A este recém-nascido foi posto o nome de Jesus, o Salvador. Bênção vem da palavra bem. O bem que todos almejam, pois o ser humano foi criado para o bem. Deus, o sumo  Bem, abençoou-nos com toda bênção espiritual em Cristo Jesus. Ele constitui a bênção por excelência. Ele nos é dado no mistério da Encarnação, que ainda estamos celebrando. Esta bênção maior nos é concedida por Maria, a Mãe de Jesus, a Mãe de Deus. Ela, a cheia de graça! Nela residiu e reside toda a plenitude da graça e todo o bem como diz São Francisco de Assis. Ela, com seu sim, fez com que o Filho de Deus se tornasse nosso irmão. Por isso, a Igreja celebra a solenidade da Mãe de Deus no oitavo dia de Natal. A Igreja dá graças a Deus pelas grandes coisas realizadas em Maria, bendita entre todas as mulheres, pois todas as gerações hão de chamá-la de bendita. Em Cristo Jesus toda a terra foi abençoada. Foi abençoado também o tempo. Depois de Jesus Cristo, os anos são chamados de anos de graça. Eles nos são concedidos como dom, a fim de amadurecermos para a eternidade. Importa aproveitá-lo para o bem. Então, os anos passarão, sim, mas a pessoa conservará a eterna juventude em Cristo Jesus, o Senhor do tempo.

SOLENIDADE DA SANTA MÃE DE DEUS         COR BRANCA           . 
 “MARIA, MÃE DE DEUS”
Irmãos e irmãs, no primeiro dia do ano, a Igreja exalta Maria Santíssima, a Mãe de Deus, convidando-nos a contemplar nela o Mistério de Cristo, que iluminou a terra e salvou a humanidade, abrindo-lhe o caminho da redenção. O mundo inteiro, que hoje comemora com júbilo o Ano Novo, é convidado a celebrar o Dia Mundial da Paz. 
Ato Penitencial: Irmãos e irmãs, no início desta celebração eucarística, peçamos a conversão do coração, fonte de reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs. Cantando.
Glória:   Como os anjos e os pastores que glorificaram e louvaram a Deus, entoemos o nosso louvor.
Entrada da Bíblia:
Liturgia da Palavra: 1ª Leitura: (Nm 6, 22-27) A bênção de Deus quer dizer, com a vida plena na paz.     
Salmo:  Sl 67(66)  “Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção !”                                                           
2ª Leitura:   (Gl 4, 4-7)  O cristão de fé, deve depender unicamente do Criador. 
Evangelho: (Lc 2, 16-21)  Os pastores que eram desprezados e marginalizados, são os primeiros a anunciar o nascimento do Salvador, o Messias. 
Aclamação ao Evangelho: Aclamemos a boa nova cantando….  
Preces da Comunidade:
Ofertório: – Hoje, Maria nos é apresentada como modelo de todas as mães. Seu Filho foi um homem de paz. Sempre manifestou palavras e gestos de amor, de reconciliação, de ajuda para os outros. Apresentemos ao altar do Senhor o compromisso de todos os pais, avós, professores, catequistas em educar as crianças para a vida, o amor e o bem. (motivar a oferta) Cantando….
Comunhão: O caminho da Virgem Maria para acolher a vida divina em seu seio aconteceu através do seu “SIM”. O mesmo caminho para acolher a vida divina em suas vidas é feito por todos nós, na Eucaristia, oferecendo nosso SIM como adesão ao projeto salvador de Deus.
Mensagem Final: Dia 1º de janeiro! A comunidade eclesial encontra-se reunida por diversas razões. É Oitava de Natal, Solenidade da Mãe de Deus, Maria Santíssima, abertura de um novo ano civil, Dia Mundial de Orações pela Paz. Podemos dizer que existe um elemento que pode unificar todos esses aspectos: a bênção. Hoje, ao nos saudarmos, dizemos: “Feliz Ano Novo”. É uma forma de abençoar. As três leituras nos falam de bênção. Na primeira temos a chamada bênção de Aarão; na segunda, Paulo nos fala que Deus enviou o Filho, nascido de mulher, para que recebêssemos a adoção filial, e no Evangelho os pastores encontram Maria, José e o recém-nascido deitado em uma manjedoura. A este recém-nascido foi posto o nome de Jesus, o Salvador. Bênção vem da palavra bem. O bem que todos almejam, pois o ser humano foi criado para o bem. Deus, o sumo  Bem, abençoou-nos com toda bênção espiritual em Cristo Jesus. Ele constitui a bênção por excelência. Ele nos é dado no mistério da Encarnação, que ainda estamos celebrando.

Você pode Gostar de:

16º Domingo do Tempo Comum (18.07)

16º Domingo do Tempo Comum Ano B – cor verde – 18/07/2021 1. Saudação Presidente …